DPF Recomenda: Futebol & Guerra

DPF RECOMENDA DESTACADA 2016

;

O amante do futebol que se preza, se não conhece, já ouviu falar do mítico caso do Dínamo de Kiev na II Guerra Mundial.

Reza a lenda que um escrete incrível do clube kievano teria despedaçado uma equipe composta por oficiais nazistas e sido brutalmente assassinada como represália, em uma Ucrânia ocupada pela Alemanha hitlerista, no início dos anos 40. No entanto, essa história sempre coloca dúvidas na cabeça das pessoas, afinal de contas há poucos, muito poucos, registros do que aconteceu nesta época.

421694

Disposto a desvendar esse mistério, o jornalista Andy Dougan conta em “Futebol & Guerra: Resistência, triunfo e tragédia do Dínamo na Kiev ocupada pelos nazistas”, com uma base e uma pesquisa incrivelmente detalhista, o que de fato aconteceu na capital ucraniana naqueles dias.

A história mais provável aponta enorme semelhança com a popularmente difundida, mas é menos dramática (embora não menos trágica), de forma que espalhar a versão que conhecemos foi mais conveniente aos fins do governo soviético e, inegavelmente, eficiente. A despeito disso, nada impediu um jornalista escocês de buscar a verdade.

Como aperitivo, saiba, caro leitor, que a equipe que enfrentou os alemães não era propriamente o Dínamo, cujos membros haviam sofrido muito com a tomada de Kiev pela Alemanha. Do sonho de um homem influente e das profundezas de uma importante padaria, grande parte de um antigo e formidável time do Dínamo foi reunida durante a guerra, criando o FC Start, que não só envergonhou o time da Luftwaffe, mas reduziu a pó todos os que o enfrentaram, em um torneio incentivado pelos Nazi.

Todavia, mais do que revelar as nuances de um mito, após inserir o leitor no contexto histórico da Ucrânia, “Futebol & Guerra” revela a conjuntura de uma das mais terríveis dominações nazistas na Segunda Grande Guerra, explorando de maneira brilhante o futebol, que nada mais é do que um instigante plano de fundo da história.

Para quem gosta de história, geopolítica e futebol, o livro é pedida obrigatória. A obra trabalha com um grande tema que passa por muitas nuances, desde a mudança de mãos por que Kiev passou durante muitos séculos, até a retomada da cidade pela URSS na Segunda Guerra, perpassando a gênese do futebol ucraniano e a de seu mais vitorioso clube.

O DpF Recomenda!SELO DPF RECOMENDA

Comentários

Advogado graduado pela PUC Minas, mestrando em Ciências da Comunicação (Universidade do Minho) e Jornalismo Esportivo (MARCA), 26 anos. Amante do futebol inglês, mas que aprecia o esférico rolado qualquer terra. Tem no atacante Marques e no argentino Pablo Aimar referências; e não põe em dúvida quem foi o melhor jogador que viu jogar: o lúdico Ronaldinho Gaúcho, na temporada 2004/05. Também n'O Futebólogo e na Revista Relvado.