Começa Copa das Confederações com Alemanha e Portugal favoritas!

  • por Doentes por Futebol
  • 2 Anos atrás

Rodada de abertura é neste sábado, com os anfitriões russos encarando a Nova Zelândia

Inicia neste sábado o grande teste para a Copa do Mundo, na Rússia. Com oito seleções, a Copa das Confederações reúne os campeões continentais e o do mundial. De acordo com a Fifa, esta deve ser a última edição do torneio, que tem Alemanha e Portugal como as grandes favoritas. Nas casas de apostas de futebol, as duas estão bem cotadas e garantem bons retornos, assim como em suas estreias.

Anfitriões devem começar bem

Antes das favoritas entrarem em campo, quem joga é a Rússia, que também tem tudo para vencer. Mesmo tendo um time limitado e vindo sem seu craque Dzagoev, a equipe é consideravelmente superior a Nova Zelândia e vai faturar os três pontos pagando R$ 1,28 em cada real.

Sem tanta expressão, o adversário corre bem por fora e o máximo que pode arrumar é um empate, que garante R$ 5,75. Já um triunfo seria uma grande zebra, valendo inacreditáveis R$ 13,00.

Portugal com jogo complicado

No mesmo grupo, Portugal encara seu adversário mais complicado desta primeira fase. Com um time talentoso, não seria surpresa os mexicanos arrancarem um empate, que vale R$ 3,40 para cada real. No entanto, os portugueses chegam com Cristiano Ronaldo, João Mário e Bernardo Silva em grande fase.

Com nomes tão fortes para resolver, é melhor investir nos atuais campeões europeus, que pagam R$ 2,14. Para os três pontos, o México corre por fora, oferecendo R$ 3,75, segundo números do Oddsshark.com/br.

Chilenos em ação

Com a Alemanha favorita e a Austrália pouco cotada, a grande disputa pela segunda vaga do grupo B é entre Camarões e Chile. Porém, com jogadores importantes, como Alexis Sanchez, os chilenos largam na frente e devem vencer, garantindo R$ 1,60 por R$ 1,00.

Os africanos correm por fora, mas com jogadores com boas condições físicas e tendo um futebol objetivo, a equipe deve ir em busca de pelo menos um ponto, que vale R$ 4,00. Uma vitória já seria uma grande zebra, rendendo excelentes R$ 6,40, de acordo com estatísticas do Oddsshark.com/br.

Alemanha com desfalques

Ninguém dúvida da capacidade da Alemanha, mas a quantidade de ausências diminui um pouco favoritismo. Afinal, o técnico deixou nomes consagrados como Neuer, Kroos, Ozil e Muller de fora.

Porém, para a estreia, diante da Austrália, isso não deve chegar a preocupar. O adversário mostrou diante do Brasil que não tem condições de brigar com seleções de alto nível mesmo quando estas não contam com suas estrelas. Sendo assim, são azarões, oferecendo R$ 9,00 pelos três pontos e R$ 5,00 no empate. Bem cotados, segundo dados do Oddsshark.com/br,  os alemães pagam R$ 1,40 em cada real pela esperada vitória. Um triunfo por dois gols de diferença ainda aumenta o lucro em mais R$ 0,75.

Cristiano Ronaldo é favorito para artilharia

Depois de conseguir ultrapassar Lionel Messi e faturar a artilharia da Liga dos Campeões, Cristiano Ronaldo é favorito para novo prêmio. Pagando R$ 2,50 em cada real, tem pouquíssimos concorrentes no torneio e só não deve ser o maior goleador caso não chegue em boas condições físicas.

Correndo por fora, aparece o jovem alemão Timo Werber. Jogador do RB Leipzig, marcou 21 gols na última edição da Bundesliga e pode aprontar, rendendo R$ 11,00. O mesmo vale para Alexis Sanchez, do Chile, que paga R$ 6,00 pela artilharia, mas vem um pouco atrás na disputa. Qualquer outra surpresa dá mais que R$ 13,00 por real investido.

Quem leva a Copa das Confederações?

A Copa das Confederações surgiu em 1992, na época como Copa Rei Fahd, disputada por duas edições na Arábia Saudita. Cinco anos depois, a Fifa assumiu a organização do torneio e passou a em seguida transformar a competição em uma espécie de preparação para o Mundial, sendo realizada um ano antes.

No entanto, nunca uma mesma seleção faturou as duas taças. Se a história vai se repetir ainda não dá para saber, mas para o torneio que começa neste mês o título certamente fica nas mãos de Alemanha, Chile ou Portugal.

Contando com uma safra de jogadores talentosos, Cristiano Ronaldo no auge e vindo de um título da Eurocopa, não dá para duvidar de Portugal. O time deve ter dois desafios complicados, contra os chilenos e os alemães, mas é favorito para a taça, pagando R$ 3,50 por real aplicado.

Já a Alemanha é a mais cotada, rendendo R$ 3,00, mas passa por um processo de reformulação. Alguns experientes como Philipp Lahm estão fora, enquanto outros sem rodagem estão chegando. Tem condições de vencer, mas essas mudanças tiram um pouco o favoritismo.

Os chilenos correm um pouco por fora, dando R$ 3,25 em cada real. Apesar de terem levado as duas últimas edições da Copa América, as suas principais estrelas não vivem o auge que tiveram alguns anos atrás. Portanto, só fatura essa caso consiga surpreender os dois europeus.

México (R$ 10,00), Rússia (R$ 10,00), Camarões (R$ 21,00), Austrália (R$ 34,00) e Nova Zelândia (R$ 501,00) correm por fora.

Comentários