Qual país tem mais treinadores na Champions?

  • por Fernando Carreteiro
  • 5 Anos atrás

Na lista dos 32 treinadores que disputarão a fase de grupos da Champions 14/15, Portugal é o país mais representado. A Inglaterra não tem um representante sequer e apenas dois não são nascidos na Europa.

Créditos: worldsoccertalk

Créditos: worldsoccertalk

Quatro portugueses dirigem clubes de fora do país. São eles: José Mourinho (Chelsea), André Villas-Boas (Zenit), Paulo Sousa (Basel) e Leonardo Jardim (Monaco). Somados aos treinadores de Benfica e Sporting, Jorge Jesus e Marcos Silva, respectivamente, conferem aos lusitanos a liderança deste ranking, com seis treinadores ao todo na competição.

Os vizinhos espanhóis vêm logo a seguir. Curiosamente, com um clube português, o FC Porto, incluído no lote, por ter Julen Lopetegui, ex-treinador das seleções de base da Espanha, como treinador. Os outros quatro são Pep Guardiola (Bayern de Munique), Ernesto Valverde (Ath. Bilbao), Luis Enrique (Barcelona) e Michel (Olympiakos).

Em seguida, os franceses, os italianos e os alemães. Três de cada nacionalidade: Arsène Wenger (Arsenal), Rudi Garcia (Roma) e Laurent Blanc (PSG); Carlo Ancelotti (Real Madrid), Massimiliano Allegri (Juventus) e Cesare Prandelli (Galatasaray); ainda Jurgen Klopp (Borussia Dortmund), Roger Schmidt (Bayer Leverkusen) e Jens Keller (Schalke 04).

Imagem: msn.foxsports.com

Imagem: msn.foxsports.com

Curiosamente, há só um treinador britânico na fase de grupos da Champions: é Brendan Rodgers, do Liverpool (que é norte-irlandês, pelo que não há qualquer inglês nesta lista de 32). O Brasil, que nunca teve um número significativo de treinadores no velho continente, segue sem “professores” na Liga dos Campeões. Há apenas dois sul-americanos, e únicos não-europeus, na lista: o argentino Simeone, do Atlético de Madrid, e o chileno Pellegrini, do Manchester City.

O ranking se completa com nove treinadores de nove nações europeias diferentes.

Veja a lista completa dos 32 treinadores da Champions League 2014-2015 por nacionalidade:

PORTUGAL (6)
José Mourinho (Chelsea), André Villas-Boas (Zenit), Jorge Jesus (Benfica), Marco Silva (Sporting), Paulo Sousa (Basel) e Leonardo Jardim (Monaco)

ESPANHA (5)
Pep Guardiola (Bayern de Munique), Julen Lopetegui (Porto), Ernesto Valverde (Ath. Bilbao), Luis Enrique (Barcelona) e Michel (Olympiakos)

FRANÇA (3)
Arsène Wenger (Arsenal), Rudi Garcia (Roma) e Laurent Blanc (PSG)

ALEMANHA (3)
Jurgen Klopp (Borussia Dortmund), Roger Schmidt (Bayer Leverkusen) e Jens Keller (Schalke 04)

ITÁLIA (3)
Carlo Ancelotti (Real Madrid), Massimiliano Allegri (Juventus) e Cesare Prandelli (Galatasaray)

ESLOVÉNIA – Ante Simundza (Maribor)

BULGÁRIA – Georgi Dermendzhiev (Ludogorets)

BIELORRÚSSIA – Alexandr Yermaokovic (BATE Borisov)

NORUEGA – Age Hareide (Malmö)

ALBÂNIA – Besnik Hasi (Anderlecht)

GRÉCIA – Giorgo Dionis (APOEL)

ROMÉNIA – Mircea Lucescu (Shakhtar Donestk)

HOLANDA – Frank de Boer (Ajax)

IRLANDA DO NORTE – Brendan Rodgers (Liverpool)

RÚSSIA – Leonid Slutsky (CSKA Moscow)

ARGENTINA – Diego Simeone (Atlético de Madrid)

CHILE – Manuel Pellegrini (Manchester City)

LEIA TAMBÉM: Os grupos da Champions League 2014-2015

Fonte: Mais Futebol – Portugal

Comentários