Áustria Viena não pode se empolgar com liderança da Bundesliga

Curta o Futebol nos Alpes no Facebook e siga no Twitter.

A campanha do Áustria Viena nesta edição da Bundesliga tem sido totalmente oposta à da última edição, quando terminou em uma vexaminosa 7ª colocação. Hoje a equipe da Generali Arena tem conseguido jogar bem e apresentar uma certa regularidade, e esta (finalmente) foi coroada com a liderança do certame, ao término da 14ª rodada.

Qualquer tipo de empolgação com a liderança, no entanto, deve ser evitada. É compreensível que haja certa euforia quando algum dos times de Viena toma a frente do campeonato – foi assim com o excelente início do Rapid -, visto que ninguém mais aguenta ver o Red Bull Salzburg dominando a Áustria e passando vergonha a nível continental. Mas dois motivos fazem com que essa animação dos torcedores Violetas se torne restrita apenas até o próximo final de semana.

Vitória contra o Mattersburg deu ao Áustria a liderança do campeonato: grande feito, mas é preciso ter calma (Foto: Reprodução/Áustria Viena)

Vitória contra o Mattersburg deu ao Áustria a liderança do campeonato: grande feito, mas é preciso ter calma (Foto: Reprodução/Áustria Viena)

O primeiro deles é que o campeonato ainda não chegou nem na metade. Estamos na 14ª rodada, faltam mais 22 para que (talvez) a hegemonia do Red Bull Salzburg seja quebrada. Não só os torcedores dos times de Viena, mas também de todos os demais clubes da Áustria, gostam quando o time da fabricante de energéticos se dá mal, mas ainda falta muito para que haja razão para festa.

E o segundo motivo, para mim, é o mais importante de todos. Para acabar com a hegemonia do Salzburg, é preciso, mais do que tudo, de regularidade. É do conhecimento de todos que os Touros, quando embalam, dificilmente são segurados. O Áustria, como você leu no começo do texto, tem conseguido convencer com sua ótima sequência de vitórias. Tem sido regular. Mas até quando terão fôlego para dizer que se encontram em uma situação confortável?

Apenas três pontos separam Áustria de Salzburg na tabela. Ambos se enfrentarão na próxima rodada, a ser realizada no dia 7 de novembro. O jogo será em Viena, e a possibilidade de os Violetas abrirem seis pontos é muito grande.

Como dito lá em cima, o termo “empolgou” não pode existir pelos lados do sul de Viena. Empolgação gera muita expectativa, que gera nervosismo, que gera tropeços. O Rapid Viena perdeu a gordura espetacular do começo do campeonato exatamente dessa forma. O mesmo pode-se dizer do surpreendente Admira Wacker, que até cinco rodadas era líder. O Áustria, que não tem compromissos em competições continentais nesta temporada, precisa aproveitar a boa fase e a derrota do Red Bull na última rodada para seguir tentando fazer seu torcedor esquecer a traumática temporada 2014/2015.

Para isso, não pode vacilar como seu rival. Para isso, precisa se sustentar na liderança. Para isso, precisa aproveitar seu mando de campo e vencer o próximo compromisso pelo Austriacão, justamente contra o rival.

Siga Bruno Secco no Twitter

Comentários

Estudante de Jornalismo. Foi editor de futebol alemão e holandês na VAVEL Brasil e cofundador da VAVEL Portugal. É blogueiro do Bayern no ESPN FC (projeto da ESPN Brasil) e completamente Doente por Futebol.