Restam quatro vagas para a Copa do Mundo da Rússia 2018

  • por Doentes por Futebol
  • 11 Dias atrás

Por enquanto, a derradeira data FIFA classificou Croácia, Marrocos, Senegal, Suíça e Tunísia para a fase final da Copa do Mundo. Restam seis embates e quatro vagas a serem preenchidas entre hoje e a madrugada de quinta-feira. Confira abaixo os prognósticos, segundo o Oddsshark.com.

Irlanda e Suécia na frente

A Suécia superou a tetracampeã mundial Itália por 1 a 0, em Solna, e basta não levar gols para poder visitar o Kremlin no ano que vem. Os escandinavos, que já chegaram quatro vezes às semifinais, estão próximos de participar da festa do velho esporte bretão pela 12ª vez. O gol solitário foi anotado por Jakob Johansson, volante do AEK de Atenas. Para esta tarde, o triunfo da Azzurra está avaliado em R$ 1,63 / um, contra R$ 5,21 / um dos suecos e R$ 4,09 / um se não pintar um vencedor.

Em Copenhague, Dinamarca e Irlanda frustraram seus torcedores. Os alvirrubros bem que tentaram impor seu ritmo de jogo e criaram as melhores ações ofensivas. Os irlandeses, no entanto, souberam repelir as investidas com uma defesa muito bem postada. Agora, os de Dublin lutam para participar pela quarta vez do sorteio dos grupos da Copa. Os prêmios para amanhã são de R$ 3,70 / um se der Guinness saindo da choppeira, ou R$ 1,91 / um se a comemoração for regada a Carlsberg; ou R$ 3,30 / um se ambos os povos beberem. Números fornecidos pelo Oddsshark.com.

Peru perto da vaga

O Peru, sem Paolo Guerrero, teve atuação ruim contra a Nova Zelândia. Ao longo de todos os 90 minutos, a seleção Inca só teve duas claras ocasiões de gol. Brilhou o zagueiro Winston Reid, responsável pela organização do setor defensivo. Outro que se destacou foi o goleiro Stefan Marinovic, que defendeu a cabeçada certeira de Aldo Corzo. O 0 a 0 acabou sendo justo.

Ambos saíram contentes com o placar. Os All Whites porque não têm nada a perder e os sul-americanos porque decidem diante de sua torcida.

Na quinta-feira, o triunfo alvirrubro vale R$ 1,18 / um, contra R$ 13,38 / um do êxito visitante e R$ 7,38 / um da igualdade.

Já passou o pior para a Austrália

A Austrália viveu uma verdadeira epopeia nestas Eliminatórias, encarando esquadras sem tradição no futebol, como Bangladesh e Tailândia, e equipes sem condições de receber um enfrentamento desta importância, casos da Síria, em Guerra Civil, e de Honduras, cujo estádio Olímpico Metropolitano precisa de uma grande reforma.

Em San Pedro Sula, os hondurenhos correram muito, principalmente seus laterais, mas foram pouco eficazes. Lozano poderia ter concluído com perigo se não tivesse se desequilibrado após passar pelos zagueiros. Já Aaraon Mooy fez uma excelente jogada individual para os Cangurus, lançou Juric em profundidade que deu um drible desconcertante em Johnny Palacios, mas pegou mal na bola na hora de concluir.

O segundo tempo foi sonolento, de pouca criatividade. Os 22 jogadores pareciam cansados por causa do gramado alto e molhado, devido às chuvas que caíram na cidade, horas antes do encontro.

As cotações do Oddsshark.com mostram que os de língua inglesa tendem a ganhar: R$ 1,80 / um, contra R$ 4,55 / um dos centro-americanos e R$ 3,51 / um se ninguém for melhor do que ninguém.

Os cinco mais novos classificados

Senegal venceu a África do Sul em Polokwane por 2 a 0, em partida que fora cancelada pela FIFA por suspeita de manipulação de resultado. Diafra Sakho e Cheikh N’Doye fizeram os gols que carimbaram os passaportes dos Leões de Teranga. Prêmio de R$ 2,65 / um.

Em Abidjan, o Marrocos deu um nó tático na Costa do Marfim e prevaleceu por 2 a 0, gols de Nabil Dirar e Mehdi Benatia. Os Leões dos Atlas retornam a um Mundial pela primeira vez desde 1998. O apostador ganhou R$ 4,05 / um, segundo as casas de apostas de futebol.

A Tunísia cumpriu seu papel mesmo sendo medrosa diante da Líbia. O empate sem gols garantiu o retorno das Águias de Cartago, depois que elas ficaram ausentes em 2010 e 2014. A recompensa chegou a R$ 6,53 / um.

Na Basileia e em Pireu, Suíça e Croácia foram burocráticas, porem seguraram o regulamento em baixo do braço para festejar bastante os 90 minutos sem abertura de contagem. Irlanda do Norte e Grécia já podem focar na Eurocopa de 2020. Quem aplicou um real, recebeu R$ 4,18 pela peleja na Terra do Chocolate e R$ 3,45 pelo duelo na nação do Platão.

Sexta-feira, 10 de novembro:

África do Sul 0-2 Senegal (R$ 2,65)

Sábado, 11 de novembro:

Costa do Marfim 0-2 Marrocos (R$ 4,05)

Tunísia 0-0 Líbia (R$ 6,53)

Domingo, 12 de novembro:

Suíça 0-0 Irlanda do Norte (R$ 4,18)

Grécia 0-0 Croácia (R$ 3,45)

Segunda-feira, 13 de novembro:

17h45: (R$ 1,63) Itália x Suécia (R$ 5,21) (Empate R$ 4,09)

Terça-feira, 14 de novembro:

17h30: (R$ 2,24) Burquina Faso x Cabo Verde (R$ 3,90) (Empate R$ 2,95)

17h30: (R$ 1,44) Senegal x África do Sul (R$ 9,40) (Empate R$ 4,35)

17h45: (R$ 3,70) Irlanda x Dinamarca (R$ 1,91) (Empate R$ 3,30)

Quarta-feira, 15 de novembro

07h00: (R$ 1,80) Austrália x Honduras (R$ 4,55) (Empate R$ 3,51)

Quinta-feira, 16 de novembro:

00h15: (R$ 1,18) Peru x Nova Zelândia (R$ 13,38) (Empate R$ 7,38)

Os classificados até o momento:

África: Egito, Marrocos, Nigéria, Senegal e Tunísia.

América do Sul: Argentina, Brasil, Colômbia e Uruguai.

Ásia: Arábia Saudita, Coreia do Sul, Irã e Japão.

CONCACAF: Costa Rica, México e Panamá.

Europa: Alemanha, Bélgica, Croácia, Espanha, França, Inglaterra, Islândia, Polônia, Portugal, Sérvia e Suíça.

País-sede: Rússia.

Comentários