Sport e Fluminense são os favoritos da quarta fase da Copa do Brasil

  • por Doentes por Futebol
  • 3 Anos atrás

Clubes vivem bom momento e encaram adversários mais frágeis

Chegamos a última etapa da Copa do Brasil antes da entrada dos participantes da Libertadores. Com a competição afunilando, os duelos são mais equilibrados, mas Sport e Fluminense entram em campo como favoritos e garantem boas cifras nas casas de apostas de futebol.

Dos dois, o clube pernambucano é o que chega mais forte, pagando R$ 1,36 em cada real por uma vitória para cima do Joinville. Um dos motivos para ter certeza neste desfecho é a boa fase de Diego Souza. Chamado pela seleção brasileira nas últimas convocações, o meia-atacante está fazendo gol de tudo quanto é forma e tem mais uma boa oportunidade para brilhar.

Aqui, vale investir numa diferença de dois gols, que aumenta o retorno para R$ 2,10. Quem quiser ser um pouco mais audacioso, pode confiar numa goleada de três ou mais, que garante mais R$ 1,94 de lucro, segundo números do Oddsshark.com/br. Os visitantes fazem um começo de temporada discreto e dá R$ 4,20 no empate e R$ 8,00 no triunfo.

Fluminense joga fora

Com apenas uma derrota no ano usando os titulares, o Fluminense é bem superior ao Goiás. Isso fica evidente com os últimos resultados do adversário, que só ganhou uma das últimas seis apresentações. Com isso, vale investir no tricolor carioca, que garante R$ 2,45 em cada real.

Caso acredite numa postura mais discreta dos comandados de Abel Braga para este primeiro jogo, a melhor opção é aplicar na dupla-chance, que rende 40% de lucro com o triunfo ou empate. A igualdade sozinha paga R$ 3,00.

Jogando em casa, os goianos tentam encerrar um pequeno jejum de três encontros sem bater o oponente. O feito nesta quinta-feira dá R$ 2,80.

Vitória também é favorito

Outro que chega com considerável superioridade é o Vitória. A equipe vive excelente temporada e não sabe o que é perder há 18 jogos. São nove triunfos consecutivos, com destaque para o 2 a 1 para cima do principal rival o Bahia. Jogando em casa e diante do limitado Paraná, ­­tem tudo para sair comemorando mais uma vez, rendendo R$ 1,62 em cada real, de acordo com estatísticas do Oddsshark.com/br. Se levar a melhor por dois ou mais gols de diferença, salta o lucro em mais R$ 0,39.

O adversário, que eliminou outro nordestino na fase anterior – o ASA, corre por fora e oferece R$ 6,10 por uma zebra e R$ 4,00 e se buscar ao menos um empate fora.

Para espantar a crise

No primeiro clássico da rodada, Internacional e Corinthians entram em campo brigando para não entrar em crise. Apesar de ainda estarem vivos no estadual, os dois clubes começaram o ano de forma turbulenta. Uma eliminação precoce na Copa do Brasil pode agravar ainda mais a situação.

Os gaúchos são os que mais dependem de um resultado positivo, pois como estão na segunda divisão, o torneio é a única forma de alcançar a vaga na Libertadores. No entanto, com dificuldade para se arrumar e diante de um rival que vem com uma defesa sólida, sem ser vazada a três partidas, o Inter deve ficar no empate em casa, rendendo R$ 3,10 para cada real. O triunfo garante R$ 2,15, segundo dados do Oddsshark.com/br.

O alvinegro levou a melhor nos últimos dois encontros e se vencer novamente paga R$ 3,25. O clube possui bom retrospecto diante do colorado no Beira-Rio, tendo ganho três das cinco vezes que visitou o estádio recentemente.

Expectativa de gols

Já no duelo de quinta-feira, entre São Paulo e Cruzeiro, a expectativa é de um grande jogo ofensivo das duas partes. Com os dois clubes tendo como característica buscar sempre o ataque e com boas médias de gols no ano, vale investir que o confronto tem três ou mais bolas de rede, que paga R$ 2,25.

Para a vitória, o grande favorito é o tricolor paulista, que levou a melhor nos últimos quatro encontros no Morumbi. Se mantiver esse retrospecto e fazer valer o mando de campo, garante o dobro do valor aplicado. Além deste histórico, o clube vem embalado no seu estádio, não perdendo no local desde outubro do ano passado.

Do outro lado, o Cruzeiro vai ter que se proteger de Lucas Pratto e Gilberto, mas se conseguir parar a fúria do ataque adversário e conseguir beliscar ao menos um ponto, dá excelentes R$ 3,20. Um triunfo diante do São Paulo fora, que não ocorre desde o Campeonato Brasileiro de 2013, rende ainda mais, R$ 3,60.

 

 

 

Comentários