Efeito Copa rende mais de €1,2 bi em transferências

  • por Saimon
  • 3 Anos atrás

EFEITO COPA DO MUNDO JANELA 14 - 15

A Copa do Mundo terminou e um mar de transferências tomou conta do mercado da bola. Com o fechamento da janela europeia nesta segunda-feira, dia 1, diversos personagens do torneio conseguiram mudar de clube, muito por conta das atuações aqui no Brasil pouco tempo atrás.

O Doentes por Futebol fez esse levantamento e mostra para você tudo sobre essa lista, que inclui desde nomes consagrados nas últimas temporadas, como Luis Suárez e Ángel Di María, a jogadores menos badalados antes do Mundial, como os goleiros Keylor Navas e David Ospina, agora transferidos para clubes de ponta da Europa.

Durante a janela, cerca de 240 jogadores mudaram-se de seus antigos clubes. Isso representa 32,60% dos 736 jogadores que jogaram a última Copa do Mundo. Todas essas negociações representaram mais de um bilhão de euros para os clubes envolvidos. Sendo mais preciso, € 1.241.020.000,00 (um bilhão e duzentos e quarenta e um milhões e vinte mil euros).

Mas nem todos esses jogadores foram negociados. Apenas 109 deles entram no cálculo, já que outros 97 se transferiram de graça ou por empréstimo. Já 18 voltaram de empréstimo e também não geraram custos. Por fim, 16 jogadores ficaram sem contrato após a Copa do Mundo.

No top-10 negociações da janela, algumas surpresas. Estão entre os mais caros alguns reservas na Copa do Mundo, como o francês Mangala, o inglês Shaw, e o belga Lukaku, que terminou o mundial como reserva e mesmo assim se tornou a contratação mais cara da história do Everton.

1. €81.25M Luis Suárez (Liverpool -> Barcelona)
2. €80.00M James Rodríguez (Monaco -> Real Madrid)
3. €74.95M Ángel Di María (Real Madrid -> Manchester United)
4. €53.82M Eliaquim Mangala (Porto -> Manchester City)
5. €49.50M David Luiz (Chelsea -> Paris Saint-Germain)
6. €42.50M Alexis Sánchez (Barcelona -> Arsenal)
7. €38.00M Diego Costa (Atletico de Madrid -> Chelsea)
8. €37.50M Luke Shaw (Southampton -> Manchester United)
9. €35.30M Romelu Lukaku (Chelsea -> Everton) * em definitivo
10. €33.00M Cesc Fábregas (Barcelona -> Chelsea)

Já no top-5 das principais ligas, é notável a diferença entre os clubes da Inglaterra e da Espanha sobre os clubes da Alemanha e da Itália. Enquanto sensações como Everton e Atletico de Madrid têm gasto muito dinheiro e atraem quem jogou na Copa, clubes tradicionais como Milan e Internazionale gastaram pouco, talvez por conta da crise do futebol italiano, que cresce a cada dia mais..

INGLATERRA
1. €74.95M Ángel Di María (Real Madrid -> Manchester United)
2. €53.82M Eliaquim Mangala (Porto -> Manchester City)
3. €42.50M Alexis Sánchez (Barcelona -> Arsenal)
4. €38.00M Diego Costa (Atletico de Madrid -> Chelsea)
5. €37.50M Luke Shaw (Southampton -> Manchester United)

ESPANHA
1. €81.25M Luis Suárez (Liverpool -> Barcelona)
2. €80.00M James Rodríguez (Monaco -> Real Madrid)
3. €30.00M Antoine Griezmann (Real Sociedad -> Atletico de Madrid)
4. €30.00M Toni Kroos (Bayern de Munique -> Real Madrid)
5. €22.00M Mario Mandzukic (Bayern de Munique -> Atletico de Madrid)

ALEMANHA
1. €19.40M Ciro Immobile (Torino -> Borussia Dortmund)
2. €10.00M Xabi Alonso (Real Madrid -> Bayern de Munique)
3. €10.00M Matthias Ginter (Freiburg -> Borussia Dortmund)
4. €9.70M Adrián Ramos (Hertha Berlim -> Borussia Dortmund)
5. €8.00M Shinji Kagawa (Manchester United -> Borussia Dortmund)

ITÁLIA
1. €13.00M Kostas Manolas (Olympiakos -> Roma)
2. €8.50M Stefan de Vrij (Feyenoord -> Lazio)
3. €8.00M Gary Medel (Cardiff -> Internazionale)
4. €6.00M Jonathan De Guzmán (Swansea -> Napoli)
5. €5.50M Marco Parolo (Parma -> Lazio)

Entre as seleções, quem mais se deu bem foram Grécia, Suíça e Argélia. Ao fim da Copa, os gregos tiveram 14 jogadores que mudaram de clube. Suíça e Argélia ficaram com 13 jogadores. Apesar de ser a seleção com mais jogadores transferidos, todos os gregos foram comprados ao todo por pouco mais de 32 milhões de euros.

Com relação aos clubes, quatro trouxeram cinco jogadores de Copa durante a janela: Chelsea, Liverpool, Arsenal e Borussia Dortmund. Entre os ingleses, o Chelsea de José Mourinho trouxe Diego Costa, Fábregas, Rémy, Drogba e ainda acertou a volta de Courtois. O Liverpool contratou o trio Lovren, Lallana e Lambert do Southampton, além de Mario Balotelli e o atacante Origi, que ficará mais um ano emprestado ao Lille. Já o Arsenal, de Wenger, comprou Alexis Sánchez, Welbeck, Debuchy e Ospina; o costa-riquenho Joel Campbell voltou de empréstimo. Por fim, o Borussia Dortmund repatriou a estrela Kagawa, e ainda fechou com Immobile, Ginter, Adrián Ramos e Ji Dong-Won.

Três equipes perderam cinco jogadores. O Manchester United não conta mais com Kagawa, Welbeck, Evra, Nani e Chicharito Hernández. O Porto ficou sem Mangala, Defour, Varela, Ghilas e Fucile. Já o Southampton, além de perder o trio Lallana, Lovren e Lambert para o Liverpool, vendeu a promessa Luke Shaw para o United e emprestou o meia Gastón Ramírez ao Hull City.

A janela árabe ainda ficará aberta por mais algum tempo, mas grandes mudanças nas listas e nos valores não devem ocorrer.

Para conferir a lista completa, com os 240 jogadores, clique aqui.

Comentários

Palmeirense, 23 anos. Acompanha futebol em qualquer canto. Fã da ótima geração belga.