Flamengo e Gaúcho em: o vento e o tempo

  • por Nilton Plum
  • 3 Anos atrás

O torcedor-mirim do Flamengo observa o atacante do Palmeiras ir para a posição de goleiro por necessidade do jogo. Na decisão de penais ( tudo que há de pior no futebol), converteu o seu e, para o completo desespero rubro-negro (como um César apunhalado, dizia Nelson Rodrigues) defendeu 2 penais cobrados pelo time carioca. O menino, inconsolável, pragueja aos céus o fato de que este tipo de infelicidade singular pertence ao ônus de ser flamenguista.

Grandes poderes, grandes tragédias.

Ele não sabia que aquele jogador: Luís Carlos Tóffoli, o Gaúcho, foi formado nas categorias de base do clube carioca. De lá rodou, foi parar até no Japão para retornar à Gávea após esta façanha como goleiro improvisado.

O Flamengo, apoteose dos extremos, quase resvala em seus próprios clichês: Zico, retornando, desacreditado, dando, como todo bom Messias, sua última gota de sacrifício e glória. Adriano, o Imperador; Pet.. Quantos retornos redentores o Flamengo reproduz ao longo do tempo? Do que mais é capaz de fazer?

Em sua consolidada passagem de retorno, Gaúcho marcou 98 gols em 200 jogos ostentando a camisa 9. Foi campeão da Copa do Brasil (1990), Estadual (1991), Brasileiro (1992). Artilheiro dos estaduais de 90 e 91 e da Libertadores de 91. Homem-gol, cabeceador exímio, caiu nas graças de Cronos, a opressora e obsessivamente exigente torcida rubro-negra que devora muitos de seus filhos. Aqueles que escapam de sua mordida ascendem a um seleto panteão.

A morte levou, precocemente, Gaúcho, 10 dias após completar 52 anos. Impiedosa, fatal, certeira tal qual seus arremates em gol. Mas quem escapa da mordida de Cronos, quem dribla a ação do tempo, poderia driblar, também, a morte? O último chute? Uma cabeçada certeira? Em entrevista recente, após receber, em vida, justa homenagem. Gaúcho faz uma afirmação poderosa:

50% do que sou, metade do que sou, é Flamengo”.

Alguém que é metade Flamengo e se arvora, sem pudores, disto com orgulho, não cai nunca. Não cai.

gaucho-1990-2

Escapou do tempo. É ídolo do Flamengo.

Comentários

Só há Justiça no aleatório. E nada é mais aleatório do que o futebol. Curte futebol, bebidas, boxe, artes em geral e farofa.