Olho Nele: Jonathan Rodríguez

  • por Gustavo Ribeiro
  • 5 Anos atrás
Arte: Doentes por Futebol

Arte: Doentes por Futebol

Após a eliminação nas oitavas de final da Copa do Mundo, ficou claro que a seleção uruguaia precisava se renovar, dando chances aos novos talentos que estão surgindo no país. Nos últimos amistosos, isso foi evidenciado quando Oscar Tábarez apostou em De Arrascaeta, sensação do futebol sul-americano no ano, como titular desde o início dos jogos. Mas outra aposta que chamou a atenção foi no jovem atacante Jonathan Rodríguez, de 21 anos, destaque do Peñarol.

Nascido na cidade de Florida, Rodríguez sempre mostrou ter muito potencial atuando nos times da cidade. Em 2008, quando tinha apenas 15 anos, foi levado para fazer testes no Peñarol. Seu nível surpreendeu a todos da comissão técnica, que não hesitaram em aprová-lo. Mas jovem e longe de casa, logo sentiu saudades da família e decidiu sair de Montevidéu e voltar para a sua cidade.

Em 2012, o Peñarol conseguiu o empréstimo do atacante pagando ao Atlético Florida um jogo de bolas e fixando seu passe em sete mil dólares, que seriam pagos caso o jogar fosse contrato em definitivo. Com as atuações nas categorias de base, o clube aurinegro sentiu que valeria investir cada centavo no atleta e, no final do ano, pagou empréstimo e ficou com o jogador.

Rodríguez logo foi integrado ao elenco principal e, em agosto de 2013, em jogo válido pela Copa Sul-americana contra o Cobreloa, fez sua estreia oficial coma a camisa aurinegra, entrando durante a partida. Com os atacantes do time vivendo uma temporada irregular, Rodríguez foi ganhando cada vez mais minutos até virar titular.

Nesse seu começo de trajetória no clube, vale ressaltar a importância do técnico Jorge Gonçalves, que já conhecia o atacante de outras épocas. Antes de assumir o comando técnico do time principal, Gonçalves era técnico das categorias de base e chegou a comandar Jonathan Rodríguez em algumas categorias.

https://www.youtube.com/watch?v=6EMeO9dPXS8

Seu primeiro grande momento, sem dúvidas, foi no dia 24 de novembro daquele ano, no seu primeiro clássico. Enquanto todos apostavam que o jogo seria decido pelas estrelas Pacheco, Alonso ou Zalayeta, eis que um garoto de 20 anos, em seu primeiro derbi, marca dois e dá o passe para outro e vira a grande estrela do espetáculo. A peleja terminou com vitória aurinegra por 3×2 sobre o Nacional e Jonathan Rodríguez foi o nome do jogo.

“El Cabecita”, como foi apelidado, logo virou titular e, mesmo jovem, mostrava que suportava a responsabilidade de ser uma das referências do time. Em sua primeira temporada, Jonatha Rodríguez disputou 32 jogos, sendo 22 como titular, marcou 13 gols e deu sete assistências. Ótimos números para um jovem atacante em sua primeira temporada em um clube grande.

Tendo como preferência o lado esquerdo do ataque, Rodríguez se mostra um atacante versátil, podendo atuar aberto pelos flancos ou centralizado, fazendo a função de centroavante. Finalização e boa condução de bola são algumas de suas características.

Durante a última janela de transferências, o nome de Jonathan Rodríguez não saía dos jornais. Isso porque o atacante estava sendo negociado com o Sporting Braga, de Portugal, que chegou perto de anunciar sua contratação. Mas, por causa de uma lesão detectada durante os exames médicos, a transferência não foi concretizada e o jogador foi obrigado a retornar ao Peñarol. Segunda a imprensa portuguesa, a negociação giraria em torno dos 6,5 milhões de euros.

Mesmo decepcionado com a não-concretização da negociação, Jonathan Rodríguez retornou ao Peñarol e continua mostrando porque figurou na nossa lista de revelações do futebol sul-americano em 2013. No atual Campeonato Uruguaio, em que o Peñarol ocupa a terceira posição, El Cabecita mantém as boas atuações, mesmo com números mais discretos. Em nove jogos disputados, marcou quatro gols e deu três assistências.

Jonathan Rodríguez mostra ter muito potencial, mas sente falta de um time mais consistente para auxiliá-lo a evoluir e ter chances de disputar títulos. Isso ficou evidente nos jogos da Copa Libertadores e do atual Campeonato Uruguaio, em que viu o rival Nacional ser campeão com extrema folga.

Mas o grande momento do atacante na temporada aconteceu no último dia 13 de outubro. Convocado para o amistoso contra a seleção de Omã, Rodríguez entrou faltando três minutos para o final do jogo e, mesmo assim, deixou sua marca em um belo chute da entrada da área, coroando seu primeiro jogo com a Celeste.

Assista todos os gols de Jonathan Rodríguez na sua carreira:

Comentários

Projeto de jornalista, mineiro, 20 anos. Viu que não tinha muito futuro dentro das quatro linhas e resolveu trabalhar dando seus pitacos acompanhando tudo relacionado ao futebol, principalmente quando a pelota rola nas canchas dos nossos vizinhos sul-americanos. Admirador do "Toco y me voy" argentino, também escreve no Sudaca FC e tem Riquelme e Alex como maiores ídolos.