Benfica acusado de manipulação em vídeo de lance de jogo do Porto

  • por Doentes por Futebol
  • 13 Dias atrás

 

No sábado (25), o FC Porto enfrentou o Desportivo das Aves, pela 12ª rodada da Liga Portuguesa, e ficou no empate: 1×1. Porém, um lance aos 45 minutos do segundo tempo tem gerado polêmica em Portugal. Amilton, do Aves, cometeu falta dentro da área sobre o volante portista Danilo. Mesmo com o recurso do vídeo-árbitro (VAR), o pênalti que poderia ter assegurado a vitória aos Dragões não foi assinalado. No dia seguinte ao jogo, o Benfica, através de uma conta no Twitter exclusiva para se comunicar com a imprensa, divulgou um vídeo da jogada, contrariando a opinião generalizada de que o rival azul e branco havia sido prejudicado. Acontece que, segundo reportagem do canal CMTV, o vídeo divulgado pelos encarnados teria sido manipulado.

O FC Porto entrou na 12ª rodada com quatro pontos de vantagem sobre o Sporting e cinco sobre o Benfica. Um triunfo sobre o Aves asseguraria a confortável liderança às vésperas do grande clássico com as Águias que acontece nesta sexta-feira (1º), no Dragão. A equipe comandada por Sérgio Conceição até começou bem, abrindo o marcador logo aos cinco minutos. Os azuis e brancos, contudo, caíram de rendimento, fizeram um jogo muito ruim e no segundo tempo, já jogando com um a menos após expulsão de Corona, sofreram o empate. A vitória poderia ter vindo caso o pênalti sobre Danilo tivesse sido assinalado (e convertido em gol, logicamente). Mas, mesmo com o VAR, o árbitro Rui Costa mandou seguir o lance (ainda não se sabe se o árbitro responsável pelo VAR comunicou a infração a Rui Costa).

Sete ex-árbitros profissionais que atualmente atuam como comentaristas de arbitragem nos jornais esportivos O Jogo, Record e A Bola e no canal Sport TV foram unânimes em dizer que foi pênalti e que o árbitro Rui Costa errou ao não assinalar a infração favorável ao FC Porto.

Diante da repercussão sobre o prejuízo causado ao rival, que poderia ter evitado a perda de dois pontos, o Benfica resolveu se manifestar. Para isso, recorreu a uma conta fechada no Twitter (@SLBenficaPress), destinada a jornalistas e cujo acesso só é autorizado após pedido que tem de ser enviado a um email do setor de comunicação do clube.

Através da @SLBenficaPress os responsáveis pela comunicação das Águias publicaram um vídeo em que tentavam convencer a imprensa portuguesa que, afinal de contas, o árbitro havia agido corretamente ao não assinalar o pênalti que não teria existido. Logo, o rival Porto não teria sido prejudicado. Assim que tomou conhecimento do vídeo encarnado, o diretor de comunicação dos Dragões, Francisco J. Marques, também no Twitter, acusou o rival de manipulação de imagens, comparando o vídeo do jogo com aquela publicado pelos lisboetas.

O canal de televisão CMTV resolveu analisar os vídeos. E o técnico de imagens da emissora, após observar frame a frame as imagens, constatou que, efetivamente, o vídeo divulgado pelo Benfica havia sido manipulado. Segundo o técnico, provavelmente houve uma repetição do frame 7 em substituição do frame 8. Detalhe que fez com que o contato faltoso entre Amilton e Danilo não “existisse”. A reportagem pode ser vista aqui.

O Benfica negou a manipulação da imagem. Através de uma fonte oficial, cujo nome não é revelado, alegou a veículos da imprensa que o clube realizou uma perícia e constatou que, afinal, o vídeo que havia publicado com a intenção de elucidar a polêmica, tinha apenas uma má qualidade. “Só estão num formato de compressão vídeo de fraca resolução”, justificou a tal fonte. “Nada foi alterado”, defendeu-se.

Comentários