A redenção de Keylor Navas

  • por Israel Oliveira
  • 4 Anos atrás
(atualização: 04/10/2015)

Defesas importantes no Dérbi madrilenho:

NAVAS SALVADOR

Em mais um jogo em que a frágil defesa do Real Madrid foi testada, Keylor esteve lá para cumprir seu papel e ajudar o time. Após lambanças sucessivas de Sergio Ramos, Fernando Torres acabou por ser derrubado pelo zagueiro dentro da área e o árbitro marcou pênalti. Navas se agigantou e pegou o pênalti (seu segundo no campeonato) e deu sua contribuição para que os merengues não saíssem com as mãos vazias do Vicente Calderón. Pena, para Navas, que o time viria a ser vazado por Luciano Vietto, ao apagar das luzes (83”).

https://youtu.be/dO0ehXUKtyM?t=2m20s

Mas o resultado poderia ter sido ainda pior, não fosse mais uma atuação de alto nível do goleiro titular do Real Madrid 15/16.

Jackson Martínez que o diga:

 

12083914_837727923009539_823263969_n


 

 

Seguiremos a trajetória de redenção de Navas na atual temporada, a cada momento relevante, pode ficar certo de que atualizaremos a presente matéria.   Fique por dentro da difícil chegada do costarriquenho ao Real Madrid e seu calvário até finalmente receber sua merecida chance:

;

Existe goleiro craque?

Pode ser difícil tachar um goleiro utilizando-se de um adjetivo mais usual para jogadores de linha. O “antagonismo” do goleiro no jogo (sua função é a de impedir o momento máximo da partida: o gol) tende a diminuir toda a análise sobre sua importância. Se for possível chamar goleiros de altíssimo nível de craques, certamente Keylor Navas mereceria estar nesta seleta lista.

Temporada mágica no Levante e campanha histórica na Copa do Mundo:

Desde a temporada 2013/2014, o costarriquenho se solidificou como um goleiro de elite, “escondido” no humilde Levante. Foram incríveis 16 clean sheets, conduzindo sua frágil equipe ao décimo lugar na Liga, e a incrível marca de quinta melhor defesa da Liga das Estrelas, notabilizada por jogos francos e abertos.

ranquin-mejores-porteros-Liga-espanola_LNCIMA20140325_0065_5

Desempenho esse que mais tarde foi reconhecido pela LFP (Liga de Fútbol Profesional) como melhor goleiro do Campeonato Espanhol 13/14, superando o badalado Thibaut Courtois, postulante ao posto de segundo melhor do mundo – levando em consideração a hegemonia de Manuel Neuer.

Consagrando seu momento, praticamente despercebido pelo grande público, chegou a Copa do Mundo no Brasil. Na histórica campanha dos chicos, se a Costa Rica tinha em Bolaños e Campbell sua esperança de encontrar boas jogadas no ataque, viu em Keylor Navas um homem capaz de carregar um país inteiro em suas costas, suportando ataques de grandes potencias mundiais como Holanda, Inglaterra e Itália.

Não por acaso, a seleção da América Central chegou nas quartas de final, com participação decisiva do ‘portero de cristo’ em todos os jogos, principalmente contra  a Grécia, onde segurou o adversário com um a mais e foi a figura central das penalidades.

Transferência dos sonhos (ou pesadelo?) para o Real Madrid:

Satellite

Como nota da nova gestão de Florentino Pérez, o Real Madrid tem suprido suas deficiências ou reformulações no elenco através da Copa do Mundo. Se em 2010 os escolhidos foram Mesut Özil , Sami Khedira e Ángel Di Maria, após a edição de 2014 o pacote conteve James Rodriguez, Toni Kroos e Keylor Navas.

Clique e leia mais sobre a dificuldade que o Real Madrid possui na hora de encerrar o vínculo com suas bandeiras históricas

Clique e leia mais sobre a dificuldade que o Real Madrid possui na hora de encerrar o vínculo com suas bandeiras históricas

Com o nível decadente de Iker Casillas, era esperado que, com justiça, Navas assumisse a titularidade da meta madrilenha, ou pelo menos tivesse superioridade em minutos, como no fiel rodízio de Carlo Ancelotti com o santo e Diego Lopez (que saiu para o Milan por falta de espaço).

Mau presságio para Navas?

Capture

Antes de prosseguirmos cronologicamente com a matéria, permita um pequeno adendo curioso a respeito da atribulada trajetória de Navas no Real Madrid. Num papo informal, promovido pelo Marca, entre Alfredo Di Stéfano e leitores do periódico, a lenda argentina respondeu que tinha grande preferência por Keylor Navas (ainda em seus tempos de desconhecido no Levante) como goleiro. As aspas – que viriam a ser destacadas futuramente, após a transferência do goleiro para Madrid – podem muito bem ser interpretadas como mensagem premonitória (muito provavelmente involuntária) do ex-presidente de honra do Real Madrid para Navas e para a direção do clube:

“Gosto muito de Keylor Navas como goleiro, deveriam dar mais oportunidades a ele”.

O treinador italiano acabou optando pela lenda espanhola, sobrando para o costarriquenho raríssimas oportunidades, como no confronto contra o Basel na Liga dos Campeões, onde foi responsável pelos merengues saírem vencedores em sua visita na Suíça.

Enquanto Iker recebia inúmeros questionamentos a sua performance – justos, teve um número enorme de falhas – Carlo Ancelotti se mostrou indisposto a negociar sua titularidade, bancando o arqueiro até o fim. O resultado de tudo foi o Real Madrid sair sem títulos na atual temporada, onde embora Casillas não tenha responsabilidade alguma pela eliminação diante da Juventus (convenhamos, se esforçou pra eliminar os blancos contra o Schalke), erros pontuais deixaram a Liga Nacional mais distante do clube da capital, que fraquejou na reta final do campeonato.

Comparações entre Navas e De Gea pipocavam nos sites especializados. Parecia questão de tempo até que o espanhol chegasse para, mais uma vez, relegar o costarriquenho longe da meta do Madrid.

Comparações entre Navas e De Gea pipocavam nos sites especializados. Parecia questão de tempo até que o espanhol chegasse para, mais uma vez, relegar o costarriquenho longe da meta do Madrid.

A ascensão de De Gea na Inglaterra, conduzindo heroicamente o Manchester United para a zona de classificação para a Uefa Champions League, sendo importantíssimo em vários jogos, naturalmente ligou seu nome ao Real Madrid. Sem muitos movimentos possíveis no mercado, seria o sucessor natural de Iker Casillas, pela qualidade, nacionalidade e pompa, o nome à ser ventilado em Chamartín durante a janela de transferências da temporada seguinte.

Após o naufrágio da negociação entre Manchester United e Real Madrid por De Gea, mesmo assim Navas parecia não ter boas perspectivas no clube merengue.

Após o naufrágio da negociação entre Manchester United e Real Madrid por De Gea, mesmo assim Navas parecia não ter boas perspectivas no clube merengue.

Iker foi-se embora e De Gea não veio, porém, mesmo assim, Navas sempre pareceu com um pé fora do Real Madrid.

Apoio da torcida e do elenco:

Em meio aos imensos burburinhos sobre sua saída do Real Madrid, Keylor, com sua humildade característica, seguiu trabalhando e defendendo com ardor as luxuosas traves do Santiago Bernabéu.

Contra o Bétis, fez uma defesa importante quando o placar estava 1-0, pegou um pênalti e foi ovacionado pelo grande estádio, que clamava por seu nome. A torcida madridista mostrou-se ao lado do arqueiro, pedindo sua permanência no clube.

Ao ser perguntado sobre qual gol da goleada de 5-0 preferia, Marcelo protegeu e encheu a bola de Keylor Navas:

“Fico com a defesa de Keylor. Ele é um grande goleiro, tem nossa confiança e vai nos ajudar muito.”

Um dia após seu ápice em Madrid, o movimento mais famoso da janela que se fechou. Real Madrid e Manchester United fariam uma ‘troca’ entre Keylor Navas e De Gea, que não ocorreu devido a parte burocrática não fechada entre as equipes – cada instituição deu sua versão.

Em entrevista a Cadena Copa, Navas deixa bem claro seu sentimento de tristeza com o tratamento dado pela cúpula do Real Madrid.

Em entrevista a Cadena Copa, Navas deixa bem claro seu sentimento de tristeza com o tratamento dado pela cúpula do Real Madrid.

Navas ficou cinco horas no aeroporto com sua família aguardando o desfecho de uma possível transferência ao clube inglês, que aparentemente não aconteceu por parte dos Red Devils, já que o Real Madrid estava ansioso por trazer o goleiro espanhol e se livrar de Keylor.

“Foi um dos piores dias da minha carreira profissional. Eu chorei quando a janela de transferências fechou, junto a minha esposa. Sou humano e tudo explodiu pra mim. Fui obrigado a ficar sentado no aeroporto por horas aguardando uma definição”.

 

Perseverança recompensada com Recordes:

navas

O Real Madrid sempre se destacou por seu volume ofensivo, por seus milhares de homens de frente poderosos, que seguravam a barra de quem lá trabalhava atrás, às escondidas. Por isso, parece engraçado dizer que 04 jogos sem tomar gols em La Liga é um recorde que há 35 anos estava intacto, e que 5 jogos sem sofrer gols é a maior marca do clube em sua história sem ter suas redes balançadas de acordo com a súmula.

Poderia-se dizer – erroneamente – que Navas quase não tem trabalho, que sua importância neste grande feito é complementar, que o trabalho defensivo o traz descanso, mas não é isso que acontece. Keylor Navas vem manipulando e maquiando o desempenho defensivo do Real Madrid.

O Real Madrid de Benitez marca mal, apesar de medidas precavidas como o não apoio simultâneo dos laterais e volantes mais plantados. Na falta de talento defensivo, tudo explode na sempre qualificadíssima dupla de zaga, e quando por ali passar, no goleiro.

https://www.youtube.com/watch?v=C4bw-9EIyVY

Na temporada corrente, Navas tem no mínimo 7 defesas de topo, que só goleiros de um patamar soberbo podem fazer. No Sábado, na medonha partida contra o Granada, foi o bombeiro no meio do fogo exercido pelo rápido ataque comandando por El Arabi. Com duas defesas brilhantes, cara-a-cara com os inimigos, segurou um resultado magro e improvável pela apresentação coletiva do conjunto.

Goleiro de Puro Talento:

NAVAS DESTAQUE
Quem olha para o time do Real Madrid, vai visualizar jogadores badalados, de grande influência no campo e no extra também, rodeados pela pompa que o clube carrega. Chegando ao gol, vemos o “patinho feio” nesta constelação brilhante.

Relativamente baixo para sua profissão (mede 1,83 m) não parece tão imponente no gol. Porém, se fôssemos descrever Navas numa palavra seria: agilidade. Possuiu um talento raro e nato, contando agilidade e reflexos fora do comum pra sair do gol com velocidade, usar os pés e cair pros lados protegendo toda a grande meta de 9 metros.

O leque de defesas na temporada em andamento mostra o quão completo é Keylor Navas, que é desafiado constantemente em finalizações dentro da área por jogo aéreo, finalizações diante do seu rosto e chutes desviados de fora da área.

Podemos dizer que Navas é um quebrador de paradigmas: costa-riquenho, goleiro, excelente, atuando no Real Madrid e que vai resistindo a toda aura estelar do clube, com seu talento, humildade e personalidade.

Real Madrid não precisa de De Gea, pois Keylor Navas olha pra qualquer goleiro no mundo e sabe que não deve nada para ninguém, embora as aparências possam enganar.

Leia mais: Abundância de goleiros de alto nível no futebol mundial

Comentários