Brasil defende sequência de 52 anos sem cair na fase de grupos da Copa do Mundo

  • por Victor Gandra Quintas
  • 7 Meses atrás

País avançou sempre até as quartas de final no atual formato com 32 seleções

Ainda faltam mais de seis meses para a bola rolar na Rússia, mas com o sorteio de grupos já dá para imaginar qual será o futuro do Brasil na Copa do Mundo. Aliás, este é o momento certo para você investir na fase que o país será eliminado ou se a equipe de Tite consegue levantar a taça, afinal, isso rende quase quatro vezes mais nas casas de apostas de futebol.

Fase de grupos

Esta é sem dúvidas a opção que seria uma enorme zebra. O grupo com Suíça, Costa Rica e Sérvia está longe de ser fácil e todos podem roubar algum pontinho do Brasil, só que a seleção canarinho não costuma dar tanta bobeira assim no começo da competição. Prova disso é que desde que a fase inicial passou a ter mais de um jogo, a única vez que o país foi eliminado de cara foi em 1966.

Na ocasião, com Pelé lesionado e uma geração envelhecida, o time foi superado por Hungria e Portugal, e só conseguiu vencer a Bulgária. Com apenas dois pontos no total (na ocasião o triunfo valia somente dois), a seleção ficou atrás dos algozes, que somaram quatro e seis, respectivamente.

Depois disso, sempre passou com tranquilidade, o que tem tudo para se repetir. No entanto, caso queira investir em um fracasso quase tão impactante como o 7 a 1 saiba que o retorno é de inacreditáveis R$ 11,00 para R$ 1,00. O feito não chega a ser raro entre as gigantes, pois Espanha, Itália e Argentina já caíram precocemente nas últimas edições.

Oitavas de final é o grande dilema

Se a fase de grupos parece fácil, a etapa seguinte pode ser bem tensa. Afinal, o adversário das oitavas sairá da chave com Alemanha, México, Suécia e Coréia do Sul. O confronto será entre o primeiro de um lado contra o segundo do outro. Como os atuais campeões são favoritos, o Brasil tem a obrigação de garantir a liderança, senão pode se complicar.

A possibilidade deste cruzamento acaba tornando a opção de queda nas oitavas como uma das mais cotadas, dando R$ 4,50 em cada real, segundo dados do Oddsshark.com.

Quartas historicamente complicadas

A primeira edição do Mundial que após a fase de grupos iniciava um mata-mata a partir das oitavas foi em 1986. Na ocasião, o Brasil de Zico e Sócrates caiu justamente nas quartas, para a França. Desde então, esta etapa passou a ser a maior vilã do pais, com a seleção canarinho caindo nela em mais duas ocasiões, além de muito sofrimento quando passou por ela.

A primeira vez que conseguiu avançar foi em 1994, quando sofreu para fazer 3 a 2 na Holanda. Quatro anos depois teve que repetir o placar para eliminar a Dinamarca. Em 2002, o Brasil precisou buscar uma virada histórica sobre a Inglaterra, só que ainda perdeu Ronaldinho expulso, virando um grande desfalque para a semifinal.

Nas duas edições seguintes, foi eliminado exatamente nas quartas. Só voltou a passar pela fase em 2014, quando fez um grande jogo contra a Colômbia, só que perdeu Neymar lesionado.

Com isso, não é exagero dizer que é a etapa mais dramática. No entanto, os adversários não devem ser tão perigosos, com a seleção tendo pela frente provavelmente Bélgica, Inglaterra ou novamente a Colômbia. Ainda assim, é a fase mais cotada, pagando R$ 4,30 para R$ 1,00, encontrará no Oddsshark.com.

Brasil entre os melhores

Apesar de todas as possibilidades e adversários perigosos, a expectativa é que o Brasil alcance novamente a semifinal, o que garante R$ 5,00 para R$ 1,00. O time de Tite vem muito bem, com uma defesa bem segura, goleiros evoluindo e um ataque mortal. Espera-se muito do trio Gabriel Jesus, Coutinho e Neymar, que certamente farão um grande Mundial.

Com um grupo forte, a seleção aparece sim no bolo das favoritas e rende R$ 6,00 em cada real pela taça. O vice-campeonato oferece quase o mesmo valor, R$ 7,00. Sendo assim, uma boa opção para faturar é colocar R$ 1,00 em cada uma dessas três possibilidades (semifinal, vice e título). Neste caso, acontecendo qualquer um desses desfechos, o lucro será de no mínimo R$ 2,00.

Fases que o Brasil pode alcançar e os números Oddsshark.com

Fase de grupos R$ 11,00

Oitavas de final R$ 4,50

Quartas de final R$ 4,30

Semifinal R$ 5,00

Vice-campeão R$ 7,00

Campeão R$ 6,00

 

Comentários

Natural de Belo Horizonte. Torcedor do Cruzeiro e da Juventus. Um Doente por Futebol. Desde pequeno um apreciador do esporte mais popular do mundo, preferindo mais em acompanhar do que jogar (principalmente por não ter talento algum com a bola).