Palmeiras confia em Borja para deixar jejum de estaduais

  • por Doentes por Futebol
  • 2 Anos atrás

Com o gol em Itaquera, colombiano fez com que os alviverdes só precisem do empate para levantarem o troféu

Meu amigo, prepare a canela porque se bobear sobra um pontapé para você no derby entre Palmeiras e Corinthians. No domingo, 8 de abril, às 16h, horário de Brasília, no Allianz Parque, estes dois gigantes do futebol brasileiro estarão decidindo o Campeonato Paulista de 2018. No primeiro duelo, realizado no último fim de semana, bela vitória do Porco por 1 a 0 na casa do rival, na Arena Itaquera. Sendo assim, os palmeirenses jogam pelo empate, enquanto que os alvinegros precisam vencer pelo menos por 1 a 0 para levarem a decisão para os pênaltis. Aproveite e faça as suas apostas de futebol no Oddsshark.com.

Deslanchou?

Contratado junto ao Atlético Nacional em fevereiro de 2017, o atacante colombiano Miguel Borja encontrou uma grande dificuldade para se encaixar no time da capital paulista. Ele chegou a ficar no banco de reservas em muitas oportunidades, e quando entrou em campo você via que não estava à vontade. Os técnicos Cuca e Eduardo Baptista passaram pelo Allianz Parque e nada do gringo render. A redenção vem acontecendo no comando de Roger Machado. Em 13 jogos feitos na atual temporada, Borja balançou as redes em 9 oportunidades. Foi dele o gol na casa corintiana.

No duelo do meio de semana contra o Alianza Lima, do Peru, pela segunda rodada da Taça Libertadores da América, os paulistanos venceram por 2 a 0, também com Borja fazendo o seu gol. Agora, a fase do gringo é muito boa.

Do outro lado do embate, o Corinthians não vem encontrando a mesma facilidade no ataque que o Palmeiras. O treinador Fábio Carille não tem um atleta para chamar de homem-gol. Se olharmos os números mais de perto, vamos perceber que o setor ofensivo do Timão tem menos gols que Borja, artilheiro do Paulistão com 7 tentos. Os atletas são: Rodriguinho (3), Matheus Vital (0), Clayson (2) e Emerson Sheik (1). O torcedor sente saudades do atacante Jô, que hoje defende o Nagoya Grampus, do Japão.

Desfalques

A grande confusão vista na semana passada entre diversos jogadores dos dois times resultou nas expulsões do volante palmeirense Felipe Melo e o do atacante corintiano Clayson. Os atletas não se agrediram diretamente porque os companheiros e a equipe de arbitragem separaram. Eles são antigos desafetos.

Para ter o time mais descansado no fim de semana, Roger Machado decidiu poupar Willian, Marcos Rocha, Victor Luís e Bruno Henrique. Carille, em compensação, não teve jogo, podendo trabalhar melhor as suas ideias como o elenco. As possibilidades para a escalação são de Ralf ficar com o lugar do volante Gabriel, Romero herdar a vaga de Clayson e Jadson, recuperado de lesão muscular na coxa direita, ser posto como substituto do veterano Emerson Sheik.

Em relação ao meia Jadson, será que o meia vai sentir a falta de ritmo? Ele não entra em campo em uma partida oficial desde o dia 7 de março contra o Mirassol, também pelo Paulistão.

 Histórico de confrontos

O embate entre Palmeiras e Corinthians é um dos principais do Brasil e até mesmo do mundo em termos de rivalidade, tanto que já virou tema de filme: “O casamento de Romeu e Julieta”, estrelado pelos atores Marcos Ricca e Luana Piovani, lançado em 2005. Se você ainda não assistiu, assista. Vale a pena para entender melhor o derby.

Em 302 jogos, os palmeirenses levam uma pequenina vantagem com 109 resultados positivos, 5 a mais que os corintianos. Empates foram registrados 91. A última vez que os dos times decidiram o Campeonato Paulista foi em 1999, lembra? Foi nesta decisão que no fim do segundo duelo o atacante Edilson fez embaixadinhas no meio de campo, desencadeando uma grande briga entre os dois times. Infelizmente, este episódio entrou para a história do futebol.

Já em termos de títulos estaduais, a conquista mais recente do Corinthians foi no ano passado diante da Ponte Preta, enquanto que a do Palmeiras foi em 2008, também contra a Macaca.

Palpites do Oddsshark

Ganhar do Palmeiras no Allianz Parque não é tarefa fácil, não. A última equipe que conseguiu isto foi o São Caetano, no 1 a 0, no dia 5 de março, ainda pela primeira fase do Paulista. Caso os visitantes triunfem, o valor a ser pago será de R$ 3,15 a cada real aplicado, R$ 1,00 a mais que os donos da casa, segundo o Oddsshark.com.

A vitória dos corintianos por 1 a 0 rende R$ 9,00. Se for 2 a 0, o valor sobe bem para R$ 17,00 ainda no Oddsshark.com.  A partida mais recente que o Verdão perdeu por 2 a 0 foi no Brasileirão do ano passado para a Chapecoense, em São Paulo, no dia 20 de agosto.

Confira as cotas da partida de volta do Campeonato Paulista de 2018:

Domingo (8 de abril)

16h – Palmeiras (R$ 2,15) x (R$ 3,15) Corinthians. Empate: R$ 3,45

 

Comentários