Rússia 2018 – Balanço das Eliminatórias Asiáticas para a Copa do Mundo (I)

  • por Rogério Bibiano
  • 5 Meses atrás

Após a oitava rodada da terceira fase das Eliminatórias Asiáticas para a Copa do Mundo 2018,  temos a primeira seleção classificada: o Irã, chegou aos 20 pontos no Grupo A e matematicamente garantiu sua vaga de forma direta ao Mundial. Assim, a seleção persa é a terceira equipe qualificada, juntando-se a Rússia (país-sede) e Brasil (primeira seleção a se classificar).

A vaga foi conquistada com uma vitória por 2×0 sobre o Uzbequistão, em jogo disputado no Azadi Stadium em Teerã. A seleção uzbeque está na terceira colocação, com 12 pontos ganhos, brigando diretamente com a Coréia do Sul para ir à Rússia sem a necessidade de disputar o playoff asiático e posteriormente o playoff mundial.

Com um sistema defensivo muito sólido, o Irã, treinado desde 2011, pelo experiente Carlos Queiróz, segue a mesma filosofia de jogo, primeiramente defender com qualidade, para num segundo momento, buscar o gol. O treinador português tem promovido uma reformulação e dois jovens jogadores, frutos desta mentalidade, foram os heróis da classificação persa: Sardar Azmoun, autor do primeiro gol, com apenas 22 anos, é jogador que atua tanto centralizado, como pelas pontas e joga no Rostov da Rússia. Mehdi Taremi, de 24 anos, atua no futebol local, no Persepolis e também costuma jogar ou mais centralizado, ou pelos lados do campo. Ambos vivem grande momento com a camisa iraniana.

Azmoun (20) e Taremi (17) são as duas jovens apostas iraniana para balançar as redes adversárias. (foto: Mohammadreza Abbasi)

No outro jogo do Grupo A, a Síria, atuando na Malásia, devido a Guerra Civil que assola o país, empatou com a eliminada seleção da China em 2×2, resultado que complicou bastante a situação dos sírios, que ocupam a quarta colocação com 9 pontos ganhos. A Síria ainda tem chances matemáticas de ir ao Mundial, mas já não depende mais somente de si. A China, é sexta e última colocada, com 6 pontos ganhos.

Fechando o grupo, a Coréia do Sul foi surpreendida em Doha pelo Catar, ao ser derrotada por 3×2. Os sul-coreanos permanecem em segundo lugar, com 13 pontos ganhos, disputando a segunda vaga direta para a Rússia com o Uzbequistão. O Catar chega aos 7 pontos ganhos, ocupando a quinta colocação e com chances matemáticas de brigar pela terceira vaga que leva a repescagem da Ásia.


Pelo Grupo B, a Austrália venceu a Arábia Saudita em jogo dramático, por 3×2. Os australianos chegam aos 16 pontos ganhos, na terceira colocação e entram definitivamente na briga por uma das duas vagas direta à Rússia. Os sauditas estão na segunda colocação, com os mesmos 16 pontos ganhos, mas com saldo de 7 gols positivo contra 6 dos australianos.

No segundo jogo da chave, a eliminada Tailândia complicou a vida dos Emirados Árabes Unidos, ao empatar em 1×1. Os tailandeses seguem na lanterna do grupo, sem chances de qualificação, com apenas 2 pontos. Os Emirados Árabes Unidos estão na quarta colocação, com 10 pontos ganhos e dependem de uma pouco provável combinação de resultados para avançarem à Copa.

Fechando a rodada, o Japão “visitou” o já eliminado Iraque em Teerã, tropeçando ao empatar em 1×1. Os japoneses lideram o grupo com 17 pontos ganhos, um a mais que sauditas e australianos, deixando a vaga para o Mundial ainda em aberto. Os iraquianos ocupam a quinta posição, com apenas 5 pontos ganhos.

No final do mês de agosto, teremos a penúltima rodada e no começo do mês de setembro a última e decisiva rodada, de uma das mais equilibradas Eliminatórias Asiáticas para a Copa do Mundo, da história da competição.
Comentários

Natural de Telêmaco Borba-PR e criado em meio à "boemia futebolística", com horas de papo sobre futebol, samba e cervejas na pauta. Influência do pai, que também adorava futebol, e da mãe, que sempre apoiou a iniciativa. Técnico em Eletrônica, formado desde 1999, e fanático por futebol, futsal, futebol de praia, society e todo esporte que tenha no futebol a sua essência.