Brasil vai em busca de nova vitória, enquanto Argentina e Uruguai duelam por vaga na Copa

  • por Doentes por Futebol
  • 2 Anos atrás

Clássico sul-americano nesta quinta-feira é fundamental para a classificação

A situação do Brasil já está resolvida e conta os dias para começar a Copa na Rússia. No entanto, ainda restam três vagas diretas e uma na repescagem em disputa. Com isso, sete equipes entram em busca da vitória para seguirem vivas nas eliminatórias. A rodada desta quinta-feira ainda traz um confronto especial, entre Uruguai e Argentina que vale um lugar nas primeiras posições e lucros altíssimos nas casas de apostas de futebol.

Nada de testes

Se alguém acha que o Brasil vai usar as últimas quatro partidas como testes está muito enganado. O técnico Tite trouxe força máxima e pretende utiliza-la par conquistar todos os pontos possíveis. Com isso, coitado do Equador, que deve ser mais uma da seleção canarinho que está invicta em jogos oficiais. O triunfo é certo e paga R$ 1,22 por R$ 1,00, mas vale investir em uma vitória por no mínimo dois gols de diferença, que aumenta o retorno para R$ 1,73.

Do outro lado, os equatorianos chegam em baixa, com duas seguidas e precisando de um resultado positivo para subir na classificação. O triunfo é fundamental, porém, é muito pouco provável, tanto que vale inacreditáveis R$ 13,00 para cada real. O empate, que rende R$ 5,75, também corre por fora.

Clássico histórico

Sem dúvidas o jogo mais esperado da semana é entre Uruguai e Argentina. As equipes se enfrentam em Montevidéu e quem perder pode dormir fora do grupo de classificação para a Copa do Mundo. Além disso, se trata de uma rivalidade histórica, maior até do que contra os brasileiros. No total, as seleções se enfrentaram 185 vezes, com 86 vitórias dos argentinos contra 55 dos uruguaios e 44 empates.

Outro ingrediente é que o Uruguai vem de três derrotas seguidas e está em queda livre. Do outro lado, a Argentina chega renovada com Sampaoli como técnico. Esse é o grande fator motivacional do time, que agora conta com um comandante bem mais experiente. Sendo assim, o palpite é que a seleção alcança no mínimo um empate, que dá R$ 3,25 para R$ 1,00, segundo dados do Oddsshark.com.

Para a vitória vai depender do que as principais estrelas vão ter condições de fazer. Se Luís Suárez conseguir ter a bola nos seus pés, o triunfo passa a ser possível, pagando R$ 3,30. Porém, atleta por atleta, Lionel Messi tem bem mais chances de resolver, até por ter companheiros de mais qualidade. Prova disso é que os argentinos entram como os mais cotados, garantindo R$ 2,20 em cada real. Desta forma, vale investir na dupla chance, que rende 34% de lucro.

Disputa tensa

Outro jogo bastante disputado na rodada vai ser entre Chile e Paraguai. O primeiro está na quarta posição, mas pode dormir fora da zona de classificação em caso de derrota. Já o segundo joga com a obrigação de vencer se quiser seguir vivo na disputa. Jogando em casa, os chilenos até entram em campo como mais cotados, dando R$ 1,44 em cada real, porém, a seleção não tem tido um bom desempenho e vale confiar no empate, que garante R$ 4,20. Com uma equipe limitada, o Paraguai é azarão para a partida, rendendo R$ 7,50, de acordo com estatísticas do Oddsshark.com.

Para manter a esperança

Com quatro pontos atrás da zona de repescagem, o Peru precisa vencer a Bolívia para seguir com esperança de ir para a Copa do Mundo. Contando com Guerrero inspirado – tem cinco gols nas eliminatórias – a equipe chega como favorita e dá R$ 1,36 para R$ 1,00 por um triunfo, segundo números do Oddsshark.com. Além do atacante, todo o elenco é bem superior o adversário e se ficar até mesmo no empate, que vale R$ 4,50 seria zebra. Sem ter motivos para fazer jogo duro, os bolivianos correm por fora, oferecendo R$ 9,00.

Chance de encaminhar a classificação

Na segunda posição, a Colômbia ainda conta com a sorte de ter o compromisso mais fácil entre os times que estão na zona de classificação para a Copa. A seleção encara a lanterna Venezuela e mesmo fora de casa tem tudo para conquistar mais três pontos, pagando R$ 1,65 em cada real. A diferença técnica é tão grande que vale confiar em uma vitória por dois gols de diferença, que aumenta o retorno em mais R$ 1,10.

Sem chances de seguir ganhar uma posição nessa rodada, os venezuelanos são zebras, garantindo R$ 3,75 pelo empate e R$ 5,25 para a vitória.

 

Comentários