Ones to Watch | Arthur

  • por Felipe Simonetti
  • 10 Dias atrás

Quem é jogador do modo Ultimate Team, do FIFA, provavelmente já está acostumado com algumas cartas especiais nos tempos de janela: as famosas cartas Ones to Watch. Elas surgem para dar destaque aos jogadores que se transferiram recentemente e tem seu overall adaptado de acordo com as atuações dos atletas e a saída de novas cartas in form.

Para quem não é tão gamer isso tudo pode até parecer muito confuso, mas a ideia é basicamente destacar atletas “a serem visto”, ou seja, direcionar o olhar dos aficionados para o que pode surpreendê-los em campo.

Nessa linha, querendo retornar (mais uma vez) e romper (mais um hiato) do Imigrantes da Bola, surge uma proposta de 7 dias, 7 programas e indo direto com essa nova série, o Ones to Watch, do Imigrantes. A ideia é aproveitar os jogadores com menos hype e aprofundar a análise sobre eles em programas mais curtos e com uma periodicidade bacana nesses dias.

Afinal, se há uma ideia que tenho dado valor ultimamente é a de que “você não precisa ser bom para começar, mas precisa começar para se tornar bom”.

Assim, é dada a largada para esse novo momento, que tendo um resultado legal de repercussão, comentários e feedback, com certeza se adaptará e trará conteúdos ainda mais legais.

Para estrear essa maratona (1/7) o analisado foi o volante de 21 anos, do Grêmio, Arthur. Jogador inteligente, vencedor do prêmio de melhor jogador da final da Libertadores 2017 (x Lanús) que já desperta os olhares atentos tanto dos diretores do Barcelona quanto do seu provável adversário nas próximas semanas, o Real Madrid!

O que acharam?

Comentários

Capixaba que se mudou para BH e passou a dividir sua paixão principal pelo São Paulo com o Atlético Mineiro, ama acima de tudo, o futebol. Graduando em Relações Econômicas Internacional pela UFMG, podcaster do Imigrantes da Bola e doente por futebol, esse sou eu.