DPF Recomenda: The Outsider: A History of the Goalkeeper

  • por Levy Guimarães
  • 4 Anos atrás

DPF-RECOMENDA-DESTACADA-2016

Talvez nenhuma posição dentro de campo tenha passado por tantas transformações – sob todos os ponto de vista – desde que o futebol foi criado como a de goleiro. Visto como o patinho feio do esporte bretão (ou um “outsider”), as funções, características e o modo como ele é visto pelos torcedores e pela sociedade vivem em constante mudança de acordo com o tempo e até mesmo o país.


É justamente isso que explora o livro The Outsider: A History of the Goalkeeper, de 2012, escrito pelo jornalista inglês Jonathan Wilson – provavelmente a publicação mais completa e abrangente já lançada sobre goleiros.

The Outsider: A History of the Goalkeeper
Contando com a contribuição de diversos jornalistas pelo mundo, Wilson relembra e apresenta histórias sobre os maiores goleiros de todos os tempos. O leitor conhece desde figuras consagradas na primeira metade do século XX, como a lenda do Barcelona Ricardo Zamora, até ícones do futebol nos últimos anos, a exemplo de Buffon e Casillas, passando por figuras folclóricas como René Higuita e histórias emblemáticas como a rivalidade entre N’Kono e Bell, os dois grandes goleiros camaroneses dos anos 80 e 90. São dezenas de arqueiros de diversos países com suas histórias contadas e correlacionadas de acordo com suas peculiaridades.


Mas The Outsider não se resume a contar histórias sobre personagens simbólicos e suas contribuições para o futebol. É, também, uma análise sociológica desse jogador muitas vezes solitário, impassível (ou não), adorado por muitos e feito de bode expiatório por outros. Afinal, se o seu time perde e o goleiro falha em pelo menos um dos gols, é fácil saber quem culpar. O livro ainda destaca como determinados goleiros mudaram o status da posição em seus países, positiva ou negativamente. Lev Yashin, por exemplo, fez o goleiro se tornar uma figura cultivada pelos russos, a ponto de estarem sempre procurando por um “novo Yashin”, enquanto em outros países se procura por fenômenos de ataque, como um novo Maradona, Pelé ou Zidane. Por outro lado, Barbosa fez o goleiro – que já era deixado de lado – ser tido como um grande vilão aqui no Brasil.


Ao nosso país, inclusive, é reservado um capítulo quase inteiro, que mostra, por exemplo, o que representou a crucificação de Barbosa em 1950 para a figura do goleiro e, principalmente, do goleiro negro no nosso futebol. Não é à toa que, como aponta Wilson, só 49 anos depois um negro voltou a vestir a camisa 1 do Brasil em uma partida oficial (Dida, em 99). Mas o livro apresenta outros brasileiros que marcaram história, como Gilmar e a sua busca pela perfeição, assim como as trajetórias de Félix, Leão, Valdir Peres e a redenção de Taffarel, entre outros.


Infelizmente, The Outsider: A History of the Goalkeeper ainda não possui tradução para o português e é mais facilmente encontrado em sites como o da Amazon (tanto na forma física como digital). De qualquer forma, é uma leitura extremamente válida e interessante para qualquer fã de futebol. Uma enciclopédia sobre a posição mais emblemática do nosso esporte.


O DpF Recomenda!

SELO-DPF-RECOMENDA

Comentários

Estudante de Jornalismo e redator no Placar UOL Esporte, belo-horizontino, apaixonado por esportes e Doente por Futebol. Chega ao ponto de assistir a jogos dos campeonatos mais diversos e até de partidas bem antigas, de décadas atrás.