Com tangerinas, Srna ajuda Donetsk » DPF

Com tangerinas, Srna ajuda Donetsk

Foto: Divulgação/Shakhtar.com - Crianças de Donestk exibindo seu presente

Foto: Divulgação/Shakhtar.com – Crianças de Donestk exibindo seu presente

Capitão da Seleção Croata e há 11 anos jogador do Shakhtar Donetsk, Darijo Srna, que atualmente também é o capitão de seu time, tomou uma iniciativa muito bonita em prol das crianças de Donetsk, cidade de seu clube. Em função das dificuldades políticas que assolam a região, as quais, inclusive, fizeram com que o time passasse a mandar seus jogos na Lviv Arena – a mais de 1000 km de Donetsk e com menor capacidade –, o lateral direito doou 20 toneladas de tangerinas às crianças da cidade.

A fruta, vinda da cidade natal de Srna, Metkovic, na Croácia, está sendo transportada em trens e será entregue nas escolas primárias da cidade. Espera-se que até o final da semana 23.143 crianças sejam contempladas com a doação, praticamente todas de uma cidade que conta com aproximadamente 975.000 habitantes.

Sobre sua ação, o croata falou ao site oficial do Shakhtar Donetsk:

“Na Croácia, eu também passei por um período em que eu precisei de ajuda. É muito importante existirem pessoas que apoiem em situações difíceis. Donbass e Donetsk me deram muito. E estas tangerinas são apenas um pequeno presente que eu posso dar como agradecimento. Eu respeito muito Donetsk. Esta é a minha cidade. A cidade na qual eu vivo há 11 anos, na qual cresci como futebolista e como pessoa. Os meus pais, o clube e o presidente do Shakhtar Donetsk me ensinaram que em uma situação difícil você precisa ajudar as pessoas! Esse é agora o meu princípio de vida.”

#455542106 / gettyimages.com I Srna é a principal referência do time de Donetsk

Perguntado sobre a ideia quanto à doação de tangerinas, também falou:

“Ela (a ideia) nasceu há muito tempo. Eu pedi apenas que me ajudassem aqui com a logística do transporte, para trazer as tangerinas da Croácia para Donetsk. Não faça isto para que alguém venha me dizer: “Muito bem, Darijo!”. Faço do fundo do coração e da alma. Vou tentar apoiar todos aqueles que dela necessitam. Quantos mais eu ajudar, melhor. (…) Pretendo enviar mais um lote de ajuda humanitária para Donetsk em dezembro. Afinal, todos nós sentimos falta de Donetsk, na nossa cidade natal. Tenho a certeza de que todas as dificuldades em breve terminarão e que voltaremos a estar juntos com os nossos torcedores a comemorar nossas vitórias futebolísticas no Donbass Arena.”

Para alguns, pode até soar engraçada a doação de tangerinas, mas, na conjuntura ucraína atual, risos são raridade e, fazendo bom uso de sua condição, Darijo Srna marcou um golaço.

Foto: Divulgação/ Shakhtar.com - Junto com as tangerinas as crianças receberam um recado de Srna

Foto: Divulgação/ Shakhtar.com – Junto com as tangerinas as crianças receberam um recado de Srna

Comentários

Advogado graduado pela PUC Minas, mestrando em Ciências da Comunicação (Universidade do Minho) e Jornalismo Esportivo (MARCA), 26 anos. Amante do futebol inglês, mas que aprecia o esférico rolado qualquer terra. Tem no atacante Marques e no argentino Pablo Aimar referências; e não põe em dúvida quem foi o melhor jogador que viu jogar: o lúdico Ronaldinho Gaúcho, na temporada 2004/05. Também n'O Futebólogo e na Revista Relvado.