Bem-Casado

  • por Lulu
  • 6 Anos atrás
Neymar comemorando gol com Messi | Foto: Agência Reuters

Neymar comemorando gol com Messi | Foto: Agência Reuters

Ainda faltam alguns ajustes, o descalibrar da sintonia mostrou-se aparente em certas jogadas. Ainda necessita-se de melhor ritmo, o início da temporada é sempre a fagulha que almeja fogaréu. Ainda é preciso escalar montanhas realmente desafiadoras, o flerte com a competitividade parelha ilustra a real postulação.

Mas o pontapé da dupla Messi e Neymar trouxe consigo deleites, resquícios de delongas futuras bem auspiciosas. Houve conexão, registro de gols, repartimento do protagonismo e divisão da democracia! Que tende a quebrar paradigmas de falsas vaidades entre os egos envolvidos, a cada nova glória individual e coletiva.

O León do México serviu como aperitivo vitimado para o argentino e o brasileiro, que têm compatíveis características técnicas. O Camp Nou presenciou no tradicional Troféu Gamper o entrelaço da magia em doses de menor porte. A Europa presenciará na sequencial jornada o avanço do dueto sul-americano nas eminentes epopeias do colírio lúdico intitulado futebol. Oba!

Comentários

Homem garoto de convicções grisalhas formado em Ciência da Menstruação, Agronomia Espacial, Lirismo Marginal e Terapia Libidinosa. Com repertório vocacional fincado em irreverência, improviso, cinismo lúdico e boleiragem plena.