Libertadores da Espanha » DPF

Libertadores da Espanha

  • por Lulu
  • 5 Anos atrás
Tridente encantado: Suárez, Neymar e Messi  celebrando um dos gols do Barça | REUTERS

Tridente encantado: Suárez, Neymar e Messi celebrando um dos gols do Barça | REUTERS

Com grande atuação da “tríplice coroa” – cada um guardou um gol –, o Barcelona venceu o Atlético num jogo repleto de confusão, polêmica, truculência, catimba e principalmente bom futebol. Ninguém amarelou nas disputas de bola, então quase todos os jogadores tomaram cartão amarelo e se exaltaram durante os 90 minutos.

Na primeira etapa, Neymar e Luizito colocaram o time da casa na frente em jogadas originadas por Lionel Messi. O argentino possivelmente pôs a mão (braço, melhor dizendo) no lance do gol do uruguaio, mas depois viu o árbitro “compensar” marcando um pênalti mandrake a favor da equipe de Madrid no segundo tempo, convertido por Mandzukic.

Os últimos 45 minutos registraram belas jogadas individuais de Messi, Neymar e Iniesta, além do ímpeto latente dos comandados de Simeone, que implantou o espírito de Libertadores nos seus atletas. Tudo caminhava para um final de peleja indefinida.

Porém, antes dos acréscimos e após 7 jogos de jejum contra a vítima da vez, o camisa 10 quebrou o tabu pessoal e marcou seu 21º gol diante do Atlético, que foi valente, mas não tão competente quanto o time dos 3 craques sul-americanos. Portanto, 3 a 1 para os anfitriões catalães e nada alterado na tabela de classificação, ambos continuam no encalço do Real, mas agora o Barça está só a 1 ponto de diferença.

Comentários

Homem garoto de convicções grisalhas formado em Ciência da Menstruação, Agronomia Espacial, Lirismo Marginal e Terapia Libidinosa. Com repertório vocacional fincado em irreverência, improviso, cinismo lúdico e boleiragem plena.