Griezmann, estrela francesa em ascensão

  • por Israel Oliveira
  • 4 Anos atrás

GRIEZMANN CAPA

A nova safra da França vem revelando diversos jogadores para todos os setores. Se na defesa o principal nome é Raphael Varane e no meio-campo é Paul Pogba, o ataque dos azuis está fundamentado em Antoine Griezmann.

;

;

;

;

Leia mais: A nova geração de ouro francesa

Início e saída da França:

Nascido e criado em Mâcon, uma comuna francesa da região da Borgonha,  Griezmann fez inúmeros testes em equipes de maior visibilidade após ser rejeitado pelo clube local (EC Mâcon) devido a sua baixa estatura e fragilidade física.

Quando treinava com o Montpellier, se destacou numa partida contra a academia do PSG, chamando a atenção da Real Sociedad. Os olheiros ficaram impressionados com sua qualidade, e o que era pra ser um teste no clube basco com duração de duas semanas virou um contrato completo, assinado pelos pais do jogador – Antoine na época tinha apenas 14 anos.

GRIZMANN E LASARTE

Lasarte e Grizmann comemorando o acesso da Real Socieadad para a Primeira Divisão Espanhola, em 2010.

O francês foi promovido ao elenco principal aos 19 anos por Martín Lasarte, na época treinador dos blanquiazules, iniciando a pré-temporada em 2009-2010. Estreou em jogo válido pela Copa do Rei contra o Rayo Vallecano, entrando aos 33 minutos do segundo tempo. Em sua primeira temporada, foi um dos destaques do time na Liga Adelante, marcando 6 gols na campanha que levou a Real Sociedad de volta à elite do futebol espanhol. Como reconhecimento por seu excelente desempenho, a Real Sociedad valorizou sua joia, que foi cobiçada por diversos clubes europeus, como Lyon, Auxerre, Saint-Etienne, Manchester United e Arsenal.

Em abril de 2010, o francês teve contrato renovado até 2015 com multa rescisória de €30 milhões. No mesmo ano, venceu o Europeu sub-19 com sua seleção, acompanhado de Bruno Martins Indi (que escolheu a Holanda), Lacazette, Kakuta (pivô de uma punição ao Chelsea) e Coquelin. Com 2 gols, foi vice-artilheiro de sua pátria.

;

Primeira temporada em La Liga:

Na sua primeira temporada na primeira divisão, foi titular em 34 das 37 partidas em que esteve disponível. A Real Sociedad sofreu para permanecer na Liga BBVA, ficando a apenas dois pontos do primeiro rebaixado. Os 7 gols de Griezmann foram importantes, sendo o artilheiro da equipe junto com Xabi Prieto. Desde cedo, impressionava por sua astúcia e leveza em campo, mas era um tanto imaturo, e tomou tantos cartões amarelos quanto assinalou tentos.

;

Evolução, um atacante mais completo:

Na temporada seguinte (2011-2012), também marcou 7 gols, mas acrescentou um elemento importante ao seu jogo: passes decisivos. Griezmann anotou 5 assistências para gols no período.

Num time que cumpriu tabela na maior parte do campeonato, Griezmann iniciou o que viria a ser, em 2013-2014, uma dupla letal e importante com o mexicano Carlos Vela. Mais maduro, direcionou seu talento para o jogo coletivo e ampliou sua gama de habilidades.

;

Rumo à Liga dos Campeões:

Em 2012-2013, viveu seu grande momento em grupo pela Real Sociedad. Tendo sido mantido pelo clube após boa proposta do Atlético de Madrid – que optou por Arda Turan –, Griezmann mostrou ser também um profissional focado, dotado de uma postura responsável, apesar do assédio de times maiores. Aumentou sua artilharia (10 gols) e levou o time para a Liga dos Campeões, 10 anos depois da histórica equipe de Xabi Alonso, Nihat e Kovacevic.

;

Auge ao lado de Carlos Vela:

Leia mais: A nova dupla da Real Sociedad

Em 2013-2014, teve seu ápice individual. Se na fase de grupos da Liga dos Campeões ficou zerado, foi o artilheiro da Real Sociedad na temporada espanhola junto com Carlos Vela, com incríveis 16 gols em 35 jogos. O ponta-esquerda encontrou sua melhor versão atuando em velocidade, sempre com espaço para se mexer e chegar na área, aproveitando sua habilidade e poder de finalização.

Seu grande desempenho o levou para a seleção principal pela primeira vez, em março de 2014. Didier Deschamps foi pressionado e não deu outra: Antoine Griezmann foi convocado para a Copa do Mundo. No Brasil, não impressionou – o francês não marcou gols nem deu passes, apesar de ter entrado em todas as partidas, mas ficou evidente seu refinamento com a bola nos pés. Este momento de oscilação, entretanto, não foi o suficiente para manchar sua brilhante temporada.

;

Temporada 2014-2015: Griezmann colchonero

Seria impossível para o clube de San Sebastián segurar o jogador, cujo contrato expiraria em 2015. Para não perder seu maior valor de graça, a Real Sociedad negociou Griezmann com o Atlético de Madrid por €26 milhões. O clube colchonero foi elogiado pela contratação, tendo em vista as boas perspectivas do francês para o futuro e pelo preço “baixo” desembolsado, já que se trata de um atleta nitidamente acima da média e com potencial de crescimento.

O começo na capital espanhola, contudo, não foi às mil maravilhas. No atual campeão espanhol e vice-campeão europeu, Griezmann teve que enfrentar dura concorrência. A equipe de Diego Simeone perdeu sua dupla de ataque (David Villa e Diego Costa), e a repôs com jogadores completamente diferentes. O garoto Saúl Ñíguez ganhou espaço no começo de temporada por sua versatilidade, e Raúl García, figura emblemática da força do cholismo, revezava com Griezmann no ataque (ou encostando nele como um quinto homem de meio-campo). A única certeza era a presença de Mario Mandžukić.

Sua bola escorada para Mandžukić na Supercopa da Espanha deu o título ao Atlético, mas, mesmo assim, Simeone não estava convencido de que o jogador, gracioso com a bola nos pés, trabalharia sem ela, e se adaptaria a um jogo mais intenso e curto, sem tanto espaço para arrancar e movimentar. Em seus primeiros 22 jogos, guardou 5 gols, iniciando apenas 10 partidas como titular.

;

Adaptação sob a batuta de Cholo:

Sua reação começou no surpreendente Athletic Bilbao 1 x 4 Atlético de Madrid. Atrás no placar, o Atlético de Madrid viu em Griezmann seu salvador. Seu desempenho foi marcado por oportunismo, qualidade para finalizar, habilidade para prender a bola e preencher os espaços corretos. Num ambiente hostil como é o San Mamés, o Atleti teve o Griezmann dos sonhos. Graças a sua noite inspirada, em que marcou seu primeiro hat-trick como profissional, Antoine Griezmann foi eleito o melhor jogador da Rodada 16 de La Liga e, finalmente, o francês cravou seu lugar na equipe titular.

Desde esse dia, seu divisor de águas na temporada, Griezmann vem sendo o destaque ofensivo do Atlético. Com sua qualidade técnica, se adaptou ao estilo mais aguerrido exercido por Cholo Simeone, e passou a ser dominante também no jogo aéreo, marcando gols de cabeça e escorando bolas para seus parceiros de ataque. Moldou-se de forma excepcional ao jogo mais pensado e físico, num ataque onde todas as ações se baseiam na aproximação, passes curtos e jogadas em profundidade.

Contra o Real Madrid, nos dois confrontos na Copa do Rei, demonstrou ter atingido o pico de sua maturidade. Em um time que se fechou e propôs o contragolpe, lutou astutamente contra a defesa, se apresentando para os meias e iniciando todas as jogadas ofensivas. Consagrou Torres no Bernabéu com duas assistências, e ainda meteu na trave após drible desconcertante em Pepe. O zagueiro português procura Griezmann até hoje.

E não só Kepler ficou na saudade frente ao atacante colchonero. No fatídico 4×0 diante do atual campeão da Europa, Griezmann causou o caos na defesa blanca, perturbando os dois laterais, participando de um jogo rápido com a bola no pé e sempre penetrando na área. Seu gol após superar Varane em disputa pela bola e seu belo passe para Fernando Torres servir Mario Mandžukić mostram o quanto está preparado para jogos grandes.

;

Protagonismo e máximo destaque do Atlético de Madrid:

Nos últimos 11 jogos pelo Campeonato Espanhol, são 11 gols e 2 assistências, desempenho que eleva seu retrospecto pelo time rojiblanco. Em 20 partidas como titular, participou de 20 gols – 15 gols e 5 assistências (3 contra o Real Madrid). Sua fase excepcional foi reconhecida pela LFP, com o prêmio de jogador do mês (janeiro), seu primeiro em cinco anos de Liga.

Em um 2015 avassalador, são 8 gols e 3 assistências em 10 jogos. É o quinto na tabela de artilharia (14 gols, empatado com Carlos Bacca) do Campeonato, atrás apenas do trio muitíssimo mais badalado Messi, Cristiano Ronaldo e Neymar, estando à frente de jogadores da linhagem de Bale, Benzema e Mandzukic.

Griezmann tem necessitado de apenas 106 minutos para assinalar um tento, estando atrás somente, novamente, do trio de ferro supracitado. Com apenas 23 anos, é o terceiro maior artilheiro francês na história de La Liga, atrás de Benzema (82) e Benbarek (58). Griezmann tem 53 gols e cada vez mais aumenta seu legado na terra da tourada.

No vídeo acima, entre outras coisas, Simeone rasga elogios ao recém-contratado colchonero:

Griezmann cresceu muito. Ele chegou com características definidas de um ponta esquerda e aos pouquinhos temos trabalhado com ele para que possa jogar noutras posições, e para que ele seja mais agressivo defensivamente, com a intensidade tática para competir com os melhores, e penso que ele se adaptou da melhor maneira possível. Ele teve um formidável período de dezembro a janeiro, é um jogador veloz e com grande controle de bola, marca gols, pode cabecear, saltar e é muito inteligente taticamente. Aos poucos, ele ganhou sua vaga entre os jogadores importantes deste clube.

Na fase mais importante da temporada até o momento, em que o Campeonato Espanhol vai afunilando e se inicia o mata-mata da Champions League, o Atlético ganha seu quarto destaque ofensivo.

O jovem francês vem fazendo uma excelente dupla com Mandžukić no que diz respeito a movimentação, proteção, e alinhamento defensivo. Tudo isso é executado pelos dois em uma sincronia impressionante, especialmente se levado em consideração que estão juntos no clube há pouco mais de meia temporada. Somados, ambos tem 36 gols na temporada regular (19 de Mario Mandžukić).

;

Versatilidade e entrega a serviço da equipe:

De fato, o garoto mostrou estar apto para um jogo mais dedicado e moderno, conseguindo usufruir de sua qualidade técnica mesmo exercendo um jogo mais físico. Como prova de sua versatilidade, já jogou pela direita e esquerda no Atlético, sempre sendo a peça que altera o sistema ofensivo do time. Se na Real Sociedad era um legítimo atacante pelo lado, se consolidou jogando mais próximo do gol, atuando num terreno mais apertado. Na França, corriqueiramente ocupa a faixa direita. Pode ser o diferencial para o 4-4-2 variar pra 4-2-3-1 ou 4-4-1-1, sendo winger ou ponta de lança. Griezmann se sobressai em qualquer situação.

Disse Simeone sobre o jovem e seu esforço para entrar na filosofia do Atlético de Madrid:

“Mais do que apenas os objetivos, que são importantes para ele e para a equipe, eu gosto quando ele volta pra marcar, trabalha, e quando ele ganha a bola de volta e é capaz de encontrar as melhores posições para atacar. Ele pode jogar em posições diferentes, bem como como na ala onde ele jogou antes. Nem todos os jogos são iguais e pode haver momentos em que todos os atacantes podem jogar. ”

Com a Euro 2016, a ser sediada na França, se aproximando, o destaque colchonero vem caminhando para ser o grande nome, entre os jovens, do ataque francês. Praticamente já consolidado no Atlético de Madrid em apenas seu começo no clube (marcando um gol ou dando passe para seus companheiros marcarem a cada 91 minutos,) Antoine Griezmann vai caminhando para fazer história no futebol espanhol.

Acompanharemos o desenvolvimento deste ótimo jovem jogador. Fique conosco e mantenha-se informado!

 

Chuva de gols no mês de abril

(Atualização em: 19/04/2015)

Após um período de seca de gols (Griezmann ficou de 21/02 a 04/04 sem marcar), Antoine voltou a encontrar as redes e ser letal. O francês marcou 06 gols nos últimos 04 jogos de La Liga, ultrapassou Neymar na tabela de artilharia, e segue firme para ser o “artilheiro humano” do campeonato espanhol. Chamamos assim aquele que consegue chegar mais próximo de Messi e Cristiano Ronaldo, os monstros que monopolizam a disputa pelo troféu Pichichi.

E o atacante francês segue sua sequência impressionante no campeonato espanhol. Com os 02 gols marcados contra o Elche (25/04/2015), Antoine Griezmann já marcou 08 gols nos últimos 05 jogos. Com seus 22 tentos, o atacante colchonero superou Karim Benzema e agora é o francês a marcar mais gols numa temporada de La Liga.

A ascensão de Griezmann continua!

Comentários