Imigrantes da Bola 008 | A imigração e o papel do futebol

  • por Felipe Simonetti
  • 4 Anos atrás

Capa900px

Fome, desamparo, desespero e… futebol. Essas são palavras que fazem parte do dia a dia das centenas de milhares de refugiados que tem deixado a África e o Oriente Médio para tocar suas vidas no continente europeu. Eles deixam o (des)conforto de seus lares com medo da fome, bombardeios e terrorismo e rumam para uma vida melhor em países de primeiro mundo. Infelizmente, contudo, nem sempre são bem recebidos.

Radicais xenofóbicos discriminam os imigrantes (legais e ilegais) crendo em uma falsa invasão de propriedade, entretanto, há quem os trate bem. O mundo do futebol sempre foi visto como acolhedor e propício para a inclusão e é neste ambiente que os estrangeiros encontram uma ponta de felicidade. Com o apoio dos principais clubes da Europa eles podem durante ao menos 90 minutos de bola rolando, dentre outras atividades, se esquecer do que já passaram.

Apoiados nesse contexto de diversos verbetes negativos e, é claro, o futebol, o Imigrantes da Bola 008 com Matheus Tatsch (@MatheusTatsch) faz a importante ponte entre os temas internacionais com o futebol para debater as questões de imigração e, principalmente, o papel do esporte bretão na inclusão.

Portanto, embarque nessa viagem ao som da crítica social de Kendrick Lamar, King Kunta, dê o play e saiba como anda a situação de imigração na Europa.

Download | Itunes | Feed

[01min23 Pauta]

[35min17 Fora das 4 Linhas]

Conteúdos Citados

Texto: A questão da dupla-cidadania na Alemanha

Filme: Günesi Gördüm (Eu Vi o Sol)

Podcast: Mamilos 37 – Refugiados, Déficit fiscal e Cultura Acessível

Emails, sugestões, críticas, pedidos, reclamações e tudo que houver de melhor (e quem sabe de pior), pode enviar para [email protected] ou deixar um comentário via SoundCloud ou logo abaixo no post que ele será amistosamente lido na próxima edição.

Comentários

Capixaba que se mudou para BH e passou a dividir sua paixão principal pelo São Paulo com o Atlético Mineiro, ama acima de tudo, o futebol. Graduando em Relações Econômicas Internacional pela UFMG, podcaster do Imigrantes da Bola e doente por futebol, esse sou eu.