Por um lugar ao Sol: França (Ligue 2)

  • por Lucas Sousa
  • 5 Anos atrás
Arte: Doentes por Futebol

Arte: Doentes por Futebol

Regulamento: 20 equipes jogam entre si em dois turnos. Ao final das 38 rodadas, os três primeiros colocados garantem acesso direto à Ligue 1 (primeira divisão). Os três últimos colocados são rebaixados para o Championnat National (terceira divisão).

O retrospecto recente da Ligue 2 aponta para um torneio equilibrado, decidido apenas nas últimas rodadas. Nas últimas dez edições, apenas uma vez o líder teve seis ou mais pontos de vantagem para o segundo colocado a nove rodadas do fim. Aconteceu na temporada 2011/2012, quando o Bastia estava a nove pontos de distância do Reims. Agora, restando exatamente nove rodadas para o encerramento do torneio, o Troyes quebra este pequeno tabu.

O Troyes assumiu a liderança e construiu sua vantagem na virada dos turnos. Na 15ª partida, começou uma sequência espetacular de sete vitórias consecutivas e sem levar um gol sequer. Quando esse ótimo momento chegou ao fim, na 21ª rodada, o time já tinha sete pontos de vantagem na liderança. De lá pra cá, aconteceu uma queda no rendimento e as vitórias em sequência sumiram, mas o time ensaia uma recuperação estando há três jogos sem perder.

Sua liderança poderia estar seriamente ameaçada – ou até mesmo perdida – se o principal concorrente do momento tivesse aproveitado a má fase do primeiro colocado. Vice-líder na ocasião, o Stade Brestois (ou apenas Brest) entrou em declínio no mesmo período que o Troyes, vencendo apenas duas partidas e atualmente ocupa a quinta posição. Dijon e GFC Ajaccio, terceiro e quarto colocados na época, não decaíram, mas também não subiram. Ao menos conseguiram diminuir a vantagem para o líder de nove para oito pontos.

Quem aproveitou tudo isso foi o Angers. Sexto colocado na 21ª rodada, o pequeno time do oeste francês engrenou, venceu seis das oito partidas e perdeu somente uma vez. Nenhum time conquistou mais pontos que ele neste período. Com isso, veio o salto para a segunda colocação, seis pontos atrás do líder. Se não tivesse feito um primeiro turno tão inconsistente, talvez estivesse mais próximo da liderança.

Tendo em vista o calendário do Troyes, ainda é possível tirá-lo do topo. O líder ainda enfrenta Dijòn, Angers e Stade Brestois. Mas a briga esquenta mesmo é na disputa das outras duas vagas que levam à Ligue 1. Angers, Dijon, GFC Ajaccio e Brest são os principais candidatos. O Sochaux venceu na última rodada, diminuiu a distância do terceiro colocado para quatro pontos e ainda sonha. Quem também alimenta esperanças é o Nimes, que, embora esteja a cinco pontos da posição de acesso, vem embalado por três vitórias seguidas.

Na luta contra a degola, duas vagas parecem decididas. A menos que comece uma reação histórica, o Arles-Avignon, vice-lanterna e oito pontos longe da segurança, será rebaixado. O outro condenado é a Châteauroux, lanterna que vem de três derrotas consecutivas. Tours, Ajaccio e Valenciennes tentam fugir da última vaga, mas parece que não tem ninguém muito a fim de escapar do rebaixamento tão cedo. Nas últimas seis rodadas, esses três times, juntos, conseguiram apenas uma vitória. Sem vencer há oito jogos e a quatro pontos de sair do rebaixamento, o Tours é o mais propenso a queda.

Ao que tudo indica, a disputa pelas últimas duas vagas na elite será muito boa. Angers e Dijon vivem bom momento, o Brest é inconstante e as partidas como visitante do GFC Ajaccio preocupam. O Troyes está bem próximo do título, mas precisa retornar aos trilhos para confirmá-lo, e o retrospecto recente joga a favor: nos últimos dez anos, nenhum time que tinha mais de um ponto de vantagem na liderança faltando nove rodadas para o final perdeu a taça.

Foto: Reprodução (ogol)

Foto: Reprodução (ogol)

Comentários

Mineiro e estudante de jornalismo. Admira (quase) tudo que cerca o futebol inglês, não esconde seu apreço por times que jogam no contra-ataque (sim, sou fã do Mourinho) e acha que futebol se discute sim. Também considera que a melhor invenção do homem já ultrapassou os limites do esporte.