Os técnicos para você prestar atenção em 2018

  • por Felipe Simonetti
  • 1 month atrás

Enquanto no Brasil vivemos a pré-temporada nesse começo de 2018, as pranchetas europeias já estão todas rabiscadas. Algumas cabeças rolam no velho continente enquanto algumas recebem coroas e louros de vitória. E esse é um dos momentos mais curiosos e pontuais do ano para se falar sobre expectativa.

Contrastando as duas realidades do futebol nessas regiões podemos traçar: os técnicos para 2018 no Brasil e os nomes para o futuro na Europa. Um pensa no curto prazo, o outro no longo. É uma discussão mais complexa do que isso, mas para o caso resolve.

É sobre o que?

Nesse cenário, Felipe Simonetti (@felipesimonetti), André Andrade (@PepGenius) e Mairon Rodrigues (@maiiron_) apontaram o futuro dos comandantes do Brasil, da América do Sul e da Europa. De um lado os que precisam mostrar o que valem. Do outro, os que mostram nessa temporada seu valor.

E nem precisa de resultado para estar nessa lista. Tem técnico que é lanterna e foi destacado, como tem campeão da competição continental que mereceu os aplausos. Mas todos com algo a acrescentar no futebol

E falaram sobre quem?

Portanto, não espere uma lista com nomes como Renato Gaúcho, Pep Guardiola, Ernesto Valverde e muito menos Rafa Benítez e Bauza. Falamos de alguns nomes mais conhecidos da grande mídia e outros com poucos holofotes, mas todos com um ponto em comum: defesa de um projeto de jogo e crença na estratégia.

Já dando spoiler, Fernando Diniz foi um dos citados. Adorado de forma rasa no mainstream e profundamente analisado no underground, o novo técnico do Atlético Paranaense terá em suas mãos um grande clube para mostrar a que veio. Irá mostrar suas convicções, táticas, invenções e ai terá o mais duro veredito (pelo imediatismo do brasileiro, talvez em poucos meses).

Então me mostra isso logo!

Mas enfim, ouça a nova edição do Imigrantes da Bola e conheça os técnicos para se ficar de olho em 2018. Continue o debate conosco pelo Soundcloud e digam o que acharam do retorno do antigo formato. O nosso futuro é alternar entre participações individuais e rápidas e grandes programas (mesmo que com pouca edição)!

Então, vamos nessa!

Comentários

Capixaba que se mudou para BH e passou a dividir sua paixão principal pelo São Paulo com o Atlético Mineiro, ama acima de tudo, o futebol. Graduando em Relações Econômicas Internacional pela UFMG, podcaster do Imigrantes da Bola e doente por futebol, esse sou eu.