Apesar da controvérsia, Real Madrid se impõe e garante as semifinais mais uma vez

  • por Victor Gandra Quintas
  • 7 Meses atrás

O jogo de volta entre Real Madrid e Bayern de Munique foi uma partida cheia de controvérsias.

Os dados oficiais da UEFA mostram o histórico do confronto entre as duas equipes na Liga dos campeões. O Bayern leva ligeira vantagem, com 11 vitórias, uma a mais que o Real Madrid.

As equipes foram da seguinte forma para o jogo:

O jogo começou frio, com os dois times se estudando. O Bayern buscou mais a partida, já que precisava reverter a desvantagem da primeira partida, quando perdeu por 2 x 1 em casa.

No entanto, no segundo tempo a partida esquentou; Logo aos 5 minutos, Marcelo salva um gol de Robben em cima da linha:

Mas sorte não durou muito, já que 2 minutos depois Casemiro faz um pênalti controverso no meia holandês. Lewandowski, um dos artilheiros da Liga dos Campeões, marca seu 9º gol:

O Bayern, a partir daí, tentou se impor, mas o jogo manteve-se equilibrado. Em uma bola disputada no meio campo, aos 30 minutos, Casemiro, vilão do lance anterior, lança a bola para Cristiano Ronaldo, que marca mais uma vez na Liga, seu 101º gol em competições internacionais.

Mas a resposta veio rápido, logo um minuto depois, em um gol contra de Sergio Ramos, que deixou a bola escapar na área. Estava 2×1 Bayern e jogo indo para a prorrogação.

Para dificultar para o Bayern, Vidal, em um lance também bastante discutível sobre Isco, recebe o segundo amarelo e é expulso, ao 33 minutos.

Apesar de ambas as equipes tentarem sair do empate dos 90 minutos, o jogo vai mesmo para a prorrogação.

A primeira parte da começou sem muita pressão de ambos os lados. Agora ninguém tinha vantagem, com qualquer gol fazendo diferença.

E foi o time da casa, com ele, Cristiano Ronaldo,  no finalzinho da primeira parte da prorrogação, a marcar. Mais uma vez polêmico, o português estava adiantado.

Com este gol, Cristiano Ronaldo se torna o segundo jogador com mais gols contra uma mesma equipe na Liga dos Campeões, marcando 8 contra o Bayern. O recordista é Messi, que marcou 9 frente o Arsenal, da Inglaterra.

O Bayern de munique só tinha que correr atrás do resultado. Apesar do placar bastante desfavorável, bastaria apenas um gol para se classificar, já que teria marcado 2 na casa do adversário. Mas quem ataca, dá espaço para contra-ataques. Assim, Real Madrid, mais uma vez com o português, marca o terceiro. Marcelo, brilhantemente, construiu o gol, depois de partir com a bola e tocando para Cristiano Ronaldo, livre, marcar.

São 100 gols de Cristiano Ronaldo na história da Liga dos Campeões da Europa.

A goleada estava desenhada. O Bayern já demonstrava apatia, tentando atacar sem muita produtividade, errando passes bobos no meio-campo. E num destes erros, cometido por Kimmich, Asensio, que entrara no lugar de benzema, parte para o ataque e marca o seu gol, no contrapé de Neuer.

Uma partida com cara de Liga dos Campeões, uma eliminatória que poderia ter sido a final do campeonato. E Cristiano Ronaldo, mais uma vez, mostra que é o grande favorito para ganhar o prêmio de melhor jogador do mundo.

Comentários

Natural de Belo Horizonte. Torcedor do Cruzeiro e da Juventus. Um Doente por Futebol. Desde pequeno um apreciador do esporte mais popular do mundo, preferindo mais em acompanhar do que jogar (principalmente por não ter talento algum com a bola).