Quem é Martial, o francês mais caro que Zidane

  • por Israel Oliveira
  • 4 Anos atrás
 (Atualização: 19/12/2015)

Golden Boy 2015: Martial eleito o melhor sub-21 da Europa

GOLDEN BOY 2015

Se o Manchester United não vem correspondendo dentro de campo e vem sendo duramente criticado por seu pobre futebol apresentado – com direito a eliminação na fase de grupos da Champions League –  Anthony Martial, apesar de tudo, não pode reclamar de seu ano de 2015. O prodígio francês foi agraciado com o prêmio Golden Boy, láurea encabeçada pelo jornal italiano Tuttosport e que conta com votação dos 30 jornais mais tradicionais da Europa, incluindo nomes de peso como L’Équipe, Marca e The Times.

Martial sucede Raheem Sterling no prêmio e se junta a uma lista seleta que conta com Lionel Messi, Cesc Fabregas, Sergio Aguero, Wayne Rooney, Paul Pogba entre outros. No mínimo, é sinal que potencial para o estrelato o jovem possui.

https://www.youtube.com/watch?v=rbgUaBIANIA


(Atualização: 21/10/2015)

Primeiro gol em Champions League pelo United:

 

De vilão a “herói”, em pouco mais de uma hora. Foi o que aconteceu com Martial no jogo em que marcou seu primeiro gol com a camisa do Manchester United, em jogo válido pela Champions League. O francês cometeu pênalti infantil ao dominar a bola com a mão dentro de sua área, porém, demonstrou – mais uma vez – ter personalidade e não se abater frente a pressão. Martial demonstrou frieza e recurso ao cabeçar a bola para o fundo das redes e pelo menos conseguir um empate fora de casa contra o CSKA.

10461973_10153301080077746_4809916607831985903_n


 

(Atualização: 07/10/2015)

Reconhecimento dos fãs ingleses e primeiro prêmio individual:

MARTIAL MELHOR DE SETEMBRO, ELEITO PELOS FÃS (PFA)

Em votação organizada pelo Sindicato de Jogadores Profissionais da Inglaterra (PFA), os torcedores ingleses elegeram Martial como o Melhor Jogador do Mês de Setembro. Os 4 gols e 01 assistência conseguidos em 05 jogos disputados ajudaram o jovem francês a conquistar o tradicional e democrático prêmio:

SETEMBRO MARTIAL


 

(Atualização: 12/09/2015)

Estreia de sonho no Teatro dos Sonhos:

Nem o torcedor mais otimista esperaria que o adolescente mais caro da história iniciaria sua trajetória marcando num clássico contra o rival mais tradicional do United. E não é que Martial conseguiu esta façanha frente ao Liverpool?

https://www.youtube.com/watch?v=P2KSsNWAbYk

ESTREIA MARTIAL


(Atualização: 10/09/2015)

“Foi um montante ridículo de dinheiro, mas é o mundo louco em que vivemos”.

Desta maneira que Louis Van Gaal respondeu quando perguntado sobre o valor da transferência de Anthony Martial, num evento destinado a torcedores do Manchester United. Junte-se o peso do montante, mais o baixo grau de notoriedade do jovem em questão e a péssima forma com que seu novo treinador o “blinda” de cobranças, a trajetória do francês não parece ser muito promissora no clube inglês…


;

Quem é Martial?

A vida do jovem Anthony Martial jamais será a mesma após a janela de transferências 2015 / 2016.

https://www.youtube.com/watch?v=Rups8obfpKI

Tido como mais um atacante promissor da boa safra francesa de jovens, vinha em crescimento no AS Monaco FC, assumindo o protagonismo do ataque do time do principado com as saídas de Falcao García, Ferreira Carrasco e Berbatov.

Fonte: skysports.com

Arte: skysports.com

Após ser o jogador sub-20 que mais marcou gols dentre as  5 principais Ligas da Europa, um movimento inesperado: transferência para o Manchester United por 50 milhões de euros – que pode chegar a 80.

ROONEY - KANE - KARIM

Os Red Devils contavam com Wayne Rooney como referência e liderança no ataque – ressaltada ainda mais pela saída de Robin Van Persie. Mas a má fase do atacante inglês alterou os planos para a temporada. O Shrek mostrou no começo da temporada muita lentidão pra se movimentar na frente, se posicionando mal e executando gestos técnicos de forma incomum e muito abaixo de seu nível habitual. Nomes como Harry Kane, Karim Benzema e Charlie Austin foram ventilados em Old Trafford, porém, na última hora, sem conseguir trazê-los e agregar qualidade, o United fez um movimento surpreendente ao injetar quantia surreal num atacante que – até então – sequer havia atuado pela seleção principal de seu país.

Contando os valores de bônus, pagos se Martial cumprir certas metas, o valor de sua transferência pode ultrapassar até mesmo Zidane como o francês mais caro da história.

Contando os valores de bônus – pagos se Martial cumprir certas metas – o valor de sua transferência pode ultrapassar até mesmo Zidane como o francês mais caro da história.

O diretor esportivo do Mônaco descreveu como irrefutável a proposta do Manchester United:

“Queríamos que o jogador ficasse pelo menos mais um ano, mas o Manchester United fez uma proposta simplesmente incrível. Não poderia ser recusada nem por nós nem pelo jogador. Anthony demonstrou o seu valor em campo, como outros jovens, e a saída dele, ainda que não estivesse programada, demonstrou a grande qualidade da nossa rede de observadores que há dois anos recomendou a sua contratação”

Mas quem é este francês e o que pode ter feito o Manchester United investir tão alto em sua contratação? É a pergunta que tentaremos responder abaixo:

O começo

Aos 14 anos, foi descoberto pelos olheiros do Lyon, logo ingressando na academia do time. Com 32 gols em 21 jogos, aos 16 anos já fazia parte do time principal do Lyon. Na sua frente, tinha Lisandro LópezBafetimbi Gomis brigando por posição no ataque e, logo Alexandre Lacazette e Benzia também lhe faziam frente no elenco de cima.

A transferência de Martial foi ainda mais surpreendente, pois o jovem havia renovado com os monegascos até 2019

A transferência de Martial foi ainda mais surpreendente, pois o jovem havia renovado com os monegascos até 2019

Já alimentado pelo dinheiro do magnata Dmitry Ryblovlev, o Mônaco viu em Martial um excelente prospecto para o futuro, e não teve problema algum em injetar 3,5 milhões de libras na jovem promessa. Assim como em seu clube anterior, lhe faltaria espaço, já que Radamel Falcao chegou com pompa estelar para comandar a nova etapa do clube e os flancos já eram ocupados respectivamente por Germain, Riviere e Lucas Ocampos. Pra piorar a situação, Claudio Ranieri buscava acomodar James Rodriguez no time, e com a futura lesão do Tigre, foi atrás de Dimitar Berbatov.

Aparição na elite e Características do jogador

Foto: AS Monaco - Stéphane Senaux

Foto: AS Monaco – Stéphane Senaux

Com nova filosofia do Mônaco, dando valor aos jovens, Leonardo Jardim foi moldando seu grupo ao longo da Ligue 1, instaurando inicialmente um 4-2-3-1/4-3-3, apostando na velocidade de seus extremos, como Bernardo Silva (ou Dirar) e Ferreira Carrasco. Na primeira parte da temporada, Martial foi um suporte importante para a movimentação do ataque, se aproveitando de sua velocidade e ritmo interessante, principalmente entrando no segundo tempo e deparando-se com pernas adversárias cansadas.

Leia mais: O novo Mônaco… novo mesmo

Mas foi na última parte da temporada que o atacante explodiu. Visando o contra-ataque e explosão, Martial se fixou no time inicial, mas atuando como referência. Sua capacidade de criar espaços, se movimentar entre linhas e seu poder destruidor no mano a mano lhe solidificaram em um alto patamar. No período Março-Abril, engatou bela sequência de 8 gols em 9 jogos, sempre jogando como camisa 9.

https://www.youtube.com/watch?v=ZF85IZOLT6M

Habituado a participar no flanco direito, no confronto contra o Arsenal, nas oitavas de final da Liga dos Campeões, exibiu sua versatilidade ofensiva e um bom cumprimento tático ao defender as subidas de Hector Bellerín, que acabou sendo infernizado pela agudez de Martial. Como prêmio, uma bela atuação servindo Berbatov para marcar o segundo gol da vitória épica no Emirates Stadium.

https://www.youtube.com/watch?v=uPnxxkn7S_E

Na temporada 2015/2016, foi o grande destaque contra o Valência, sendo por muitas vezes a única luz da equipe, partindo pra jogada individual, convidando os meias a participarem do jogo e sendo muito intenso contra o ‘solto’ time dos Chés. A partir dessas exibições, era esperada que tivesse temporada mais sólida – evoluindo – porém sem grandes responsabilidades nos seus ombros e nos do jovem e promissor time do Mônaco.

MARTIAL X HENRY

A comparação com Henry é dura e acrescenta ainda mais peso ao jovem Martial. Mas com os valores da transferência e sua procedência do Mônaco, não haveria como não fazê-lo.

Esteticamente, lembra o lendário atacante Thierry Henry, que foi revelado pelo seu ex-clube. O perfil alto, de velocidade, poucas passadas para o gol lembra a lenda gunner, apesar de Martial ainda ser imaturo tecnicamente. Seu jogo de passes é deficiente, e deve aprimorar seu primeiro toque, onde já mostrou progressão em seus primeiros gols com a camisa red devil. Se no mano a mano é letal, seu drible curto ainda se encontra em evolução, demonstrando grandes dificuldades para levar a bola em territórios minúsculos. Seu gol carregando a bola entre a defesa do Liverpool demonstram um potencial rico no atributo. O jogador tem feitos coisas em seus primeiros jogos que não costumava fazer com frequência em seu antigo clube e vem demonstrando sobriedade diante do goleiro.

MARTIAL FRANCE

Martial estreou pela seleção francesa num amistoso contra Portugal.

Apesar dos contras ditos acima, Anthony Martial é um dos atacantes mais promissores do mundo, e suas falhas são perfeitamente entendíveis por sua rodagem pequena e idade. O treinador da seleção principal, Didier Deschamps, foi somente elogios ao comentar sua primeira convocação para o selecionado principal francês:

“Eu o convoquei por que ele possui velocidade e força física, qualidades num nível que não pude encontrar noutro jogador. Estou procurando jogadores assim; agora veremos como ele irá se adaptar a equipe.”

O que realmente incomoda é que o valor depositado por seus serviços deveria ser direcionado a jogadores prontos e que cheguem pra resolver. Este que vos escreve enxerga a vultosa negociação como manobra deliberada de inflação do mercado, por parte do Manchester United.

Onde entra no United?

O francês de 80 milhões de euros já chegou ganhando a camisa 9 do United

O francês de 80 milhões de euros já chegou ganhando a camisa 9 do United

Como já dito acima, o desempenho duvidoso de Wayne Rooney no começo da temporada abriu essa brecha ao clube para procurar um atacante. Deveria ser um nome que resolvesse, mas não é. Como deixar o jovem mais caro da história no banco? É complicado, mas seria o mais correto a se fazer.

Martial 9

Mas, vislumbrando sua presença em campo, é possível desenhar seu posicionamento como centroavante, se movimentando, encostando bolas para os meias que apoiam e procurando finalizar as jogadas preparadas principalmente pelos flancos. Resta saber onde iria entrar Wayne Rooney, já que a meia-cancha está devidamente reforçada com Schweinsteiger, Schneiderlin e Carrick.

Martial ponta direita

Como extremo direito, deslocaria Juan Mata para ser o armador da equipe, sendo a ponta esquerda aparentemente inegociável para Van Gaal. Na esquerda é praticamente inimaginável ver Martial por lá, já que é o território onde Memphis apresenta seu melhor futebol, buscando o meio pra finalizar e tendo mais facilidade pra jogadas individuais.

Opinião:

valor de mercado

Esta talvez seja a mais absurda transferência da história do futebol. Praticamente NADA justifica investir 80 milhões de euros num jogador que mal completou 02 anos como profissional e cujo valor de mercado não passava de 1/10 do que lhe foi investido. O problema todo é que fica impossível não levar todas as cifras envolvidas na hora de avaliar o futuro desempenho do jovem francês.

11917679_10153208570712746_4491915740073268792_n

“United é um clube gigantesco e eu espero estar apto a mostrar tudo o que posso fazer”. Se depender da expectativa criada pelas cifras, Martial terá MUITO o que mostrar em campo.

Anthony Martial é bom jogador e não merece ser crucificado por – mais uma – ida desenfreada e irrefletida dos Red Devils ao mercado de transferências. Porém, resta saber como o jovem irá lidar com a monstruosa pressão infligida a ele pelos números e pela estratosférica expectativa criada por eles. Se serve de algum alento, pelo menos o jovem já começou respondendo de maneira franca a pergunta que não quer calar: ele vale tudo isso mesmo?

“Não sei se valho 80 milhões, mas não sou responsável dos valores. Claro que é uma loucura para um jogador da minha idade, mas tento esquecer isso. Vou pelo projeto esportivo e pelo preço que acordaram os dois clubes”

Ser mais caro que Zidane não deve ser nada fácil.

CAPA L'EQUIPE - MARTIAL MAIS QUE ZIDANE

Comentários