O balão que o Milan agradece – Bacca x Jackson Martínez

  • por Tiago Lima Domingos
  • 4 Anos atrás

12 de junho de 2015. O Milan Channel, canal de TV oficial do clube, anuncia: “Jackson está certo”. Era o anúncio do acerto do colombiano Jackson Martínez com o rubro-negro de Milão, que pagaria a cláusula rescisória ao Porto (€35 milhões). Horas depois, o próprio presidente do clube português, Pinto da Costa, soltava as seguintes palavras:

“Jackson jogará no Milan.”

TV Oficial do Milan confirmou acerto com Jackson Martínez

Fazia alguns anos que o Milan não realizava uma contratação de impacto, a última havia sido a de Ibrahimovic, em 2011. A “chegada” de Jackson Martínez foi tratada com enorme euforia pelos torcedores rossoneros, afinal de contas, o colombiano vinha de uma temporada em que marcara 32 gols em 42 partidas e era pretendido por outros grandes clubes europeus.

Leia mais: Jackson Martínez, uma grande opção

Os dias se passaram e a confirmação oficial da contratação de Jackson Martínez não aparecia, mas todos tratavam o assunto como terminado. O colombiano estava empenhado com a Colômbia na participação da Copa América, no Chile e foi de lá mesmo, duas semanas após o anúncio do Milan Channel, que o próprio Jackson surpreendeu muita gente ao confirmar que jogaria a próxima temporada no Atlético de Madrid.

“O acordo foi fechado. Assinarei pelos próximos 4 anos com o Atlético de Madrid. Espero de poder ajudar a minha nova equipe e crescer como jogador”

O Milan, então, agiu rápido e partiu para o plano B. O alvo era outro colombiano, de mesma idade, mas que jogava na Espanha e havia acabado de ser bicampeão da Liga Europa. Do Sevilla chegava Carlos Bacca, com números grandiosos: 49 gols em duas temporadas na Espanha. Só Messi, Cristiano e Neymar haviam feito mais.

https://www.youtube.com/watch?v=Cra1jppZ_SE

Bacca vinha ainda de ser o herói da conquista da última Liga Europa, quando marcou dois gols na final contra o Dnipro, terminada em 3-2 para os espanhóis.

Carlos Bacca – O cara que o Milan precisava

Embora o Milan venha fazendo uma temporada de altos e baixos, Carlos Bacca sempre esteve em alto nível. Por diversas vezes garantiu vitórias importantes para o Milan, seja no Campeonato, ou na Copa, onde o clube está a um passo de chegar a final. Bacca é um camisa 9 de nível mundial. Não precisa de muitas finalizações para marcar um gol, é um centroavante que tem drible, que sabe jogar fora da área, que tem velocidade. Chega ao meio da temporada com 14 gols em 26 jogos e vice-artilheiro do Calcio.

https://www.youtube.com/watch?v=BWksISt8-kk

O currículo de Carlos Bacca era tão bom quanto o de Jackson, com o diferencial de atuar em uma Liga mais forte que a portuguesa. Seis meses depois, o Milan não tem nada a se arrepender. Contratou um atacante de nível mundial, que se tornou o cara decisivo de que tanto o clube precisava. De quebra, ainda viu a sua 1ª opção para o ataque, entrar em declínio e praticamente abandonar o futebol em alto nível. Jackson Martínez não se firmou no Atlético de Madrid. Marcou apenas 3 gols em 22 jogos e acaba de trocar a Espanha pela China.

Não podemos avaliar como seria o desempenho de Jackson Martínez no Milan. Talvez estivesse tendo o mesmo sucesso de Bacca. O que sabemos é que os rossoneros estão muito felizes com o “Pescador” e agradecem todos os dias o “balão” dado pelo Atlético de Madrid. As voltas do futebol são maravilhosas.

 

Comentários

Carioca e rubro-negro. Do Rio de Janeiro a Milão. Doente por futebol, é claro. E apaixonado pelo Calcio.