Talisca, a nova aposta Encarnada

OLHO NELE

Time que já revelou grandes nomes para o futebol brasileiro, como Daniel Alves, Cícero, Jorge Wagner, Marcelo Ramos, Bobô e Charles, o Bahia apresentou ao Brasil, na temporada passada, um meio-campista extremamente promissor: Anderson Souza Conceição, o Talisca

Natural de Feira de Santana e nascido em 1º de fevereiro de 1994, Talisca é um jogador diferente. Canhoto e com 1,88m de altura, é um jogador esguio. As canelas longas e finas disfarçam a grande qualidade técnica que o garoto polivalente possui. Já tendo atuado como volante, meia, atacante e até mesmo na função de “falso 9”, consagrada por Lionel Messi, o jogador demonstra muita adaptabilidade às diversas possibilidades que se apresentam durante o jogo.

Habilidoso e rápido, Talisca tem, indubitável, talento. Sua principal característica é o chute, tanto nas cobranças de falta quanto com a bola rolando. Não à toa, até deixar o Brasil e rumar para o Benfica, era o maior finalizador do Campeonato Brasileiro, registrando 31 chutes em oito jogos, média de 3,8 por partida. Ao todo, soma 68 partidas como profissional pelo Bahia, tendo marcado 11 gols. No Brasileirão, anotou dois tentos, sendo o artilheiro do clube.

A qualidade do garoto é tão grande que seus últimos treinadores não hesitam em elogia-lo. Cristóvão Borges e Marquinhos Santos já manifestaram sua admiração pelo garoto.


“Talento ele tem, já falei várias vezes. Temos que ter paciência com ele que ainda vamos o aplaudi-lo bastante. O jogador com a qualidade técnica dele e com requisitos de marcação também, com toda certeza se tornará um grande jogador” (disse Cristóvão)


Para Marquinhos Santos, seu último treinador no Brasil, além do talento, Talisca impressiona pela determinação e carga de trabalho:


“Trabalhamos muito isso (cobranças de falta) e o Talisca vem colhendo os frutos do treinamento. É um jogador que se dedica. Sempre é um dos últimos a sair de campo. Após os treinamentos, ele fica insistentemente treinando cobranças. Até hoje, só vi um jogador fazendo isso nos treinos e o nome dele é Alex, um dos maiores batedores de falta do futebol. É cedo ainda, é um jovem que tem potencial e o meu maior cuidado é com a cabeça. Que ele possa continuar evoluindo e se tornar um grande jogador. (…)Tem que tirar o peso do Talisca. Tem que entender que ele é jovem, tem idade de júnior ainda. Tem muito talento e vai oscilar, o que é normal em função da idade.”



A dúvida quanto ao futuro do jogador reside exatamente nas últimas observações de seu ex-técnico, a cabeça e a juventude. Para grande parte dos torcedores do Esquadrão de Aço, Anderson Talisca era muito “mascarado” e indolente, individualizando as jogadas e tentando sempre resolver sozinho. É evidente que o jogador ainda opta, muitas vezes, pela jogada mais difícil e menos inteligente, mas isso faz parte de seu desenvolvimento enquanto atleta. Não se pode exigir de alguém tão jovem a maturidade de um veterano.

Talisca é um diamante bruto em processo de lapidação, e a ida para os Encarnados pode ter sido um bela escolha, já que no Futebol Português o meia terá oportunidades de atuar em um país com uma cultura diferente, mas sem a enorme pressão de outros grandes centros. Com a qualidade técnica que apresenta e suas características peculiares, pode evoluir muito. O principal, que é o talento, ele possui. Se for devidamente trabalhado, poderá ter um futuro brilhante pela frente. Na carreira, o jovem já tem dois títulos, um Campeonato Baiano e um título com a camisa Canarinha sub-20, o Torneio de Toulon, de 2013.

Como quase todo jovem brasileiro, “Yaya” Talisca, como vinha sendo chamado pelos torcedores mais empolgados, sonhava em jogar na Europa, o que agora será sua realidade. Após a partida contra o Flamengo, quando marcou o gol de empate, dois observadores, um espanhol e um alemão, foram vistos no Estádio. O hispânico disse que “Anderson é o perfil ideal para o futebol da Espanha”. No fim das contas, seu destino foi Portugal, mas, quem sabe em um futuro próximo a joia não chegue ao Futebol Espanhol? Até lá, doentes, seguimos acompanhando o bom futebol da grande revelação do Baêa, que, nas Águias, terá a oportunidade de dar seu primeiro grande voo.

talisca gol

Atualização em 05/11/2014:

Anderson Talisca não cansa de decidir jogos para os Encarnados. A vítima da vez foi o Mônaco, em jogo válido pela fase de grupos da UEFA Champion’s League. Talisca fez o gol da vitória de 1 x 0:

[youtube id=”1EpOdSXarMw” width=”620″ height=”360″]

Após o jogo, o jovem afirmou:

“Foi uma grande sensação marcar na Champions e ter sido considerado o melhor em campo. Tenho apenas 20 anos e sempre sonhei em jogar nesta competição. Marcar um gol é algo indescritível. Foi a melhor coisa que aconteceu na minha vida. Foi um jogo muito duro, bastante disputado, mas em casa o Benfica é muito forte. Fizemos um bom jogo e demonstramos que temos qualidade para continuar nesta prova. Vamos agora ter dois jogos muito difíceis mas sabemos do nosso valor e vamos encarar esses encontros com o pensamento na vitória”.

Atualização em 31/10/2014:

Foto: Reprodução Doentes por Futebol | O espetacular início de Anderson Talisca pelo Benfica foi coroado com o prêmio de melhor jogador da Liga Sagres dos meses de Agosto e Setembro.

Foto: Reprodução Doentes por Futebol | O espetacular início de Anderson Talisca pelo Benfica foi coroado com o prêmio de melhor jogador da Liga Sagres dos meses de Agosto e Setembro.

No jogo em que recebeu o prêmio de melhor jogador do Campeonato Português nos meses de agosto e setembro, Talisca continuou sua série de ótimas partidas pelos Encarnados. O atual artilheiro da Liga Sagres (08 gols em 09 jogos) meteu um belíssimo chute de fora da área que deu a vitória do Benfica por 1 x 0 sobre o Rio-Ave:

[youtube id=”FLLKD719rsI” width=”620″ height=”360″]

Atualização em 06/10/2014:

E Talisca segue fazendo ótimo início em sua caminhada no futebol português. O meia marcou mais uma vez (a sexta em 07 jogos) e se isolou na artilharia do campeonato nacional. Talisca foi escolhido o melhor em campo frente ao Arouca e arrancou elogios e aclamações da torcida dos Encarnados:

[youtube id=”oRGUMsRHu9g” width=”620″ height=”360″]

Após o jogo Talisca disse em entrevista ao jornal “A Bola”:

“Foi uma vitória importante e estamos de parabéns. O Arouca lutou até ao limite das forças, mas fomos melhores e merecemos os três pontos. Aproveito, desde já, para agradecer aos torcedores o apoio ao longo dos 90 minutos. Ouvir 40 mil pessoas cantando meu nome é um daqueles momentos para mais tarde recordar”.

Atualização em 16/09/2014:

Em seu quarto jogo pelo Benfica no Campeonato Português, Talisca deu show e marcou um hattrick em cima do Vitória de Setúbal. O garoto vai mostrando por que devemos ficar de Olho Nele!


Benfica new signing Talisca bags a hat-trick por omnisport-gr

E o moral do garoto aparentemente não cansa de subir. Em entrevista para o canal TVI24 (minuto 05:51 da entrevista, para quem for conferir), José Mourinho afirma que grandes equipes da Inglaterra estão de olho em Talisca, que acabou não sendo contratado pela dificuldade de conseguir visto para ingressar na English Premier League:

“O Benfica acho que contratou bem… O Talisca dizem que é desconhecido, mas é tão desconhecido que só não está a jogar em Inglaterra porque não tem licença de trabalho. Se a tivesse, estava cá! Havia muitas equipas ingleses, grandes e importantes, que o queriam. E mais, houve quem o quisesse contratar, mesmo sabendo que ele não podia jogar para já. Queriam contratar, pôr a rodar num campeonato menor e esperar que eventualmente chegasse à seleção, para depois obter o work permit”.

Atualização em 28/09/2014:

E Talisca segue sua sequência de ótimas partidas pelos Encarnados. O jovem meia já marcou 05 gols em 06 partidas e é o artilheiro do Benfica ao lado de Rui Fonte. O sexto gol do garoto foi esta pintura contra o Estoril:

Comentários

Advogado graduado pela PUC Minas, mestrando em Ciências da Comunicação (Universidade do Minho) e Jornalismo Esportivo (MARCA), 26 anos. Amante do futebol inglês, mas que aprecia o esférico rolado qualquer terra. Tem no atacante Marques e no argentino Pablo Aimar referências; e não põe em dúvida quem foi o melhor jogador que viu jogar: o lúdico Ronaldinho Gaúcho, na temporada 2004/05. Também n'O Futebólogo e na Revista Relvado.