Olho Nele: Domenico Berardi, o carrasco do Milan » DPF

Olho Nele: Domenico Berardi, o carrasco do Milan

  • por João Almeida
  • 4 Anos atrás
(Atualização: 25/10/2015)

Oitavo gol sobre o Milan:

https://www.youtube.com/watch?v=R7HZyOkqonM

Em 06 confrontos contra os rossoneri (05 pela Serie A e um pela Copa Itália), o jovem de apenas 21 anos já marcou incríveis 08 gols.

Esse canhotinho vai longe, talento ele vai demonstrando que tem de sobra. Não é qualquer um que faz isso jogando de ponta direita e atuando por um modesto clube do Calcio.

;


;

Aos 20 anos e nove meses, chegou ao seu trigésimo gol na Serie A. Lionel Messi tinha um mês a menos quando atingiu tal feito na liga espanhola – mas também precisou de doze jogos a mais para alcançá-lo.

OLHO NELE - BERARDI

posições em que joga

São apenas 21 anos de idade, 62 jogos, 31 gols e 18 assistências no Campeonato Italiano.(1) Tudo isso jogando por um pequeno clube, que costuma flertar com a zona do rebaixamento, e atuando pelos lados do campo.

https://www.youtube.com/watch?v=uvLxucicD_o

Só contra o gigante Milan, o jogador já tem um poker (4 gols em um jogo) e uma tripletta na conta.

Idade, definitivamente, não é documento para o italiano Domenico Berardi, do modesto Sassuolo.

Precoce desde o início

Berardi chegou às categorias de base do Sassuolo com 16 anos. O já promissor jovem precisou de apenas dois anos para ser utilizado no time principal do clube, que à época disputava a Serie B, e de apenas 5 dias como profissional para marcar seu primeiro gol.

https://www.youtube.com/watch?v=2Fgd6YkE6II

Mesmo com 18 anos, o garoto rapidamente assumiu a titularidade e o protagonismo na equipe, que viria a ser campeã do torneio. Foram 11 gols e um título nacional em sua temporada de estreia.

Essa ascensão meteórica foi suficiente para chamar a atenção de gigantes europeus, como a Juventus, que se antecipou e acertou com a joia em co-propriedade com o Sassuolo. Entretanto, a Juve manteve Berardi no clube de origem, uma vez que estava com o time fechado e queria ver o desempenho do garoto no primeiro escalão do futebol italiano.

A afirmação no topo

Por incrível que pareça, a temporada de estreia de Berardi na Serie A foi ainda mais bem sucedida que a na Serie B. Mesmo com seu time brigando para não cair até a última rodada e terminando o campeonato na última posição fora da zona do descenso, ele foi o sétimo maior goleador do certame, com 16 gols, além de seis assistências.

O incrível feito do jovem de 19 anos estampou a capa da Gazzetta Dello Sport

O incrível feito do jovem de 19 anos estampou a capa da Gazzetta Dello Sport

Nessa mesma temporada, tornou-se o segundo jogador mais jovem a fazer quatro gols em uma mesma partida pela Serie A e também o primeiro a fazê-lo em cima do Milan.

Além da noite especial contra o time rossonero, também fez outras duas triplettas na mesma edição, diante de Sampdoria e Fiorentina – e tudo isso com 19 anos, atuando sempre pela ponta direita.

https://www.youtube.com/watch?v=DACPgTohf2Y

Na temporada seguinte, a Juventus novamente não se interessou por utilizá-lo e, desta forma, novamente o viu brilhar novamente no Sassuolo. Desta vez, foram 15 gols, 10 assistências e a sexta posição na tabela de artilharia da competição. O suficiente para fazer o Sassuolo abrir o bolso e desembolsar 10 milhões de euros para contratá-lo em definitivo.

VALOR DE MERCADO

Há de se notar que a Juve ainda segue o desenvolvimento do jovem, pois manteve cláusula de recompra do jogador.

Nem tudo são flores

Por mais que Berardi seja hoje um dos mais promissores e valiosos jovens jogadores do mundo, a indisciplina é seu principal problema. O sexto lugar na tabela de maiores goleadores da última edição da Serie A foi algo que contrastou com o quarto lugar no ranking de mais cartões amarelos recebidos. Ao todo, acumula 23 amarelos e dois vermelhos em apenas duas edições da primeira divisão italiana.

Além disso, nunca teve grandes chances nas seleções italianas de base, justamente por seu mau comportamento. Na sub-19, não atendeu a uma convocação e foi excluído da lista de convocados. Na sub-21, atuou poucas vezes devido à sua indisciplina na Serie A, que também foi preponderante para nunca ter disputado uma partida sequer pela seleção principal, mesmo sendo um dos grandes destaques de seu país por duas temporadas consecutivas.

Outro argumento daqueles que o criticam é o de que muitos de seus gols são marcados de pênalti. E, de fato, ele marcou 12 de seus 31 gols pelas Serie A em cobranças na marca da cal. Todavia, há de se destacar que ele assumiu o posto de cobrador de sua equipe aos 18 anos, o que já é algo notável, bem como seu excelente aproveitamento em cobranças desse tipo.

Um futuro tão brilhante quanto o presente

Domenico Berardi é, no entanto, apenas um garoto. Com 20 anos, pode ser instável emocionalmente, mas, com a experiência que for ganhando com o tempo, é natural que a questão da disciplina seja driblada por ele.

O jogador, hoje, é dono da jovem equipe do Sassuolo. Na última temporada, jogou o tempo todo atuando pelo flanco direito do ataque no 4-3-3 dos neroverdi, ao lado de Simone Zaza (hoje jogador da Juventus) e Nicola Sansone. Por mais que seja veloz e ágil, não faz o estereótipo do jovem rápido e arisco que joga pela ponta, que tem como principal virtude a velocidade.

Berardi é um jogador completo. Do alto de seu seus 1,83m, tem ótima visão de jogo, bom passe e, principalmente, pega muito bem na bola. Não é raro ver gols seus de falta ou batendo de longe, assim como também é comum que dê belos passes para gol, com cruzamentos precisos.

Devido à idade, ainda tem um longo caminho para percorrer. Contudo, já é uma realidade, pela expressividade dos números de alguém com tão pouca idade, em um campeonato tão competitivo – ainda mais na posição e no clube em que joga. Destaca-se por uma qualidade técnica acima da média e por ter muita personalidade, às vezes até demais. É, sem dúvidas, um talento precoce e que merece ser aproveitado pela seleção italiana.

Olho Nele!

Comentários