Sul-Americana: Flamengo é azarão na Argentina e deve fazer jogo para trazer decisão em aberta no Maracanã

  • por Doentes por Futebol
  • 2 Anos atrás

Com a classificação para a Libertadores já assegurada, o time de Reinaldo Rueda ainda pode conquistar uma taça no ano de 2017 diante do Independiente

O Campeonato Brasileiro 2017 acabou e vez no último fim de semana, mas muito se engana quem acredita que não teremos mais bola rolando para equipes nacionais até o fim do ano. Já nesta quarta-feira, na Argentina, o Flamengo fará o jogo de ida da grande final da Copa Sul-Americana diante do Independiente. Será a última oportunidade dos comandados de Reinaldo Rueda conquistarem um título de expressão – algo que a torcida rubro-negra ainda aguarda ansiosa devido aos enormes investimentos no elenco. Também não deixa de ser uma excelente oportunidade para investir em apostas em futebol seguindo os conselhos do OddsShark.com.

O Flamengo chega a essa final após tirar um grande peso das costas na última rodada do Brasileirão. Com o triunfo diante do Vitória em pleno Barradão, os cariocas garantiram a sexta colocação e, com isso, se classificaram de maneira direta para a fase de grupos da Libertadores. Ou seja, aquele medo de ficar de fora do torneio mais importante do continente no ano que vem não existe mais e os jogadores chegaram até a dizer que o duelo contra o Independiente seria para “cumprir tabela”. Mas isso não é verdade. É claro que a pressão caiu um pouco, mas ainda existirá a cobrança para levantar o caneco.

Depois de momentos bastante complicados e até exagerados de repúdio ao goleiro Alex Muralha, parece que o Fla arrumou em César a solução para ficar embaixo de suas traves. Aquele que era a quarta opção no gol rubro-negro foi escalado por mera falta de opção e acabou pegando pênalti e tendo ótima atuação na semifinal da Sul-Americana, diante do Junior Baranquilla, quando a equipe brasileira venceu por 2 a 0. Aliás, dois tentos foram marcados por Felipe Vizeu, um dos pilares do time de Reinaldo Rueda.

Vizeu possui cinco gols na Sul-Americana e, ao lado de outros dois jogadores, é um dos artilheiros da competição. Caberá ao centroavante a missão de novamente substituir Paolo Guerrero, que segue suspenso por doping. Ele será novamente munido principalmente pelos pés de Diego e Lucas Paquetá, sendo que o segundo parece estar em um momento melhor que o primeiro tanto fisicamente quanto tecnicamente. Se você estiver confiante na força do Flamengo para vencer mesmo fora de casa, o retorno é de R$ 4,00 por real investido, mas o OddsShark.com não acredita que essa seja a melhor hipótese.

A força do Independiente

Bom, é claro que a equipe do Independiente não é a mesma de tempos atrás. Tido como ‘Rei das Copas’, os argentinos são os maiores vencedores de Libertadores da história, com sete títulos, e também possuem um caneco da Sul-Americana. Mais impressionante do que isso é o aproveitamento do time de Avellaneda quando se trata de final continental. Ele venceu todas que disputou entre Liberta e Sula. Tem que respeitar, amigo!

Mas ao mesmo tempo esse excelente histórico se perde um pouco no tempo, já que a última conquista da Libertadores por parte do Independiente foi em 1984. Na Sul-Americana o troféu veio em 2010, com vitória em cima do Goiás. Isso demonstra claramente que o auge da equipe talvez já tenha passado, mas sua força ainda é muito grande – ainda mais atuando em Avellaneda, onde será a primeira partida.

Em seu estádio, o Independiente venceu quatro das cinco partidas que fez pela Sul-Americana – empatou em 0 a 0 com o Allianza Lima, do Peru, na primeira rodada. Nos demais jogos, a força de sua torcida foi extremamente importante para garantir o que os argentinos chegassem até a final. O Flamengo encontrará muita pressão e um oponente que tem fome por títulos continentais. Provavelmente, Reinaldo Rueda tentará novamente se armar bem defensivamente para buscar contragolpes e trazer para o Rio de Janeiro um bom resultado.

Mais leve pela vaga garantida na Libertadores do ano que vem, com a confiança em seu goleiro readquirida e acreditando em suas peças ofensivas, o Flamengo tem chance de fazer bonito na Argentina, mas o OddsShark.com acredita que pelo menos no jogo de ida a vantagem está do lado do Independiente. O favoritismo é claro para o Rei das Copas na primeira partida e seu triunfo paga R$ 2,03 por real apostado. O importante para os cariocas é não deixar que o placar seja muito largo, já que no Maracanã a história promete ser bem diferente…

Qua (06/12) – 21:45 – Independiente (2.03) x (4.00) Flamengo – Empate 3.06

Comentários