Obrigado, Cruzeiro!

“Eu não quero ter razão, quero ser feliz.”

cruob

Quem não quer, né? Mas é bem difícil ser feliz quando se trabalha com marketing esportivo no Brasil. Ter a chance de tocar um projeto bom, consistente e de longo prazo é como ganhar na Mega-Sena da Virada. Ainda mais se for pra internet.

Mas sempre há uma esperança. E essa tem nome, sobrenome e cinco estrelas no peito. O Cruzeiro Esporte Clube fechou uma parceria com o Ibope Repucom para medir o retorno dos seus patrocinadores nas redes sociais. Um clube pioneiro. Como o Leônidas da Silva dando a primeira bicicleta. Coisa linda!

Com a ferramenta, eles serão capazes de identificar impacto, engajamento, retorno financeiro – da exposição das marcas e menção em texto dos patrocinadores – e os melhores formatos das ações criadas. Mensurações que a internet, ao contrário das mídias tradicionais, é capaz de oferecer. E que é bastante interessante para todos os envolvidos.

Não apenas para justificar os investimentos dos parceiros, mas porque, a meu ver, pode abrir espaço para patrocínios exclusivos na internet. Os valores provavelmente seriam menores por não haver exposição em massa, mas isso permitiria segmentação mais eficiente e garantiria uns trocados a mais muito bem-vindos para o clube. Chega de leiloar o uniforme e deixar a camisa parecendo um folheto de supermercado. Por que não vender espaço nos canais do clube de maneira inteligente?

Vocês podem ver os resultados que eles descobriram clicando no link lá de cima. Mas o importante aqui é que a gestão profissional tem dado as caras no clube. Gerenciar bem os recursos, contratar com inteligência, manter o técnico por um longo período… Coisas que tendem a trazer excelentes resultados, como o bicampeonato brasileiro comprova.

Agora só faltava descobrir que eles usam recursos como o DataScout e o VideoHub, por exemplo. Aí seria emoção demais para o meu coração carioca publicitário. Mudava pra Minas e o escambau.

Independentemente disso, obrigado, Cruzeiro. Quem sabe a gente não consegue ser feliz e ter razão em breve?

Comentários

Sou coordenador de redes sociais do America-RJ e planejamento publicitário. Escrevo sobre marketing esportivo e futebol. Etc e tal.