Por que a vitória da Síria sobre o Uzbequistão foi uma vitória do futebol?

  • por Victor Gandra Quintas
  • 8 Meses atrás

Ontem tivemos a Seleção Brasileira conquistando uma vitória sensacional frente ao Uruguai, comemoramos um resultado que há tempos não víamos, com um time envolvente, ofensivo e determinado.

Mas, para além desta partida, o dia de ontem, 25 de março, também ficou marcado por mais uma vitória da Síria em sua “batalha” para conquistar uma vaga nas eliminatórias asiáticas para a Copa do Mundo da Rússia, em 2018.

Por que esta vitória é tão emblemática? Porque, apesar de todos os infortúnios pelos quais o país passa, a alegria de jogar futebol os mantêm unidos.

Uma nação que vive há seis anos uma guerra civil violenta, sem podem jogar em suas próprias terras, os sírios, comandados pelo técnico Ayman Hakeem, sonham em debutar em uma Copa do Mundo e mostrar ao planeta que o país ainda tem motivos para sorrir.

Não é que, com uma possível classificação, os problemas do país estarão resolvidos, longe disso, e Hakeem, bem como seus jogadores, sabem bem disso, mas só de poder levar um pouco de alegria e alento ao seu povo, já é algo que motiva bastante.

Ontem, com um gol de pênalti nos acréscimos (e com direito a cavadinha, como podem ver no vídeo acima), a Síria ficou a um ponto de figurar na zona de classificação para o mundial. Será difícil conseguir a vaga, mas sabemos que estes jogadores lutarão até o fim.

E o depoimento emocionado de Ayman Hakeem, ao fim da partida, deixa bem claro o sentimento dos envolvidos:

E alguns dizem que futebol é só um jogo!

Comentários

Natural de Belo Horizonte. Torcedor do Cruzeiro e da Juventus. Um Doente por Futebol. Desde pequeno um apreciador do esporte mais popular do mundo, preferindo mais em acompanhar do que jogar (principalmente por não ter talento algum com a bola).