Na conta de Neymar: craque precisa mostrar a que veio contra o Bayern, primeiro grande desafio na Champions

  • por Doentes por Futebol
  • 2 Anos atrás

Apesar da ótima estreia na Liga dos Campeões, PSG já vive turbulência no elenco, quando o astro brasileiro trava um duelo de egos com o uruguaio Cavani

O estádio Parc des Princes será o palco do segundo compromisso do Paris Saint-Germain pelo grupo B da Liga dos Campeões da Europa 2017/2018 – a estreia foi com goleada por 5 a 0 pra cima do Celtic (fora). O desafiante é um dos clubes mais respeitados e poderosos do Velho Continente. A partir das 15h45 (horário de Brasília) de amanhã (27), o PSG terá 90 minutos para derrotar o Bayern de Munique e assumir a liderança da chave com 100% de aproveitamento. Confira as principais hipóteses e oportunidades de investimento no duelo com os números do Oddsshark.com.

GRUPO B DA CHAMPIONS 2017: PSG X BAYERN DE MUNIQUE (RODADA 2)

Os donos do clube parisiense, presidido pelo bilionário Nasser Al-Khelaïfi, não esperam outro resultado senão o triunfo. Uma derrota para os bávaros não seria muito bem digerida, quando grande parte da responsabilidade recairia sobre os ombros de Neymar, principal reforço do time para a temporada e contratação mais cara de todos os tempos no futebol – 222 milhões de euros depositados nos cofres do Barcelona.

Antes de nos aprofundarmos nos meandros do jogão da próxima quarta-feira (27), é importante já mostrarmos o panorama dos odds regulares, que sempre são um ótimo termômetro para apontar o clube mais qualificado a ficar com os três pontos. Na condição de mandante, o Saint-Germain é o grande favorito para ratificar o triunfo, quando este palpite traz a cota de R$ 1,90 por R$ 1. Mas se o Bayern de Carlo Ancelotti aprontar pra cima da representação de Unai Emery, o investidor que confiar nos alemães será beneficiado com o rendimento de 355%, enquanto o empate vale R$ 3,85 sobre cada real, segundo o Oddsshark.com.

Aliás, o treinador da representação de Munique deve estar preparando uma marcação especial para neutralizar as ações do craque da Seleção Brasileira. Representante da escola italiana de marcação, Ancelotti irá impor muitos obstáculos para o camisa 10 do PSG. Logo, o jogo coletivo é essencial. A parceria com Mbappé promete, já que o jovem atacante francês sempre manifesta sua admiração pelo astro. Mas quando o assunto é Cavani, o desconforto é nítido.

No penúltimo compromisso dos Les Rouge-et-Bleu pelo Campeonato Francês, na vitória por 2 a 0 sobre o Lyon, as duas principais estrelas da companhia protagonizaram uma cena constrangedora, quando Neymar implorou para bater uma penalidade máxima, só que o uruguaio foi irredutível. Se o brasileiro jogou olho grande pra cima do companheiro, não dá para saber, mas o camisa 9 perdeu o pênalti. Além disso, houve fortes boatos de que a legião brasileira do Paris Saint-Germain impediu que os atacantes trocassem socos. Pelo jeito, nem uma boa chuveirada foi suficiente para esfriar a cabeça de ambos.

Mas os dirigentes do clube não querem saber de confusão e exigem (o termo mais apropriado é esse mesmo) a conquista da Liga dos Campeões. Especula-se que Al-Khelaïfi tenha negociado com Cavani os novos termos do acordo de bônus do artilheiro. Há uma cláusula de desempenho que garante o pagamento de um milhão de euros se ele for o principal goleador da Ligue 1. Para que o brasileiro tenha o direito de ser o cobrador de pênaltis, o dirigente concordou em premiar o uruguaio independente do cumprimento da meta. No entanto, parece que o camisa 9 se mantém irredutível. Pelo visto, há muita lenha para ser queimada na fogueira de vaidades do Saint-Germain.

SEMPRE VALE A PENA INVESTIR EM NEYMAR

Mas Neymar é capaz de furar retrancas por conta própria. Aliás, todos esperam que ele balance as redes do Bayern, inclusive os experts em apostas de futebol. Se o brasileiro anotar um tento em qualquer momento da partida, você pode obter o lucro de 72%. Para aumentar a arrecadação, o camisa 10 precisa ser o primeiro ou o último jogador a marcar um gol no confronto contra os alemães, que vale o faturamento de R$ 4,33 sobre cada real, de acordo com o Oddsshark.com.

Palpite: é uma partida fundamental para Neymar mostrar que o altíssimo investimento em seu talento não foi em vão. A torcida parisiense sempre irá esperar por um show do brasileiro, que precisa resolver suas rusgas com Cavani para melhor servir o PSG. Um segundo tropeço seguido, já que o time empatou sem gols com o Montpellier, pela liga francesa, no último fim de semana, pode desencadear em uma pequena crise para o Saint-Germain. Mas o camisa 10 sempre tem uma motivação a mais com os jogos da Liga dos Campeões, desde os tempos de Barcelona. Logo, o melhor caminho é investir nos donos da casa com o protagonismo do ídolo-mor da Seleção Brasileira.

 

Comentários