Alemanha é sempre uma bela e certeira opção de aposta

  • por Doentes por Futebol
  • 3 Anos atrás

        Alemães são novamente os favoritos para serem campeões na Copa da Rússia

Atuais campeões mundiais, os alemães chegam à Rússia com alguns de seus principais jogadores que brilharam em 2014, mas com novos atletas bastante talentosos. Eles buscam o pentacampeonato, e são a única seleção que pode nos alcançar em quantidade de títulos. A menos que sejamos campeões, indo para a sexta conquista.

A Alemanha se tornou a principal equipe a ser batida pelas demais. Foi o tempo que o futebol praticado por este país era engessado e pragmático. É verdade também que jogando desta maneira eles conquistaram três troféus (1954, 1974 e 1990). O desempenho bonito e vistoso foi construído graças a toda uma reformulação esportiva que passou pelas divisões de base. Todos os times germânicos atuam da mesma maneira, seja profissional ou amador. Para 2018, é esperado que eles avancem até a sua nona final.

De acordo com o Oddsshark.com, estar na grande decisão no dia 15 de julho em Moscou, paga a cota de R$ 3,25 por 1. Outra possibilidade legal para apostas é que os germânicos vão ser semifinalistas, rendendo R$ 2,00. Para a classificação na fase de grupos, o valor é de R$ 1,08. São investimentos praticamente certos, amigo.

Adversários em 2018

Ao que tudo indica, a Alemanha tem tudo para passar na primeira colocação do Grupo F, porém terá desafios bem interessantes. A estreia será no dia 17 de junho, às 12h, horário de Brasília, contra o competitivo México em Moscou. A galera do Chaves e do Chapolin Colorado é sempre um adversário perigoso. Os mexicanos sabem jogar bola. Eles têm como objetivo passar das oitavas de final, o que não aconteceu em outras edições do torneio.

Em seguida, virá a Suécia, 23 de junho, às 15h, em Sóchi. Os vikings, com um estilo mais duro e pesado de jogar bola, certamente vão ficar na retranca, esperando a oportunidade certa para darem o bote. Sem o problemático e marrento Zlatan Ibrahimović, os suecos contam com um elenco sem um grande destaque. Nesta equipe, o trabalho é coletivo.

E, para fechar, o jogo mais fácil, pelo menos na teoria, né? Em Kazan, dia 27, os alemães duelam com os sul-coreanos. A grande estrela da companhia é o atacante Son Heung-min, do Tottenham, da disputadíssima Premier League. Primeiramente, os orientais prezam pela parte defensiva do jogo.

Novamente segundo o Oddsshark.com, caso a Mannschaft tenha entre 5 e 6 pontos conquistados, você embolsa R$ 3,75 a cada real aplicado.

Convocação

A lista de 27 jogadores selecionados pelo técnico Joachim Löw ainda vai sofrer quatro cortes. Os escolhidos foram: Bernd Leno (Bayer Leverkusen), Manuel Neuer (Bayern de Munique), Marc-André ter Stegen (Barcelona) e Kevin Trapp (Paris Saint-Germain), os goleiros; Jérôme Boateng (Bayern de Munique), Mats Hummels (Bayern de Munique), Joshua Kimmich (Bayern de Munique), Niklas Süle (Bayern de Munique), Mathias Ginter (Borussia Mönchengladbach), Jonas Hector (Colônia), Marvin Plattenhardt (Hertha), Antonio Rüdiger (Chelsea) e Jonathan Tah (Bayer Leverkusen), os defensores; Julian Brandt (Bayer Leverkusen), Julian Draxler (Paris Saint-Germain), Leon Goretzka (Schalke), Ilkay Gündogan (Manchester City), Mesut Ozil (Arsenal), Sami Khedira (Juventus), Toni Kroos (Real Madrid), Thomas Müller (Bayern de Munique), Sebastian Rudy (Bayern de Munique) e Marco Reus (Borussia Dortmund), os meio-campistas; e Mario Gómez (Stuttgart), Leroy Sané (Manchester City), Nils Petersen (Freiburg) e Timo Werner (RB Leipzig), os atacantes.

A novidade foi que o atacante Mario Götze, responsável pelo gol do título no Brasil, não foi chamado. Quem também ficou de fora foi Sandro Wagner, do Bayern.

Campanha nas eliminatórias

Cara, na campanha da competição de classificação para a Rússia, a Alemanha não deu chance para ninguém, não cedeu nem um pontinho sequer. Foram 10 vitórias em 10 jogos, com 43 gols marcados e somente 4 sofridos. Surreal. Mesmo tendo adversários bastante fracos, o desempenho não deixa de ser sensacional. Os rivais foram Irlanda do Norte, República Tcheca, Noruega, Azerbaijão e San Marino. O maior triunfo foi pelo placar de 8 a 0, fora de casa, diante dos san marinenses.

Confira as cotas de campeão na Rússia 2018:

– Brasil – R$ 5,00

– Alemanha – R$ 5,50

– Espanha – R$ 7,00

– França – R$ 7,50

– Argentina – R$ 10,00

– Bélgica – R$ 12,00

– Inglaterra – R$ 19,00

– Portugal – R$ 26,00

– Croácia – R$ 34,00

– Uruguai – R$ 34,00

– Colômbia – R$ 41,00

– Rússia – R$ 41,00

– Polônia – R$ 51,00

– Suíça – R$ 101,00

– Dinamarca – R$ 101,00

– México – R$ 101,00

– Suécia – R$ 151,00

– Egito – R$ 151,00

– Sérvia – R$ 201,00

– Senegal – R$ 201,00

– Peru – R$ 201,00

– Islândia – R$ 201,00

– Nigéria – R$ 201,00

– Japão – R$ 301,00

– Austrália – R$ 301,00

– Marrocos – R$ 501,00

– Irã – R$ 501,00

– Costa Rica – R$ 501,00

– Tunísia – R$ 751,00

– Coreia do Sul – R$ 751,00

– Arábia Saudita – R$ 1.001,00

– Panamá – R$ 1.001,00

Comentários