Piqué abre o armário e mostra uma coleção de camisas de respeito!

  • por Tiago Lima Domingos
  • 6 Anos atrás

O juiz apita, fim de jogo. Jogadores trocam camisas e você se pergunta: “será que eles guardam todas elas?”. Gerard Piqué, zagueiro da Seleção Espanhola e do Barcelona, guardou boa parte em sua carreira profissional. O defensor publicou nesta semana em suas contas no Instagram e no Twitter algumas das relíquias trocadas com companheiros de profissão. O resultado é um show de camisas históricas de dar inveja a muito colecionador.

Começando com uma de Carles Puyol dada de presente ao zagueiro. Foi utilizada em um jogo de Champions League, quando Puyol era apenas um menino e usava  número 32.

Piqué também compartilhou as camisas que trocou com os adversários enfrentados no caminho do título da Copa do Mundo da Espanha em 2010, na África do Sul, com  exceção da trocada com Huntelaar na final, que está emoldurada.

 

Fase de Grupos: Suíça (Frei), Honduras (Ramon Nuñez), Chile (Waldo Ponce)

Oitavas de final: Portugal (Cristiano Ronaldo)

Quartas: Paraguai (Lucas Barrios)

Semifinal: Alemanha (Miroslav Klose)

Final: Holanda (Huntelaar)

Por fim, Piqué abriu o armário e mostrou outra boa parte da coleção, com camisas de clubes e seleções. Entre elas, constam as de alguns brasileiros como Pato, Ronaldinho e Neymar. A de Neymar, inclusive parece ser a usada contra a Espanha na final da Copa das Confederações. Há camisas de grandes craques como Pirlo, Lampard, Shevchenko, Henry…

Um seguidor brincou com Piqué dizendo que a coleção não estava completa sem ter o número 16 e mandou uma foto da camisa de Thomas Gravesen, na época de Celtic. O zagueiro entrou na brincadeira e respondeu com uma camisa número 16 trocada com Kun Agüero, do Manchester City. Nada mal, não?!    

Comentários

Carioca e rubro-negro. Do Rio de Janeiro a Milão. Doente por futebol, é claro. E apaixonado pelo Calcio.