Jogador doa ingressos para desempregados

NAISMITH EVERTON CARIDADE

Steven Naismith marcou um gol de placa, e olha que a Premier League ainda nem começou. O atacante da seleção escocesa comprou ingressos de jogos do Everton no Goodison Park e doou para instituições responsáveis por serviços sociais em Liverpool. Estas instituições, chamadas Jobcentre Plus, ficarão encarregadas de distribuir os ingressos entre os torcedores do Everton que estiverem desempregados. Sobre suas motivações para  fazer tal caridade, Naismith afirmou:

 

“Eu venho de Ayrshire, no norte da Escócia, e passei muito de minha vida em Glasgow – uma cidade que, algumas vezes, sofreu com altas taxas de desemprego. Liverpool tem uma história similar e tenho noção de que há muitos desempregados na cidade, estando nesta situação sem ter culpa disso e que não têm condições de comprar um ingresso. Penso que meu pequeno gesto pode ajudar aqueles que se encontram nesta situação a desfrutar de um dia numa de nossas partidas na liga. Espero que possa trazer alguma alegria para muitas pessoas. Pedi para que a Jobcentre Plus distribua os ingressos por diferentes centros através da cidade a cada semana e que escolha pessoas desempregadas que estejam tentando arrumar um trabalho e que gostariam de assistir a uma partida da Premier League.

 

Naismith costuma fazer trabalhos de caridade em Liverpool e Glasgow, o jogador ajuda centros destinados a pessoas sem-teto de ambas as cidades. Steven também criou um projeto, em Glasgow, que ajuda a trabalhadores lesionados em serviço a se reintegrarem no mercado de trabalho, além disso o atacante também é embaixador do projeto Dyslexia Scotland, que ajuda pessoas com dificuldades de aprendizado.

Sobre suas atividades em prol da comunidade, Naismith encerra dizendo:

 

“Todo dia eu me sinto afortunado pelas oportunidades e estilo de vida que o futebol proporcionou à minha família e a mim, e por estar numa posição em que posso ajudar a comunidade de alguma pequena maneira”.

;

Antes sequer do apito soar na Premier League, já temos um vencedor e ele se chama Steven Naismith. Que belo exemplo.

Matéria traduzida do jornal “The Guardian”.

Comentários

Diretor no DPF desde 2012 e criador da coluna "Olho Nele!".