Ángel Correa, a aposta de Cholo Simeone

  • por Victor Limeira
  • 6 Anos atrás
Arte: Doentes por Futebol

Arte: Doentes por Futebol

Toda vez que um bom jogador surge, o mundo do futebol já começa a se curvar e observar essas joias, com a esperança de que surja um novo craque. Foi assim que começou a história de Ángel Correa, que, com apenas 17 anos, já desfrutava de sua técnica com a camisa do San Lorenzo, clube que o projetou para o futebol e o colocou no caminho de Atlético de Madrid e também da seleção argentina Sub-20, que disputa o Sul-Americano, no Uruguai. Mas Correa já teve que enfrentar diversos obstáculos, mesmo em uma carreira curta, mas repleta de superações.

Saindo de Rosário com 12 anos para buscar a carreira tão sonhada de jogador profissional, Ángel Correa já teve que enfrentar dois baques logo no primeiro ano de categoria de base. Primeiro, perdeu o irmão. Pouco tempo depois, o pai. Dois desfalques que quase fizeram o ‘pibe’ desistir de seu sonho. A sua mãe, Marcela, foi a grande responsável por apoiá-lo e praticamente obrigá-lo a não desistir, já que o mesmo teria muito pela frente na base do San Lorenzo.

Chamado pelo treinador Juan Antonio Pizzi aos 17 anos para ingressar aos profissionais, Correa fez dois gols que definitivamente o colocaram no futebol. O primeiro contra o Boca Juniors, clássico em que o Ciclón venceu por 3 a 0.

;

Em seguida, na última rodada, o jovem atacante marcou o gol que selou o rebaixamento do gigante Independiente, no Estádio Libertadores da América.

;

Sendo assim, Pizzi foi obrigado a colocar Correa de titular, que brilhou no segundo semestre de 2013 e de quebra conquistou o título do Torneio Inicial, colocando o San Lorenzo de volta à Copa Libertadores da América, torneio que faltava na sala de troféus em Boedo.

;

No começo de 2014, Pizzi anunciava sua saída para comandar o Valencia. Mas a chegada de Edgardo Bauza só fez com que o futebol de Ángel Correa crescesse, mostrando para a América Latina que o atacante tinha um futuro incrível.

https://www.youtube.com/watch?v=j8MO6ETE-X4

Principalmente quando marcou um gol em cima do Grêmio, chamando a atenção de Diego Simeone, que imediatamente pediu que os dirigentes do Atlético de Madrid viessem atrás do atacante. Afinal, teria tempo suficiente para negociar com os espanhóis, já que a Libertadores parava para a disputa da Copa do Mundo.

Arte: Doentes por Futebol

Arte: Doentes por Futebol

Sendo assim, Correa foi para Madri realizar os tradicionais exames médicos para selar a negociação e jogar pelos colchoneros. Todavia, o jovem atacante sofreu mais um baque. Exames cardíacos detectaram um tumor benigno no ventrículo do coração, obrigando o jogador a fazer uma microcirurgia cardíaca, em Nova Iorque, podendo deixá-lo fora dos gramados e jogar fora todo o seu sonho e de sua mãe.

Será que Correa ainda conseguiria manter toda aquela boa velocidade, o chute preciso, os dribles desconcertantes e a inteligência dentro de campo, mesmo após esse sério problema?

Os médicos do clube espanhol garantiram que Correa conseguiria colocar em prática seu futebol em apenas seis meses, sem riscos de vida.

O título da Copa Libertadores, conquistado por seus companheiros, foi um estímulo, já que Correa não deixou de ir ao Nuevo Gasometro incentivar o San Lorenzo das tribunas, além das ligações de Diego Simeone, que sempre mostrou estar ao lado do jogador:

“Diego me apoiou muito em todos os momentos difíceis. Ele quer que eu jogue o máximo de minutos no Sul-Americano, pois eu estava seis meses sem atuar. Tenho que aproveitar muito essa oportunidade”

Oportunidade que está sendo muito bem aproveitada até o momento. Mais uma vez, Correa conseguiu superar seus problemas e mostra dentro de campo todas as suas qualidades. Já foram três gols no Sul-Americano Sub 20 com a pesada camisa da Argentina e tendo ainda o Hexagonal Final pela frente, enfrentando a Colômbia, Brasil, Paraguai e o Uruguai. Jogos que certamente deixarão o atacante ainda mais pronto para vestir a camisa do Atlético de Madrid e se firmar como a promessa colchonera.

Mais oportunidades para ficarmos de Olho Nele!

;

(Atualização em 08/02/2015)

Protagonismo e redenção: A reafirmação de Correa

Arte: Doentes por Futebol

Arte: Doentes por Futebol

Se ainda pairavam dúvidas sobre as condições físicas de Ángel Correa para jogar futebol, jogo a jogo o jovem craque argentino vai provando que a aposta de Simeone em sua recuperação será muitíssimo bem paga. Emocionado, Correa declarou ao Pasión Libertadores logo após o apito final do jogo decisivo contra o Uruguai:

“Pensar que faz oito meses que estive à beira da morte e hoje posso festejar o título com meus companheiros é algo inesquecível.”

O camisa 11 argentino só faltou fazer chover na campanha vencedora dos portenhos no Sul-americano Sub-20 2015. Ángel foi o grande craque do time e da competição.

O colchonero teve 07 participações em gol (04 assistências e 03 gols) em 07 jogos disputados. Confira alguns belos lances que mostram o tamanho da classe e do potencial de crescimento desta joia argentina.

Olho Nele!

Golaço que selou o título argentino:

Belíssimo passe de trivela para o gol sobre o Brasil:

Comentários