Uma festa Monumental

  • por Fernando Carreteiro
  • 5 Anos atrás

Em menos de 24 horas, cenas paradoxais. Na quarta-feira, o maior Cruzeiro x Atlético da história se desenrolava no gramado do Mineirão enquanto um clarão na arquibancada central “machucava” a alma dos amantes do futebol. Na quinta-feira, o Superclássico argentino decidia uma vaga para a final da Copa Sul-Americana. Nas arquibancadas do Monumental de Nuñez, uma torcida ensandecida, uma paisagem vermelha e branca, uma atmosfera de embasbacar qualquer ranzinza que se atreve a assistir futebol.

Que o torcedor do Atlético-MG não se ofenda, o título da Copa do Brasil foi sensacional, histórico e impressionante. Porém, o foco aqui é outro. Tanto La Bombonera na semana passada como o Monumental ontem ofuscaram qualquer jogo, qualquer decisão, qualquer gol, qualquer comemoração vivenciada nos últimos tempos. É lindo ver um estádio lotado, ornamentado, enfumaçado. É lindo ver uma bagunça nas arquibancadas. O futebol moderno está um saco! Mas é chover no molhado ficar falando sobre isso. Por isso, abrevio o texto em prol de um show de imagens.

Com vocês, o Monumental de Nuñez no dia 27 de novembro de 2014:

A entrada do River Plate em campo:

As imagens do dia:

Comentários