Daley Blind, o coringa de Van Gaal

IMAGEM CAPA

Demorou, mas um dos grandes destaques da seleção holandesa, 3ª colocada na última Copa do Mundo, teve sua transferência concretizada para um dos gigantes do futebol europeu. O Manchester United anunciou, no último sábado do mês de agosto (30), a contratação de Daley Blind, proveniente do Ajax. O valor pago pelos Red Devils ao clube da capital holandesa foi de 17,5 milhões de euros (algo em torno de R$ 52,5 milhões) e o contrato valerá por quatro anos, se encerrando em 30/8/2018.

Início da carreira

Aos 17 anos, Blind assinava seu contrato profissional com o Ajax.

Aos 17 anos, Blind assinava seu contrato profissional com o Ajax.

Filho de Danny Blind, ex-zagueiro do Ajax e também da seleção holandesa, Daley foi um dos frutos da ótima base dos Amsterdammers, pela qual jogou por dez anos (entre 1998 e 2008) até ser promovido ao time profissional na metade de 2008.

Foto: utopodium.nl

Foto: utopodium.nl



Com o propósito de adquirir mais experiência, o jogador, quando completou 20 anos, foi emprestado ao Groningen por uma temporada (2010/2011), tendo atuado em apenas 19 partidas e logo voltado ao seu clube de origem.

Durante seus cinco anos de Ajax, Blind foi responsável por anotar três gols e distribuir cinco assistências. Seu apurado senso de posicionamento, crucial em diversas articulações que resultaram em gols ao longo de seus últimos anos pelo Ajax e em seu grande desempenho na última Copa do Mundo, fez com que fosse transferido para um gigante do futebol inglês: o Manchester United.

Posicionamento

POSICIONAMENTO CAPA

A partir da temporada 2014/2015, Blind atuará em um dos maiores clubes não só da Inglaterra, como também do mundo. O Manchester United, que na última temporada não obteve sucesso quando comandado por David Moyes e por consequência ficou fora de competições continentais, terá, agora, que passar por um período de transição, de trabalho duro, para que possa voltar ao cenário do futebol europeu.

Para essa missão, a diretoria do United, além de contratar reforços de peso (Falcao García, Di María, além de Daley), também trouxe o experiente Louis van Gaal. Blind e LvG estiveram juntos na ótima campanha da Holanda na Copa do Mundo, e o sucesso do lateral no Mundial, amplamente elogiado pelo treinador, foi essencial para que o comandante solicitasse sua contratação junto à diretoria dos Red Devils.

De casa nova, Blind deverá ser o coringa do time que van Gaal está montando para a temporada. O jogador, que além de atuar como lateral esquerdo também joga de volanteinclusive, começou a carreira nesta posição -, deverá ser um dos intocáveis do comandante holandês nos seus onze iniciais, assim como foi na Copa do Mundo.

Jogando em um 3-4-3, esquema que lembra bastante o que van Gaal aplicou na seleção holandesa na Copa do Brasil (só que mais ofensivo), Blind terá condições de atuar em três tipos de posicionamento:

O primeiro deles – e o mais esperado, é como ala esquerdo, entrando no lugar de Ashley Young. Blackett, Smalling e Jones formariam a retaguarda e Valencia, Cleverley Fletcher e Ander Herrera iriam compor o meio de campo.

Na ala esquerda, como jogou inicialmente na Copa do Mundo, é a posição talvez mais conhecida do grande público em relação a Daley.

Na ala esquerda, como jogou inicialmente na Copa do Mundo, é a posição talvez mais conhecida do grande público em relação a Daley.


A segunda opção é contando com o holandês na irregular defesa do United – entrando no lugar de Blackett, Smalling ou Jones. Além de ter um bom passe e senso de posicionamento apurado, Blind é seguro tanto na cobertura pelo alto como também nas saídas para o jogo, o que o torna uma carta na manga para a retaguarda.

Seguro e com bom posicionamento, Daley também pode ser aproveitado na zaga. Van Gaal chegou a utilizá-lo assim em variações da Holanda na Copa de 2014.

Seguro e com bom posicionamento, Daley também pode ser aproveitado na zaga. Van Gaal chegou a utilizá-lo assim em variações da Holanda na Copa de 2014.


Outra opção para encaixar Blind no time de van Gaal é colocando-o na volância, para que possa formar dupla com Cleverley Herrera. Valencia, Ashley Young formariam as alas e Jones, Smalling e Blackett, a defesa.

Daley também pode ser encaixado em sua posição de origem. O holandês tem bom passe, visão de jogo e mentalidade defensiva para cumprir a função de volante.

Daley também pode ser encaixado em sua posição de origem. O holandês tem bom passe, visão de jogo e mentalidade defensiva para cumprir a função de volante.

Se levarmos em conta as grandes contratações para o setor ofensivo do United, van Gaal provavelmente teria que pensar em um plano B para seu 3-4-3 e tirar um de seus zagueiros do time, para investir em um possível 4-3-1-2, tendo Rooney/Falcao García e van Persie como referências lá na frente, Mata/Rooney mais recuados, atuando como um “10”, Di María caindo pela esquerda, Blind centralizado e Herrera pela direita.

quarta opção

Na trinca de meio campo, Daley também pode render como meia mais defensivo, recuperando a bola e ajudando na posse.

O treinador, que no começo do campeonato inglês tinha dificuldade para encontrar as peças adequadas para cada setor dos seus onze, agora terá essa “dor de cabeça boa” para montar sua equipe.

Independentemente da posição que irá jogar, a qualidade e competência de Blind farão com que o holandês seja um coringa do time que Louis van Gaal planeja para a temporada. Sendo carta na manga de seu treinador, dificilmente o recém-contratado não terá muitos minutos em campo nesta sua primeira fase na Inglaterra.

(Atualização em 20/10/14)


Goal Daley Blind – West Brom 2-2 Manchester… por ajmirkhanmohmmand

Em seu sétimo jogo com a camisa do United, Blind fez seu primeiro gol pelos Red Devils, tento este que salvou o time da derrota. O holandês tem sido usado praticamente em todos os jogos como volante.

Comentários

Estudante de Jornalismo. Foi editor de futebol alemão e holandês na VAVEL Brasil e cofundador da VAVEL Portugal. É blogueiro do Bayern no ESPN FC (projeto da ESPN Brasil) e completamente Doente por Futebol.