Porto corre atrás do prejuízo

Foto: ASF - Novato, Lopetegui foi anunciado em maio

Foto: ASF – Novato, Lopetegui foi anunciado em maio

Por O Futebólogo

Depois de viver uma temporada incomum – considerando os tempos hodiernos –, sem títulos importantes (apenas uma pouco representativa Supertaça, frente ao Vitória SC), à sombra de Benfica e até mesmo Sporting CP, que viveu dias de cambaleio até o último ano, o Porto está investindo muito na próxima temporada. Curiosamente, de forma um pouco diferente da recente. Menos assíduo no mercado sul-americano, trouxe, até o momento, jogadores com algum destaque no mercado europeu, nomes de peso do Campeonato Português e, para não perder o costume, novas apostas.

Com reforços em todos os setores, os Dragões mantiveram seu padrão de contratação de técnico. O mais novo candidato a seguir os passos de José Mourinho e André Villas-Boas é Julen Lopetegui, ex-goleiro e com muita experiência de trabalho com jovens jogadores. Até o término da última época, o treinador basco dirigia a Seleção Espanhola Sub-21 e, anteriormente, havia liderado os escalões sub-20 e sub-19, além do Real Madrid Castilla e do Rayo Vallecano. Não há dúvidas de que, após tornar-se campeão europeu sub-19 e sub-21, o espanhol chega bem credenciado à sua grande oportunidade.

Já no gol, o clube Azul e Branco terá uma novidade para a temporada que se avizinha: Ricardo, grande destaque de uma briosa Académica – como o próprio apelido atesta – da cidade de Coimbra. Na temporada, conseguiu 12 clean sheets em 33 partidas. A importância da contratação reside na condição atual do titular e ídolo Hélton. O arqueiro brasileiro sofreu grave lesão no tendão de Aquiles em março deste ano, e, aparentemente, seu substituto, o também brasileiro Fabiano, parece não dar a confiança necessária à equipe. Ricardo, de 32 anos, é experiente e pode agregar bom valor à equipe.

Foto: Getty Images - Holandês, Martins Indi reforça a retaguarda Portista

Foto: Getty Images – Português de nascença e holandês por escolha, Martins Indi reforça a retaguarda Portista

Na zaga, que deve perder o promissor defensor francês Eliaquim Mangala, o clube reforçou-se com um jogador com o mesmo perfil. Jovem, forte e canhoto, Bruno Martins Indi, que disputou a Copa do Mundo pela seleção da Holanda e também pode jogar na lateral esquerda, possui apenas 22 anos e era um dos destaques do Feyenoord, vice-campeão da Eredivisie. Em litígio com o clube há dois anos, Rolando é outro que deve deixar o time e assinar vínculo definitivo com a Internazionale. Para seu posto, o clube está perto de fechar com o central espanhol Iván Marcano, ex-Olympiacos e Rubin Kazan. Para a temporada, o Porto aposta ainda, que, mais amadurecido, o mexicano Diego Reyes seja mais aproveitado.

Pelo flanco direito, Danilo ganhou a concorrência de Daniel Opare, jogador ganense procedente do Standard Liége, com passagem pela base do Real Madrid, e que também esteve na Copa do Mundo. A contratação também pode sinalizar a eventual opção de Danilo pelo meio-campo, uma vez que o clube terá de lidar com a perda de Fernando, que, após sete anos, deixou o clube. Sem o “Polvo”, a aposta principal é Casemiro, recém-chegado do Real Madrid e extremamente promissor. Além disso, Héctor Herrera, mexicano que fez sólida Copa do Mundo, também deve ganhar mais oportunidades na equipe. No setor, é provável que haja a baixa – registre-se, nada lamentada – de Steven Defour, pretendido pelo PSV.

Foto: FC Porto - Casemiro chega para ocupar a vaga de Fernando

Foto: FC Porto – Casemiro chega para ocupar a vaga de Fernando

Pensando as jogadas mais à frente, o clube deverá contar com a presença de Yacine Brahimi, argelino, ex-Granada, que ficou notabilizado por sua alcunha – Garrincha de Granada. Já contratados, o promissor Óliver Torres, velho conhecido do novo treinador e maior aposta da base do Atlético de Madrid depois de Koke, e o brasileiro Evandro, mais lembrado como “eterna promessa” no Brasil do que propriamente por sua sólida temporada no Estoril, quando marcou 11 gols, dão novas possibilidades à equipe. Além deles, o brasileiro Carlos Eduardo e o português Josué seguem no clube.

Para os flancos do ataque, mais novidades. Promessa do Barcelona, Cristian Tello chega por empréstimo. Quem vem em definitivo é Adrián López, quase um 12º jogador do Atlético de Madrid em sua vitoriosa temporada. Além deles, o clube também contará com Sami, jogador guineense ex-Marítimo. Os três se juntam à companhia de Ricardo Quaresma e Jackson Martínez, que terminaram a temporada em alta, e de Silvestre Varela, no clube há tempos e importante figura na fraca Copa do Mundo de Portugal.

Foto: Getty Images - Na última temporada, Adrián marcou importante gol contra o Chelsea

Foto: Getty Images – Na última temporada, Adrián marcou importante gol contra o Chelsea

Como se nota, a última temporada foi incômoda para os Portistas, levando-os às compras. À primeira vista, se reforçaram bem e apostaram em um treinador com muito potencial. Mais alguns jogadores podem chegar ao clube, ou deixar. Atacante do América do México, Raúl Jiménez é especulado. No momento, o importante para o torcedor do Futebol Clube Porto é ver que o time está se movimentando e, ao que parece, na direção correta.

Comentários

Advogado graduado pela PUC Minas, mestrando em Ciências da Comunicação (Universidade do Minho) e Jornalismo Esportivo (MARCA), 26 anos. Amante do futebol inglês, mas que aprecia o esférico rolado qualquer terra. Tem no atacante Marques e no argentino Pablo Aimar referências; e não põe em dúvida quem foi o melhor jogador que viu jogar: o lúdico Ronaldinho Gaúcho, na temporada 2004/05. Também n'O Futebólogo e na Revista Relvado.