Como funciona o fair play financeiro?

  • por Felipe Simonetti
  • 2 Meses atrás

A contratação de Neymar pelo PSG pro nada menos que 222 milhões de euros abriu as veias sobre um dos temas mais importantes dos modelos atuais de gestão responsável: o fair play financeiro. Como o clube comandado pelo magnata catari Nasser Al-Khelaïfi viabilizou a maior contratação de todos os tempos, não foi barrado no sistema que prega gestões coerentes e ainda planeja trazer outras estrelas como o meia brasileiro Fabinho e o wonderkid Mbappé?

Na volta oficial do Imigrantes da Bola fez-se o debate necessário que pouco se viu na imprensa nas últimas semanas: como de fato funciona o mecanismo de fair play financeiro pregado pela UEFA que se tornou referência ao redor do mundo? Como possivelmente ele foi burlado? E quais seriam as consequências?

Na mesa de discussão o tema Brasil ainda foi importante ao problematizar sobre o funcionamento das instituições e um caso em específico do interior paulista conflituoso com as regras definidas.

Portanto, pode ir ligando seu FIFA ou botando o pé na estrada com o Imigrantes de fundo, porque, de fato, voltamos! Recomende aos amigos e mande perguntas pro próximo programa por meio da hashtag #DPFResponde.

Não deixe de ouvir.

Comentários

Capixaba que se mudou para BH e passou a dividir sua paixão principal pelo São Paulo com o Atlético Mineiro, ama acima de tudo, o futebol. Graduando em Relações Econômicas Internacional pela UFMG, podcaster do Imigrantes da Bola e doente por futebol, esse sou eu.