Demolidor na Libertadores, Vasco pode novamente encher o bolso do apostador mesmo na altitude de Sucre

  • por Victor Gandra Quintas
  • 1 year atrás

Cariocas jogam nesta quarta-feira contra o Jorge Wilstermann pela partida de volta da terceira fase do torneio continental

Nem mesmo o mais fanático torcedor cruzmaltino poderia imaginar que o Vasco seria tão avassalador nos jogos da pré-Taça Libertadores da América. Em três jogos disputados até o momento, o time de São Januário levou a melhor em todos, não levou nenhum gol e balançou as redes adversárias em 10 oportunidades.

Na primeira fase do torneio continental, goleada de 4 a 0 no Chile diante do Universidad Concepción, e 2 a 0 no Rio de Janeiro. Já pela terceira fase, contra os bolivianos do Jorge Wilstermann, no Brasil, na semana passada, o Gigante da Colina mais uma vez destruiu o oponente com uma nova surra de 4 a 0.

Agora, nesta quarta-feira, 21 de fevereiro, às 21h45, horário de Brasília, no Estádio Olímpico Pátria, na temida altitude de Sucre, os cariocas terão que jogar muito mal e contar com a falta de sorte para ser eliminado. Para se classificarem, os donos da casa necessitam de um placar de 4 a 0 para levarem a decisão da vaga para os pênaltis ou de 5 a 0 para obterem a apuração direta, nos 90 minutos. Boas opções para apostas de futebol não faltam no Oddsshark.com.

O fato de não ter se classificado para as semifinais da Taça Guanabara, o primeiro turno do Campeonato Carioca, foi positivo para os vascaínos, que tiveram mais tempo para se prepararem para os duelos internacionais. O técnico Zé Ricardo terá o retorno do zagueiro equatoriano Erazo, suspenso anteriormente. A escalação, ao que tudo indica, deve ser praticamente a mesma que foi lançada a campo no primeiro jogo: Martin Silva; Pikachu, Erazo (ou Paulão), Ricardo, Henrique; Desábato, Wellington, Wagner, Evander; Paulinho e Andrés Ríos.

O meio-campo Thiago Galhardo, reserva que vem entrando ao longo das partidas, pediu pés no chão ao time da colônia portuguesa. “A equipe vem em uma crescente muito boa. Estamos felizes pelo trabalho, por ver jogadores como o Paulão entrando e marcando gol. Mais uma vez fizemos um placar elástico e estamos com uma grande expectativa. Sabemos que ainda teremos um jogo difícil na Bolívia. Não podemos perder nossa concentração, até porque ainda é preciso um resultado para garantirmos a nossa classificação”, disse ao site oficial do Cruzmaltino.

Já o lateral Yago Pikachu seguiu a mesma linha de pensamento do companheiro de equipe. “Nós não podemos cair nesse erro de ir lá apenas para se defender, até porque sabemos que eles virão para o tudo ou nada. Abrimos uma boa vantagem, mas não tem nada definido, será um jogo bastante perigoso. Temos que entrar concentrados para não tomar gol cedo e não cair em nenhuma provocação. Será a primeira vez que eu e alguns jogadores iremos jogar na altitude, podemos ter dificuldades, mas vamos procurar nos adaptar durante a partida.”

Como jogarão 2.810 metros acima do nível do mar, os brasileiros montaram estratégias para amenizarem os efeitos da altitude.

“Iremos chegar a Sucre apenas no dia do jogo. Estudos mais recentes mostram que os efeitos são menores quando se adota essa estratégia. Uma das nossas maiores preocupações é com a velocidade da bola. Se trata de uma situação técnica e que pode interferir diretamente no resultado do jogo. Sobre os efeitos da altitude, eles variam de atleta para atleta. O que posso garantir é que estamos preparados para lidar com qualquer situação”, explicou o preparador físico Ricardo Henriques.

Enquanto não chega a Sucre, o Vasco ficará na cidade de Santa Cruz de la Sierra. Do elenco de 25 jogadores, 11 já tiveram oportunidade de atuar na altitude. Os atletas são: Martín Silva; Erazo; Desábato; Andrés Ríos; Riascos; Paulão; Werley; Fabrício; Wellington; Wagner e Thiago Galhardo.

Do outro lado do confronto, o Jorge Wilstermann vem de um triunfo simples de 1 a 0 sobre o Oriente Petrolero dentro de casa pelo campeonato nacional. Os aviadores estão na segunda colocação do Grupo A na Bolívia, com 6 pontos, 3 a menos que o Bolívar.

De acordo com o Oddsshark.com, qualquer vitória do Vasco paga R$ 4,00 a cada real aplicado contra R$ 1,74 do Jorge Wilstermann. Agora, se por acaso, os visitantes conseguirem fazer 4 a 0 ou 5 a 0, o que na minha opinião não é nada fácil, os rendimentos serão de R$ 34,00 e R$ 67,00, respectivamente. Mas, se os vascaínos vivem uma boa fase, não é nenhum absurdo eles vencerem por 1 a 0 ou 2 a 0. Concorda? Os valores pagos para estes placares são de R$ 12,00 e R$ 21,00.  Quem passar deste mata-mata vai entrar no Grupo 5 com Cruzeiro, do Brasil, Racing, da Argentina, e Universidad de Chile.

Independiente Santa Fe x Santiago Wanderers

É deste duelo entre colombianos e chilenos que sai o adversário do Flamengo no Grupo 4, que também conta com River Plate, da Argentina, e Emelec, do Equador. Na semana passada, o Santa Fe saiu na frente e ficou com uma pequena vantagem ao vencer fora de casa por 2 a 1. Um novo triunfo do time da Colômbia está cotado em R$ 1,37, enquanto que a formação do Chile rende R$ 7,50. O jogo acontece na terça-feira, dia 20 de fevereiro, às 21h30, horário de Brasília, no Estádio El Campín.

Nacional x Banfield

Na quarta-feira, também às 21h45, o tricampeão da Libertadores, o Nacional, do Uruguai, recebe os argentinos do Banfield no Parque Central, em Montevidéu. Por ter empatado por 2 a 2 em Buenos Aires no confronto de ida, os uruguaios, avaliados em R$ 2,00, estão com a sua situação um pouco mais folgada. Mas, toda atenção é válida. Uma nova igualdade sem gols dá a vaga ao Nacional no Grupo 6, que conta com o Real Garcilaso, do Peru, Santos, do Brasil, e Estudiantes, da Argentina.

Guaraní x Junior Barranquilla

Já na quinta-feira, às 21h30, horário de Brasília, no Estádio Defensores Del Chaco, em Assunção, se quiserem entrar no Grupo 8 ao lado do Palmeiras, do Brasil, Boca Juniors, da Argentina, e Alianza Lima, do Peru, os paraguaios do Guaraní precisam reverter a vantagem que está com o Junior Barranquilla, da Colômbia. O time da terra da cantora Shakira venceu o duelo de ida, em casa, por 1 a 0. O clube amarelo e preto avança direto para a fase de grupos se derrotar o rival por 2 a 0. O placar de 1 a 0 para o Guaraní leva a decisão da vaga para os pênaltis.

Novamente conforme o Oddsshark.com, os anfitriões pagam R$ 2,25 e os visitantes R$ 3,25.

Confira os jogos da volta da terceira fase da Libertadores da América:

 Terça-feira (20 de fevereiro)

21h30 – Independiente Santa Fe (R$ 1,37) x (R$ 7,50) Santiago Wanderers. Empate: R$ 4,35

Quarta-feira (21 de fevereiro)

21h45 – Jorge Wilstermann (R$ 1,74) x (R$ 4,00) Vasco da Gama. Empate: R$ 3,70

21h45 – Nacional (R$ 2,00) x (R$ 3,85) Banfield. Empate: R$ 3,15

Quinta-feira (22 de fevereiro)

21h30 – Guaraní (R$ 2,25) x (R$ 3,25) Junior Barranquilla. Empate: R$ 3,00

Comentários

Natural de Belo Horizonte. Torcedor do Cruzeiro e da Juventus. Um Doente por Futebol. Desde pequeno um apreciador do esporte mais popular do mundo, preferindo mais em acompanhar do que jogar (principalmente por não ter talento algum com a bola).