Além de Ibra! Outros grandes nomes que foram para MLS

  • por José Eduardo Volpini
  • 5 Meses atrás

Após a matéria com as figuras conhecidas da temporada 2018 da MLS, o desafio foi listar dez grandes nomes internacionais que decidiram jogar na principal liga de futebol dos Estados Unidos. Ou seja, jogadores que tomaram a mesma decisão que Zlatan Ibrahimović, nova contratação do Los Angeles Galaxy.

O curioso na lista abaixo é que todos foram campeões da Liga dos Campeões sendo titulares de suas equipes e peças importantes. Alguns até conquistaram a tão sonhada Copa do Mundo. Porém, o critério mais importante: foram referências de suas posições por anos.

 

LEIA MAIS: Os nomes conhecidos da Major League Soccer 2018

 

David Beckham (2007-2012)
………………….
A ida de David Beckham para o Los Angeles Galaxy surpreendeu o mundo. O jogador, que anunciou sua ida para os Estados Unidos em janeiro de 2007, ainda seria importante para o Real Madrid na reta final de La Liga 2006/07 e certamente poderia continuar em uma grande equipe da Europa.

No futebol norte-americano, conquistou por duas vezes a MLS Cup (2011, 2012) e por duas vezes foi eleito o melhor jogador da MLS no ESPY Award (2008, 2012).

 

Thierry Henry (2010-2014)

………………….

Com um currículo invejável, que inclui Copa do Mundo, Liga dos Campeões, Mundial de Clubes, Eurocopa e um Campeonato Inglês invicto, Henry é um daqueles casos que dispensa comentários. No New York Red Bulls, foram cinco temporadas, com 122 jogos, 51 gols e 42 assistências. Em 2013, seu time foi o melhor da temporada regular e ele o melhor jogador segundo o ESPY Award.

 

Alessandro Nesta (2012-2013)

………………….

Alessandro Nesta foi um dos grandes defensores de sua época, fazendo sucesso tanto na Lazio quanto no Milan. Após uma década morando em Milão, foi para o Canadá defender o Montreal Impact. Lá, encontrou os compatriotas Matteo FerrariBernardo CorradiMarco Di Vaio, todos contratados para a temporada 2012 da MLS.

 

Didier Drogba (2015-2016)

………………….

Fundamental na conquista da Liga dos Campeões 2011/12, Drogba passou pelo Shanghai ShenhuaGalatasaray e novamente Chelsea, antes de ser mais um contratado do Montreal Impact. Foram duas temporadas, 41 partidas e 23 gols do marfinense. Atualmente ele está no Phoenix Rising, time norte-americano que disputa a United Soccer League.

 

David Villa (2015-atualmente)

………………….

O experiente artilheiro deixou o Atlético de Madrid após a histórica temporada do time em 2013/14, que venceu La Liga e foi vice-campeão na Liga dos Campeões. O atleta fechou com o New York City e logo foi emprestado para o Melbourne City, onde atuou apenas por quatro partidas.

Nos Estados Unidos, continua balançando as redes e sendo um dos melhores de cada edição da MLS.

 

Frank Lampard (2015-2016)

………………….

Um dos grandes ídolos do Chelsea, Lampard foi outro caso de jogador contratado pelo NY City emprestado para outro time antes de estrear. No caso do inglês, foi o Manchester City. As três equipes (Melbourne City também) são do mesmo grupo.

Em 2015, participou de 10 partidas e marcou 3 gols. Em 2016, 21 aparições e 12 gols.

 

Andrea Pirlo (2015-2017)

………………….

Após uma rica história construída na Itália, terminando com a conquista de seu sexto Campeonato Italiano (cinco em sequência) e uma final de Liga dos Campeões, o camisa 21 foi mais um a chegar no New York City FC. Em três temporadas, foram 62 partidas, 9 assistências e um gol.

 

Kaká (2015-2017)

………………….

Após voltar ao Milan em 2013/14, Kaká iria retornar para outra equipe bastante conhecida por ele: o São Paulo. Desta vez, por empréstimo do Orlando City, que o contratou mas só iria estrear na Major League Soccer no ano seguinte.

Vestindo a camisa 10 e com a braçadeira de capitão, Kaká foi o líder técnico do Orlando por três temporadas. Após o fim do contrato, o craque brasileiro decidiu pendurar as chuteiras.

 

Steven Gerrard (2015-2016)

………………….

Capitão do Liverpool na inesquecível final da Liga dos Campeões em 2005, Gerrard passou mais de uma década em Anfield. Lá, o meio-campista começou, viveu seu auge e a fase final da carreira no solo europeu.

Em janeiro de 2015, anunciou que mudaria para os Estados Unidos ao final da temporada. Seria outro inglês no LA Galaxy. Ao final daquele ano, o camisa 8 contaria sobre os primeiros meses na MLS:

“Ir para a estrada, jogar em campo sintético, na altitude, na umidade, foram obstáculos que tive que enfrentar nos últimos meses e para os quais não estava preparado. Todo jogo fora de casa tem um desafio diferente.”  

 

Schweinsteiger (2017-atualmente)

………………….

Após anos de Bayern de Munique e uma passagem complicada pelo Manchester United, o alemão optou por fechar com o Chicago Fire em março do ano passado. A adaptação não parece que foi um problema para o jogador:

“Estou muito feliz por renovar pelo Chicago Fire e por continuar o que comecei em 2017. O ano passado foi muito especial para a minha carreira, mas me sinto incompleto sem um título. Estou seguro de que podemos fazer mais uma grande temporada com o apoio dos nossos torcedores. Adoro esta cidade, adoro o futebol e adoro ganhar. Espero uma temporada em que daremos um passo rumo ao sucesso.”

O contrato de Schweinsteiger vai até o final da temporada atual.

Quem será o próximo grande jogador a aparecer na Major League Soccer?

 

Fontes:

Entrevista de Steven Gerrard – Estadão

Entrevista de Bastian Schweinsteiger – Gazeta Esportiva

 

 

Comentários