EURO2016: Éder cresce na hora certa

  • por Lucas Martins
  • 3 Anos atrás

Éder Citadin nasceu na pequenina Lauro Müller, interior de Santa Catarina. Apesar disso, a cidadania italiana do atacante não é apenas um registro oficial. Na Bota desde 2005, portanto há onze anos, atualmente Éder é muito mais europeu do que brasileiro. Tanto fora de campo, onde apresenta sotaque ao falar português, quanto dentro do gramado.

O jogador da Internazionale adotou os preceitos do Belpaese. Sente-se à vontade jogando no típico 3-5-2 italiano. Além disso, incorporou algo fundamental da Azzurra: a capacidade de crescer nos momentos decisivos. A Itália conta com isso para seguir viva na Euro 2016.

Cl_pXNFWgAALFBn

Foto: Uefa

Éder fez uma segunda metade de temporada muito ruim pela Inter, após início de Campeonato Italiano positivo na confusa Sampdoria – foram 12 gols em 19 partidas pela Samp. A má fase não seguiu Eurocopa adentro, ao menos no primeiro momento. A estreia contra a Bélgica foi marcada pelo forte trabalho defensivo italiano, incluindo o jogador.

>>Leia mais: Que venham os alemães!<<

Quando a Itália teve a bola, contudo, Éder efetuou com louvor sua função de segundo atacante: flutuou bastante, trocou passes, usou o pivô de Graziano Pellè e confundiu a marcação belga. No confronto de maior peso da 1ª fase, o brasileiro atropelou.

CmGViLBWAAAvldT

Foto: Uefa

Já frente aos suecos de Ibrahimovic, Éder Citadin pouco pôde realizar enquanto Pellè esteve presente. A Itália foi anulada ofensivamente como um todo, mas Graziano foi especialmente errático. Simone Zaza entrou em seu lugar e começou a acertar as tabelas, só então Éder tirou um golaço da cartola para garantir o segundo triunfo da Nazionale. Justamente recebendo de Zaza. Conte poupou seus titulares contra a Irlanda, na rodada final, então seria a Espanha sua seguinte vítima.

Fonte: Whoscored

Fonte: Whoscored

O jogador da Inter contribuiu enormemente no 1º tempo contra os espanhóis, participando do gol que abriu o placar. Éder asfixiou durante a pressão alta, recuou para fechar espaços, tabelou entre lado direito e meio, deu um show de mobilidade para ninguém colocar defeitos. Outra vez, ajudou a decidir.

https://www.youtube.com/watch?v=nJkgEUdPtO4

Além de outros fatores, também é nisso que a torcida italiana se agarra quando pensa em derrotar a Alemanha. Éder foi concebido no Brasil, atuou pelo Criciúma. Mas sua vida é na Bota, seu coração azul, seus gols são para eles. Felizmente para quem gosta da Azzurra, o decisivo Éder Citadin é da Itália.

Visite nossa página especial sobre a Euro 2016:

banner_home_960x250

[playbuzz-item url=”//www.playbuzz.com/doentesporfutebol10/toni-kroos-ou-der-quem-vai-s-semifinais”]

Comentários

2000. Um doente por futebol que busca insistentemente entender esse jogo magnífico de forma completa - claro, sem sucesso.