Invicta com Tite, Seleção Brasileira paga 8 por 1 pelo Hexa

  • por Doentes por Futebol
  • 3 Anos atrás

Alemanha e França são outras duas equipes muito bem cotadas

Se você piscou e perdeu os últimos acontecimentos, saiba que a Copa do Mundo da Rússia é logo ali. Faltam menos de 15 meses e nas eliminatórias restam de quatro a seis rodadas, dependendo do Continente. Dos participantes frequentes, Estados Unidos, Itália e Argentina estariam indo para a repescagem, enquanto a Holanda estaria de fora. Na outra situação, Alemanha, França e Brasil surgem como os principais favoritos e rendem altas cifras nas apostas de futebol.

Das três, a seleção de Tite é a maior novidade. Os brasileiros estão invictos com o novo técnico e de dúvida passou a dividir holofotes com os rivais. Se antes, Neymar aparecia sozinho, agora conta com Philippe Coutinho e Gabriel Jesus em alto nível quando são acionados. Com esta boa fase, não dá para deixar de investir no futebol pentacampeão, que hoje paga R$ 8,00 por cada real.

Outra equipe que vai chegar na Rússia com condições de vencer é a França. Com todas as posições contando com boas opções, o time ainda tem três atacantes em excelente fase. A formação com o jovem Mbappe, Griezmann e Gameiro deve incomodar as defesas adversárias e a vitória é bem possível, garantindo os mesmos R$ 8,00.

Atual campeão do Mundo, a Alemanha é a mais cotada, dando R$ 6,00. No entanto, das três opções, eu acredito que a seleção fica no último lugar. Mesmo tendo muitos jogadores em grandes clubes pelo mundo, vai para esta edição sem líderes como Schweinsteiger e Philipp Lahm. A falta de experiência pode pesar e a taça mudar de endereço.

Para quem quiser ser mais cauteloso e esperar para definir um único favorito para depois, a dica para agora é distribuir o investimento neste trio. Com R$ 1,00 em cada, no final das contas no mínimo você vai faturar o dobro e só uma enorme surpresa tira o título destas seleções.

Espanha e Argentina correm por fora

Com grandes jogadores à disposição, não podemos esquecer de Espanha e Argentina. Porém, os dois chegam um pouco atrás na disputa ao título. Os espanhóis pagam R$ 10,00 para cada real e até vivem bom momento depois do fiasco da Eurocopa. Com Diego Costa goleador, uma boa zaga e Iniesta no meio, um bicampeonato é possível.

Enquanto isso, os argentinos sofrem nas eliminatórias e se Messi permanecer suspenso podem até se complicar. No entanto, quem viu 2002 sempre vai ficar com um olhar atento para uma seleção que tem tantos nomes decisivos e se a história se repetir, desta vez com os Hermanos, o retorno é de R$ 11,00, segundo números do Oddsshark.com/br.

Europeus tentam surpreender

Mais cinco seleções europeias aparecem com boas cotações. Destas, a de maior destaque é a Portuguesa. Campeões da Euro, a equipe liderada por Cristiano Ronaldo e com muitos jovens surgindo com destaque, vem de quatro vitórias seguidas nas eliminatórias e pode ser a principal surpresa de 2018, rendendo R$ 26,00 em cada real.

A Bélgica até entraria da mesma forma, mas a geração ainda tem dificuldade de se concretizar. O ponto positivo é que Eden Hazard voltou a ser decisivo pelo Chelsea e vale a pena ficar de olho, dando R$ 17,00, de acordo com estatísticas do Oddsshark.com/br.

O mesmo retorno é pago por Itália e Inglaterra. No entanto, chegam com menos prestigio. Os italianos basicamente contam com a camisa se quiserem vencer. Do outro lado, os ingleses até possuem um time sólido, com Vardy, Kane e Rooney, mas amarga fiascos com elencos até mais fortes na sua história.

Já o país-sede deve ser mero coadjuvante da competição. Sem ter grandes desafios e não contando com uma boa safra, a Rússia deve passar longe de uma inédita conquista, que rende R$ 34,00.

Holanda e Uruguai pagam verdadeiras boladas

Com muita tradição em Copa do Mundo, Holanda e Uruguai pagam altíssimas cifras se conquistarem o torneio. As seleções correm muito por fora, pois não apresentam o mesmo nível dos favoritos.

O sul-americanos até chegam mais fortes, contando com Suárez e Cavani na frente e Godin na defesa. Já os holandeses sofrem com a renovação da sua equipe e no momento correm risco até de não chegarem até a Rússia. Faltando cinco rodadas, estão atrás de Bulgária, Suécia e França no grupo das eliminatórias. No entanto, se você acreditar na camisa, saiba que o retorno com qualquer uma das duas seleções é de R$ 41,00 por cada real, segundo dados do Oddsshark.com/br. Já a Colômbia tem bons nomes, mas não consegue repetir o futebol de 2014 e oferece R$ 26,00 se levantar o inédito caneco. Qualquer outro campeão dá mais de R$ 41,00.

Comentários