Clima tenso e má fase jogam contra o Flamengo em partida decisiva pela Sul-Americana

  • por Doentes por Futebol
  • 3 Anos atrás

Com Muralha em péssima fase e torcida extremamente desconfiada, cariocas vão à Colômbia para enfrentar o Junior Barranquilla

Em meio a uma verdadeira turbulência em torno de Alex Muralha, o Flamengo vai até a Colômbia para encarar o Junior Barranquilla com a missão de segurar o resultado positivo obtido na primeira partida da semifinal em casa e se classificar para a grande decisão da Copa Sul-Americana 2017. Como venceu o confronto de ida por 2 a 1, o time de Reinaldo Rueda joga pelo empate. O 1 a 0 classifica os colombianos, enquanto que o 2 a 1 a favor dos mandantes leva a partida para os pênaltis. Será dia de fortes emoções para os rubro-negros e também para quem gosta de apostas em futebol. O OddsShark.com traz aqui um panorama geral de tudo o que acontece no segundo maior torneio de clubes da América do Sul.

A pressão é grande pelos lados da Gávea. Mas o mais interessante é que, mesmo o futebol sendo um esporte coletivo, parece que o sentimento comum dos flamenguistas é de que toda a culpa pelos resultados negativos do time passa por Alex Muralha. Que o goleiro não vive uma grande fase é inquestionável – e ele mesmo tratou de deixar isso claro na última rodada do Brasileirão, onde cometeu um erro bizarro no primeiro gol e falhou no segundo da derrota para o Santos por 2 a 1 -, mas a forma como os rubro-negros estão lidando com a situação parece até intimidar todo o grupo.

Diego, Cuellar, Pará e outros atletas importantes já deram declarações de apoio a Muralha, mas de nada adiantou. O goleiro vem sendo execrado pela torcida e isso fez com que Reinaldo Rueda seja obrigado a escalar César, que era a quarta opção do clube no início da temporada e agora se tornou na principal esperança do Fla. Sem atuar desde 6 de dezembro de 2015, o arqueiro foi emprestado para alguns clubes que também não o utilizaram e acabou por voltar à Gávea. Que a estrela de César seja grande o suficiente para ele suportar a pressão da torcida colombiana e, principalmente, a desconfiança da sua própria torcida.

No setor ofensivo, Rueda poderia optar por escalar o tão aclamado Vinicius Junior, mas não deve fazer isso. Na primeira partida, quando colocou a jovem revelação foi nítida a melhora no ataque do Fla. Felipe Vizeu continuará na vaga de Paolo Guerrero, que está suspenso por doping. Falando de números, o OddsShark.com mostra que um triunfo do Flamengo paga ótimos R$ 3,78 por real investido. Mas é um resultado complicado para se apostar…

Junior em casa

Complicado de se apostar porque o Junior Barranquilla se mostrou uma equipe de bastante qualidade. No Maracanã, Yimmi Chará infernizou a zaga flamenguista pelos lados do campo, enquanto que o artilheiro Téo Gutiérrez fez o trabalho sujo de brigar entre os defensores e provocar muito todo e qualquer jogador brasileiro. Saiu dos pés dele o gol que abriu o placar no confronto de ida e que pode ser decisivo para a classificação dos colombianos.

O Junior vem em grande fase. No campeonato local se classificou em primeiro lugar para a fase de mata-mata e, mesmo jogando na última segunda-feira sem alguns de seus principais jogadores que foram poupados – entre eles Chará e Gutiérrez -, conseguiu empatar sem gols diante do América de Cali fora de casa. A confiança da torcida é grande para a classificação tanto no Campeonato Colombiano quanto na Sul-Americana é grande, já que time de Julio Comosaña possui excelentes números atuando em seu estádio.

Pelo torneio nacional, foram oito vitórias, um empate e uma derrota em dez jogos. Já pelo campeonato continental, o Junior atingiu a importante marca de não perder como mandante. Entrando na segunda fase, os colombianos venceram quando precisavam e também obteve dois empates para avançar seguidamente até a grande decisão.

Com o apoio de sua torcida e contando com um time de qualidade, as chances do Junior Barranquilla de vencer já seriam consideráveis. Neste caso, no entanto, ainda tem o fator do outro lado. A pressão em cima do Flamengo está demais. Não é apenas o Muralha ou o César que sentem essa cobrança, mas sim o time inteiro. Principal arma do meio-campo flamenguista, Diego não consegue fazer uma boa partida há tempos. Recentemente, Vizeu e Rodolpho trocaram xingamentos em pleno jogo contra o Corinthians, quando a equipe vencia por 2 a 0 dentro de casa. Ou seja, o clima está estranho pelos lados da Gávea e, por isso, o OddsShark.com aconselha investir no Junior. O retorno para um placar favorável aos colombianos é de R$ 2,10 por real jogado. Boa sorte!

Comentários