Por poucos minutos de jogo, John Stones pode sair do Manchester City

  • por Victor Gandra Quintas
  • 9 Meses atrás

O zagueiro da Seleção Inglesa, John Stones, pode sair do Manchester City. De acordo com o Sky Sports, o atleta não se sente seguro com a falta de jogos pelos Citizens. Nos últimos nove jogos do time de Guardiola, Stones esteve presente em apenas dois. a opção do treinador tem sido por escalar Otamendi e Kompany como dupla de zagueiros.

Stones começou bem no City, mas depois de uma lesão, demorou a apresentar um bom futebol. O zagueiro foi contratado depois de aparecer muito bem jogando pelo Everton, transferindo-se por cerca de 50 milhões de euros. Em declaração ao periódico, Stones disse:

“É difícil. Todo jogador quer jogar de semana em semana. “Eu tive jogos aqui e ali, eu tenho lutado e isso é tudo que você pode fazer. Treinar duro, continuar trabalhando duro e quando sua chance chegar, você terá que fazer isso e foi o que eu fiz.”

Sobre os colegas de equipe e o treinador:

“Eu tive o apoio dos jogadores e o apoio do treinador. É uma daquelas coisas em que o time está ganhando jogos e jogando bem, e você não pode voltar assim. Ainda estou aprendendo enquanto estou na reserva, isso é importante. Mas é difícil. De toda forma eu tenho minha primeira medalha (a vitória da City no Carabao Cup), então não posso reclamar.”

Seleção Inglesa

Apesar dos poucos jogos com o City, Stones é titular da Seleção comandada por Southgate. O zagueiro tem vaga garantida na Copa do Mundo. atuando com dois ou três zagueiros, o jogador destaca a importância do grupo e na adaptação aos adversários. A Inglaterra tem feito bons jogos nos amistosos, deixando o Stones e o elenco confiantes.

No entanto, o zagueiro do City não conversou com o treinador da seleção sobre sua situação no clube. Para o atleta, é importante manter o foco, já que faz parte dos escolhidos de Southgate.

Comentários

Natural de Belo Horizonte. Torcedor do Cruzeiro e da Juventus. Um Doente por Futebol. Desde pequeno um apreciador do esporte mais popular do mundo, preferindo mais em acompanhar do que jogar (principalmente por não ter talento algum com a bola).