Tite segue sua coerência vencedora

  • por Victor Gandra Quintas
  • 8 Dias atrás

Mais uma vez Tite usa de coerência em sua convocação

Entre os 23 chamados pelo treinador da Seleção Brasileira, Luan e Cassio são as novidades, mas não tão grande assim. Cassio vem fazendo grande campeonato brasileiro pelo incontestável Corinthians, sua convocação é bastante natural. O mesmo pode-se dizer de Luan que é peça central do Grêmio, em três frentes neste ano.

Faremos aqui uma análise sobre os chamados:

Goleiros

Por mais que se possa questionar a presença de Alisson e Ederson, não é novidade a presença dos dois. Alisson fez parte de todas as convocações de Tite. Titular em quase todas as partidas, conta com a confiança do treinador. Sua ausência, sim, seria surpresa. O que se questiona sobre este atleta é que não teve uma temporada tão boa com a Roma, já que era reserva. No entanto, agora assume a posição de titular do clube da capital italiana, e pode provar que merece a vaga.

Foto: Lucas Figueiredo/CBF

No caso de Ederson a desconfiança vem pela juventude. Fazendo parte das últimas convocações, é o segundo goleiro mais caro da história, graças à transferência para o Manchester City nesta temporada. O jovem goleiro, que saiu do Benfica, conta com a confiança de Guardiola para ser titular no badalado time inglês, ainda mais depois de bons jogos em Portugal.

Laterais

Esta posição não tem novidade e muito menos jogadores contestados. Daniel Alves e Marcelo são titulares absolutos. Suas carreiras falam por si, bem como a última temporada que fizeram (ambos foram finalistas da Liga dos Campeões).

Quando aos outros, na lateral esquerda, Filipe Luis, em teoria, tem concorrência, principalmente com Alex Sandro, da Juventus. Mas o atleta do Atletico de Madrid sempre corresponde quando necessário, além das boas temporadas em seu clube. Justa convocação!

Agora, Fágner pode ser um ponto de discussão. É fato que o jogador conta com a confiança de Tite, mas também não há tanta concorrência para esta vaga. O principal nome, hoje, seria de Rafinha, do Bayern de Munique, mas este não é titular absoluto no clube, ao contrário do outro, que vem sendo considerado o melhor lateral direito do Brasil.

Zagueiros

Miranda, Marquinhos e Thiago Silva estão garantidos na Copa do Mundo. São os principais zagueiros de Tite. Os três têm feito parte das últimas listas do treinador e, merecidamente, ocupam este status. No entanto, o quarto jogador deste grupo é controverso. Rodrigo Caio faz parte de uma das defesas mais criticadas da atual temporada.

O jogador até pode ser promissor, mas individualmente, hoje, temos opções melhores que mereciam muito a vaga. São casos de Geromel do Grêmio, Jemerson do Monaco e até mesmo de David Luiz, do Chelsea. Conta a favor de Rodrigo Caio, a confiança de Tite, já que fez parte de outras convocações. Mas fica complicado entender outros motivos para, hoje, ele estar no grupo.

Meio-campistas

Casemiro, Paulinho e Renato Augusto são titulares absolutos. Por mais que os dois últimos contem com a desconfiança da torcida, sabem que Tite os conhece bem. E claro, devemos concordar que os dois tem feito boas partidas pela seleção, apesar de estarem no futebol chinês, criticado por ser de nível técnico inferior. Os reservas são, em teoria, Fernandinho, Giuliano e Willian.

Fernandinho parte da mesma confiança dos três titulares. É o reserva imediato de Casemiro. Tem feito boas temporadas pelo Manchester City e corresponde na Seleção, quando necessário. A situação de Willian é similar. Apesar de não mais titular do Chelsea, é um jogador importante de Antonio Conte, quase um 12º jogador. No entanto, não está tão garantido no elenco, precisa mostrar mais, mas ainda conta o histórico com a seleção. Sua convocação não é surpresa.

Mas temos Giuliano! Se fosse no ano passado, sua presença, como vinha acontecendo do mesmo jeito, era merecida, mas hoje o ex-gremista não corresponde ao valor dado a ele. Giuliano agora amarga a reserva do Zenit, da Russia, em um campeonato de qualidade inferior às grandes ligas europeias. Além do mais, o jogador não mostrou nada demais nas poucas partidas que fez na seleção. Entretanto, o que lhe garante vaga é a confiança de Tite em seu futebol.

Restam aí Philippe Coutinho e Luan. Coutinho hoje é um dos três maiores jogadores brasileiros no futebol europeu. Sua convocação é quase obrigatória e pouco precisa ser dito. A situação de Luan já foi discutida aqui. Merecidamente chamado!

Atacantes

Não precisa falar nada de Neymar. O mesmo para o Gabriel Jesus, que mesmo após lesão grave, é fundamental no esquema de Guardiola no Manchester City. Sem contar o quanto tem jogador com a camisa da Seleção.

A coerência também acompanha a convocação de Roberto Firmino. O atleta faz uma dupla, com Coutinho, que é fundamental para o Liverpool. É o reserva imediato de Jesus, com características semelhantes.

 

Por fim, Taison! Mais um bastante questionado. Taison não traz nada de novo para a Seleção. Tem jogado pouco, não é um atleta fundamental para sua equipe, o Shakhtar Donetsk. Assim como Giuliano, conta com a confiança de Tite desde quando começou no futebol. Apesar do questionamento, mais uma vez o técnico foi coerente, já que o atacante tem feito parte de outras convocatórias.

Mais uma vez, coerência

Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Como dito, Tite foi bastante coerente em sua convocação. Assim que a vaga na Copa do Mundo foi assegurada, postamos uma análise dos possíveis convocados da Copa do Mundo. Todos os jogadores citados lá foram chamados. Daqui para a frente, portanto, a lista não deve mudar muito. A única falta naquele tempo foi a de Cassio. Era um momento em que o goleiro corintiano não viva boa fase, até mesmo sendo reserva. Enquanto que Muralha, no Flamengo, gozava de boa fase e fazia parte das convocações.

Principais ausências da Seleção

Alguns nomes chamam a atenção por não fazerem parte. É o que incomoda muitas pessoas que acompanham o futebol. As principais são do goleiro Vanderlei do Santos, que faz um campeonato tão bom – e até um ano melhor – que o Cassio.

Como dito, Jermerson, Geromel e David Luiz são zagueiros melhores e em melhor fase que Rodrigo Caio. Talvez apenas David Luiz ainda tenha histórico negativo, carregado desde a Copa do Mundo do Brasil. Mas, se Fernandinho, que fez um Copa pior, tem sido convocado, por que não o zagueiro, que tem ido muito bem no Chelsea?

No meio campo podemos lamentar a ausência de Fabinho. O jogador do Monaco fez uma temporada exemplar e, sem dúvida, poderia agregar mais à Seleção Brasileira que Giuliano (talvez até mais que Paulinho!).

 

 

Allan do Napoli também é outro nome de qualidade, mas este é mais marcador e sua disputa seria com Fernandinho ou Casemiro. Realmente seria mais difícil.

No ataque, os corintianos lamentam a ausência de . O atacante é o artilheiro do Brasileirão e tem tido um ano excelente. No entanto, entendemos sua ausência pelo esquema tático de Tite, que prefere um centroavante de mais mobilidade.

Podemos ainda comentar a ausência de Douglas Costa. Este, provavelmente, será questão de tempo retornar à Seleção. Vinha sendo reserva no Bayern até se transferir para a Juventus, finalista da última Liga dos Campeões. Tem tudo para voltar à boa fase e compor o grupo de Tite em breve.

Confiamos em Tite

Apesar de contestarmos alguns convocados, sabemos que Tite é um dos melhores treinadores da atualidade. Devolveu à Seleção Brasileira o respeito que ela perdera em anos anteriores. São “apenas” três jogadores realmente contestáveis, Rodrigo Caio, Giuliano e Taison, mas isso não abala a confiança que temos no comandante, pelo contrário. Todo treinador do Brasil sofrerá com estes questionamentos, mesmo quando vencem e são campeões.

Podemos, pelo menos, ter certeza que Tite está no caminho certo!

Comentários

Natural de Belo Horizonte. Torcedor do Cruzeiro e da Juventus. Um Doente por Futebol. Desde pequeno um apreciador do esporte mais popular do mundo, preferindo mais em acompanhar do que jogar (principalmente por não ter talento algum com a bola).