Dos africanos, Senegal e Egito são as seleções mais cotadas para surpreender na Rússia

  • por Doentes por Futebol
  • 3 Anos atrás

Nigéria também pode aprontar algo no Mundial, enquanto Marrocos e Tunísia devem só cumprir tabela

Antigamente, as seleções africanas chamavam a atenção do público por conta de seus uniformes chamativos e exóticos. Mas, isso vêm mudando. Quem não se lembra do atacante Roger Milla, que com Camarões perdeu nas quartas de final para a Inglaterra, por 3 a 2, na prorrogação, em 1990, na Itália? Também temos que enaltecer Senegal, que em 2002 chegou na mesma fase, no Japão e na Coreia do Sul, perdendo por 1 a 0, depois dos 90 minutos, para a Turquia. Ah, em 2010, na África do Sul, por pouco, Gana não foi o primeiro time africano a ser semifinalista em um Mundial. Os ganeses foram superados nos pênaltis pelo Uruguai.

Até onde a galera da África pode chegar na Copa do Mundo da Rússia? Tirando a Nigéria, as seleções que vão participar da nova edição do principal evento esportivo do planeta serão diferentes. Em 2018, teremos Egito, Senegal, Tunísia e Marrocos, enquanto que em 2014, aqui no Brasil, os participantes foram Costa do Marfim, Camarões, Gana e Argélia. Quem foi mais longe em terras tupiniquins foram os argelinos e nigerianos, ambos eliminados nas oitavas de final para Alemanha e França, respectivamente. Pois bem, vamos fazer agora uma análise de cada seleção africana.

Egito

Animação não falta para a galera das pirâmides. A última vez que os faraós disputaram o torneio foi em 1990. De lá para cá, tiveram que acompanhar da televisão. Toda este êxtase tem nome e sobrenome. Trata-se do atacante do Liverpool, da Premier League, Mohamed Salah, responsável direto pela classificação egípcia. Até o momento que este texto era escrito, o atleta tinha 40 gols marcados pelos Reds na temporada 2017/2018. Ele conta com o companhia do volante Elnemy, do Arsenal, e o atacante Koka, do Sporting Braga, de Portugal.

Dentro de seu continente, o Egito, comandado pelo técnico argentino Héctor Cúper, foi campeão entre 2006 e 2010. Na última eliminatória, os faraós ficaram na liderança do Grupo E, com 13 pontos, em 4 resultados positivos, 1 negativo e 1 empates. Foram 8 gols a favor e 4 contra.

Olha, pagando R$ 2,25 a cada real aplicado por você, os egípcios tem boas chances de avançarem no Grupo A. Eles estão ao lado de Rússia, Uruguai e Arábia Saudita. Ao que tudo indica, a briga por uma vaga nas oitavas vai ser com os donos da casa, que não contam com um time qualificado. Acredito que o Egito possa ir até as quartas de final, e render R$ 9,00.

Senegal

Assim como o Egito, o Senegal também conta com um destaque do Liverpool na busca por uma boa campanha em sua segunda participação na Copa. Os Leões da Teranga é o time do rápido atacante Sadio Mané. Com ele, os outros destaques são o volante Kouyaté, do West Ham, o atacante Keita Baldé, do Mônaco, e o zagueiro Koulibaly, do Napoli. Essa galera pode dar trabalho, hein!

Os senegaleses estão no Grupo H junto com Colômbia, Polônia e Japão. Durante todo o período das eliminatórias, eles ficaram invictos, tendo o retrospecto de 4 triunfos e 2 empates. Gols foram 10 marcados e 2 sofridos. De acordo com o Oddsshark.com, a cota para avançar é de R$ 2,25 por 1. Já para chegar às quartas de final é de R$ 7,00.

Tunísia

As Águias de Cartago têm uma caminho mais complicado que os rivais citados nos parágrafos acima. Os adversários da Tunísia vão ser Inglaterra, Bélgica e Panamá no Grupo G. Quem sabe pode ser uma surpresa? Uma classificação para o mata-mata, cotada em R$ 5,00, será vista como um verdadeiro feito. As expectativas não são boas. O atacante Youssef Msakni, do Al-Duhail, do Qatar, está fora dos convocados em virtude de uma grave lesão no joelho direito. O principal desfalque fica por conta do meio-campista francês naturalizado Khazri, do Rennes, time da França. O último Mundial dos tunisianos foi em 2006, na Alemanha.

Nigéria

A seleção nigeriana, sem dúvida, é uma das mais conhecidas quando o assunto é futebol africano. Dos seis torneios mais recentes, as Super Águias marcaram presença em cinco. Para 2018, eles vão brigar pela segunda vaga do Grupo D, com Argentina, Croácia e Islândia. Para mim, a tendência é que os croatas avancem, mas não será nada de outro mundo se os nigerianos conseguirem um lugarzinho ao sol. Em 1998, na França, o limite foi as oitavas, na derrota de 4 a 1 para a Dinamarca, que depois enfrentaria o Brasil.

O treinador alemão Gernot Rohr optou por uma convocação mesclada entre jogadores experientes e jovens.  Ele chamou Obi Mikel, do Tianjin Teda, da China, e os atacantes Victor Moses, do Chelsea, e Iwobi, do Arsenal, respectivamente, além de Iheanacho, do Leicester.

Marrocos

Com um elenco baseado em jogadores nascidos fora de Marrocos, mas que possuem ligações familiares com o país do Norte da África, os Leões do Atlas esperam usar a experiência de seus atletas no futebol europeu para aprontarem no Grupo B, com Espanha, Portugal e Irã. Há 20 anos que eles não disputam uma Copa do Mundo.

Os destaques do Marrocos são o meio-campo Amrabat, do Leganés, da Espanha, o volante El Ahamadi, do Feyenoord, da Holanda, assim como o meio-campo Zieyc, do Ajax. Não podemos esquecer do zagueiro Benatia, hoje na Juventus, porém que teve passagens por Roma e Bayern de Munique. Uma improvável classificação dos marroquinos garante R$ 5,00, segundo o Oddsshark.com.

Confira as cotas de campeão na Rússia 2018:

– Brasil – R$ 5,00

– Alemanha – R$ 5,50

– Espanha – R$ 7,00

– França – R$ 7,50

– Argentina – R$ 10,00

– Bélgica – R$ 12,00

– Inglaterra – R$ 19,00

– Portugal – R$ 26,00

– Croácia – R$ 34,00

– Uruguai – R$ 34,00

– Colômbia – R$ 41,00

– Rússia – R$ 41,00

– Polônia – R$ 51,00

– Suíça – R$ 101,00

– Dinamarca – R$ 101,00

– México – R$ 101,00

– Suécia – R$ 151,00

– Egito – R$ 151,00

– Sérvia – R$ 201,00

– Senegal – R$ 201,00

– Peru – R$ 201,00

– Islândia – R$ 201,00

– Nigéria – R$ 201,00

– Japão – R$ 301,00

– Austrália – R$ 301,00

– Marrocos – R$ 501,00

– Irã – R$ 501,00

– Costa Rica – R$ 501,00

– Tunísia – R$ 751,00

– Coreia do Sul – R$ 751,00

– Arábia Saudita – R$ 1.001,00

– Panamá – R$ 1.001,00

Comentários