Flamengo e Cruzeiro decidem nesta quinta-feira a Copa do Brasil

  • por Victor Gandra Quintas
  • 2 Meses atrás

Equipes se reencontram em uma final depois de 14 anos

Tudo pronto para a bola rolar para a primeira partida da final da Copa do Brasil. Direto do Maracanã, Flamengo e Cruzeiro se enfrentam e colocam frente a frente um excelente retrospecto em jogos de abertura de uma decisão. Os cariocas nunca foram derrotados neste caso, enquanto os mineiros só foram superados uma vez. Isso deixa o duelo ainda mais interessante e faz com que os lucros nas casas de apostas de futebol sejam de no mínimo 84%.

Histórico de peso

Pela sétima vez o Flamengo estará em uma final de Copa do Brasil e apesar de ter ficado com o vice-campeonato em quatro ocasiões, o clube jamais foi derrotado na partida de ida. Até aqui, foram duas vitórias e quatro empates em jogos de abertura da decisão. Do outro lado, o Cruzeiro também ficou na igualdade em quatro oportunidades, além de ter ganho uma e perdida outra.

Já se for considerar o mando de campo, o rubro-negro tem apenas que lamentar o jogo de 2004, quando caiu por 2 a 0 para o Santo André. Nos demais, ganhou três e empatou dois. Fora de casa, o Cruzeiro venceu somente uma vez, em 1996 contra o Palmeiras, tendo empatado outras três e perdido duas.

Rueda com problemas para resolver

Devido a falha no regulamento na Copa do Brasil, o Flamengo não pode contar com Diego Alves, Rhodolfo e Éverton Ribeiro na competição. Sem poder inscrever qualquer um desses, o clube sofre para definir o goleiro que vai para a final. O reserva inicial é Alex Muralha, que é extremamente contestado e tem colecionado falhas quando entra em campo. A outra opção é o jovem Thiago, que também não passou muita segurança. Essa é a principal dor de cabeça de Reinaldo Rueda, que só deve confirmar o titular horas antes do jogo. Seja quem for o escolhido, o rubro-negro sai perdendo. Das demais ausências, a situação é mais contornável, pois tem Juan para a defesa e Berrío para a ponta.

Outro possível problema é no ataque, pois Felipe Vizeu ainda segue fazendo tratamento. Com Guerrero suspenso, o jovem seria a opção principal para a posição. Caso não se recupere a tempo, a vaga deve ficar com Lucas Paquetá, que já atuou improvisado nesta função contra o Atlético-GO.

De qualquer forma, é mais uma situação que deixa o clube ainda mais frágil. Com esses desfalques, o Flamengo pode até vencer, o que garante R$ 1,83 em cada real, porém, o mais garantido mesmo é investir na dupla chance, que rende 20% de lucro, segundo dados do Oddsshark.com.

Isso porque apesar de que imprevistos podem acontecer, o time de Rueda é bem focado na defesa e não deve se expor muito, principalmente tendo um ataque frágil para esta quinta-feira. Caso prefira, o investimento no empate garante R$ 3,25 para R$ 1,00.

Cruzeiro pode ter mudanças

Apesar de só ter Sassá de desfalque, pois também não pode ser inscrito, o Cruzeiro ainda não tem seu time definido. Isso porque a opção principal para o ataque seria Rafael Sobis, mas como o jogador está em baixa, Elber e Raniel podem aparecer em campo. Outra dúvida está no aproveitamento de Arrascaeta, que está recuperado, porém deve começar no banco.

De qualquer forma, não importa quem entra, a Raposa deve entrar preocupado em se defender. Como na final, a Copa do Brasil não tem como critério de desempate os gols marcados fora de casa, não tem porque a equipe de Mano Menezes se arriscar demais. No entanto, caso encontre uma bola e volte para casa com uma vitória, rende R$ 4,75 para cada real, de acordo com estatísticas do Oddsshark.com.

Histórico de Flamengo e Cruzeiro

Os dois times se encontraram 70 vezes até aqui, com os mineiros levando vantagem, tendo vencido 27 vezes, enquanto os cariocas levaram a melhor em 24 oportunidades. O duelo ainda terminou empatado em 19 partidas.

Em confrontos na Copa do Brasil, o retrospecto é imensamente equilibrado, com duas vitórias para cada lado e quatro empates.

Nesta temporada, os clubes se enfrentaram somente uma vez, no Mineirão, e o duelo terminou empatado em 1 a 1.

O que esperar do jogo

O primeiro duelo da final sempre acontece em ritmo mais lento do que o segundo. Além disso, os dois times são bem focados na defesa, com isso, não espere por muitas bolas na rede. Sendo assim, pode investir que o encontro termina com no máximo dois gols, o que garante 53% de lucro, segundo números do Oddsshark.com.

 

Comentários

Natural de Belo Horizonte. Torcedor do Cruzeiro e da Juventus. Um Doente por Futebol. Desde pequeno um apreciador do esporte mais popular do mundo, preferindo mais em acompanhar do que jogar (principalmente por não ter talento algum com a bola).